Literatura de suspense e terror marca presença na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo



Os americanos A. J. Finn, autor de "Mulher na Janela", e Charlie Donlea, de "A Garota do Lago", participam pela primeira vez do evento

Dois grandes escritores de thriller com personagens femininos protagonistas – e que são fenômenos de venda - estarão pela primeira vez no país para participar da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, em agosto. A. J. Finn autor de "A Mulher na Janela"(Sextante), que ganhará as telas de cinema com Amy Adams no papel principal, e Charlie Donlea é autor de "A Garota do Lago" e "Deixada para trás" (Faro Editorial).

Ambos sobem ao palco da Arena Cultura para conversar com o público sobre este estilo literário, o encantamento que suas histórias produzem nos leitores e a construção de narrativas de suspense e terror. A. J. Finn, cuja obra faz sucesso mundo afora e foi vendida para mais de 30 países, se apresenta no dia 5 de agosto, às 13h30. Já no dia 8 de agosto, às 16h, é a vez de Donlea que estreou há apenas dois anos na literatura e recebeu resenhas fervorosas de grandes nomes nos EUA, entre eles, Mary Kubica. Seus livros no Brasil já alcançam a marca de 150.000 exemplares vendidos. Ele vai contar sobre suas inspirações, falar dos dois primeios livros e lançar seu novo Thriller, "Don't Believe IT".

Aqui no Brasil, as obras de terror e suspense vem atraindo cada vez mais leitores. Em janeiro deste ano foi fundada a Aberst (Associação Brasileira de Escritores de Romances Policial, Suspense e Terror), que logo criará uma premiação anual para autores do segmento, a exemplo do que acontece em outros países.

Realizada de 3 a 12 de agosto pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), a 25a edição marca os 50 anos da Bienal. Durante os 10 dias de evento, os visitantes poderão viver experiências culturais diversas e ter contato direto com autores, em bate-papos e palestras exclusivas. Com a assinatura "Venha fazer esse download de conhecimento", a campanha deste ano enfatiza a importância do diálogo, da abertura de perspectivas e busca de novos conceitos. Os ingressos já estão à venda pelo site oficial do evento www.bienaldolivrosp.com.br e pelo telefone (11) 2626-1061.

Mesa A. J. Finn na Arena Cultural – 5/08, domingo, às 13h30;
Mesa Charlie Donlea na Arena Cultural – 8/08, quarta-feira, às 16h.

A. J. Finn

Foto: Divulgação

Formado em Oxford, A. J. Finn é ex-crítico literário e já escreveu para diversas publicações, incluindo Los Angeles Times, The Washington Post e The Times Literary Supplement. A mulher na janela, seu primeiro romance, foi vendido para 36 países e está sendo adaptado para o cinema numa grande produção da 20th Century Fox. Natural de Nova York, Finn viveu por dez anos na Inglaterra antes de voltar para sua cidade natal, onde mora atualmente.

Charlie Donlea

Foto: Divulgação

Vive em Chicago com sua esposa e dois filhos pequenos. Um de seus hobbies é pescar em lugares praticamente desertos do Canadá. Essas viagens por estradas paradisíacas inspiraram o cenário para o seu livro de estreia. Ávido leitor, é também apaixonado por música, filmes, seriados e esportes. Quando decidiu escrever seu primeiro livro, ele se preparou para produzir algo como tudo o que gosta de encontrar nos seus filmes e livros prediletos: uma história capaz de deixar o leitor refletindo sobre ela por muito tempo depois de terminada a leitura.

Serviço
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
03 a 12 de agosto de 2018
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana / 02012-021 São Paulo – SP
www.bienaldolivrosp.com.br

Literatura de suspense e terror marca presença na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo Literatura de suspense e terror marca presença na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo Reviewed by Tomo Literário on 07:59 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui seu comentário.

Tecnologia do Blogger.