Tudo que Acontece Aqui Dentro – Júlio Hermann



“Hoje me bateu um vazio estranho aqui dentro e isso tá acabando comigo, sabe? Eu invento pra você e pros outros um discurso de que tô bem, que é só cansaço e que depois eu durmo e me livro dele. Mas é mentira, não me livro porque não é meu corpo que precisa descansar, é meu coração.”

O ato de escrever pode ser útil ao homem por diversos motivos. Para além da questão da comunicação, um dos motivos é que pela escrita podemos expressar os nossos mais profundos sentimentos. Ou o fazemos para que bons momentos sejam registrados e permaneçam disponíveis para o resgate da memória pela leitura, ou o fazemos para que possamos extravasar as dores que nos afligem. Ou, ainda, o fazemos para que o turbilhão de sentimentos que nos invade numa relação (seja elas quais forem) se materializem para que possamos lidar melhor com aquilo que vivenciamos.

Tudo que Acontece Aqui Dentro, de Júlio Hermann, foi publicado pela Faro Editorial em 2018. O livro nos apresenta textos do autor que flertam com a questão de expressar o que se sente para lidar com os sentimentos.

O projeto gráfico da Faro Editorial está impecável. Ao longo dos textos temos ilustrações e frases destacadas. Cada crônica traz ainda uma música, citada no início do texto. Adam Lambert, Marcelo Camelo, Maria Mena, Jaymes Young, Beyoncé, Projota, Ed Sheeran são alguns dos artistas que aparecem na obra.

As “cartas de amor nunca rasgadas” como se destaca na capa da obra, são textos que falam de amor e de outros sentimentos que surgem e vão se transformando a partir do ato de amar.

Um encontro e o coração acelerado podem nos levar a fazer planos para um futuro próximo ou para a vida inteira. Um desencontro e o coração magoado podem nos levar a sensação de que a vida é inconclusa e que não há perspectivas para coisas novas. O amor. Esse sentimento controverso que nos move, que nos comove, que nos transforma, que nos agita e que nos paralisa.

As crônicas de Júlio Hermann trazem diferentes aspectos referentes ao amor. Por vezes temos ali retratada uma inocência em lidar com os sentimentos, outras tantas eles são tradados com profundidade e maturidade. Ora se apresentam em textos densos, ora em textos leves. Tal qual a mescla de sentimentos que permeiam o amor e que ele é capaz de nos causar.

Estão retratadas transformações provocadas na constituição ou no rompimento de uma relação. Temos ali algo que nos faz sentir saudade de uma adolescência de paixões, que nos faz rememorar os primeiros amores e que nos faz usar de empatia para imaginar as situações expostas e que revelam muito de quem as escreve.

“Sabe de uma coisa? A gente nasce e morre uma infinidade de vezes durante a vida.” É assim mesmo. Somos aprendizes de nós mesmos. Nos transformamos, renascemos, passamos por momentos tumultuados, sucumbimos diante de algum sofrimento, retornamos mais fortes. Resta-nos, por fim, o aprendizado com tudo que vivemos. As crônicas presentes em Tudo que Acontece Aqui Dentro revelam uma trajetória de vivências e sentimentos que levam quem as viveu ao aprendizado.

A narrativa das crônicas é fluída e informal, em tom de epístola, o que nos aproxima do texto e nos fazer perceber a manifestação genuína de quem escreveu. Por vezes, dá para sentir como se estivéssemos invadindo o diário de alguém e lendo ali os acontecimentos de quem, na tentativa de compreender o que acontecia consigo, dividiu seus pensamentos manifestando-os pela escrita.

Pela voz de Álvares de Campos, um dos heterônimos de Fernando Pessoa, temos o poema que diz que “todas as cartas de amor são ridículas”. E são, porque revelam muito de nós. As cartas de amor ou que falam sobre o amor, escritas em momentos em que vivenciamos tal sentimento em seus diferentes estágios, nos expõe. Júlio Hermann não teve medo de expor sentimentos e o fez com naturalidade. Cada uma das crônicas que compõe o livro se situa em momentos diferentes e trazem representações distintas. O amor nos leva a fazer metáforas e analogias das mais loucas, mas que nos tocam.

Falar de amor em tempos em que pouco se valoriza o ser e o sentir, é missão arriscada e necessária. Mais do que isso, parece ato de coragem, quando deveria simplesmente ser. Tudo que Acontece Aqui Dentro é um livro que merece ser lido e nos mostra que não precisamos temer em falar de amor.  Que podemos falar sobre tudo que acontece aqui dentro de nós. O livro nos diz (indiretamente) para expressarmos o que sentimos, para soltar o nó que fica preso na garganta, para se lançar no amor, sem medo de ser ridículo.

Sobre o autor:


Júlio Hermann nasceu em Gramado – Rio Grande do Sul, e quase se tornou cronista esportivo, mas a desilusão com uma derrota na Libertadores mostrou que ele não teria estômago para enfrentar muitas outras. Em 2015, começou a publicar crônicas na internet e esperava ser lido pelos amigos e algumas dezenas de pessoas, que logo se tornaram centenas, milhares e centenas de milhares depois de um tempo. Seus temas sempre são os seus amores e relacionamentos, e o que aprende com cada um deles. Mesmo com suas dúvidas, ele acredita que isto tudo é apenas o começo e cada aprendizado nos leva a melhores possibilidades.

Ficha Técnica

Título: Tudo que Acontece Aqui Dentro
Escritor: Júlio Hermann
Editora: Faro Editorial
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-9581-005-1
Número de Páginas: 190
Ano: 2018
Assunto: Ficção brasileira

Tudo que Acontece Aqui Dentro – Júlio Hermann Tudo que Acontece Aqui Dentro – Júlio Hermann Reviewed by Tomo Literário on 12:56 Rating: 5

2 comentários:

  1. Adorei sua resenha!! Também tenho um blog:

    https://nemtecontoumconto2.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo ❤ que livro lindo, quanta sensibilidade. Recomendo... Leiam 😍

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Tecnologia do Blogger.