[Entrevista] Luis Enrique Kato



Luis Enrique Kato é paulista, estudante de jornalismo, virginiano, escritor e publicou pela Editora Coerência o livro Amar é Mar. E tem novos livros vindo por aí. Ele falou ao Tomo Literário sobre sua obra, o contato com a literatura, novos projetos, prêmio de educação recebido recentemente e outros assuntos. Confira.

Tomo Literário: Pra começar, como foi o seu primeiro contato com a literatura?

Luis Enrique Kato: O primeiro livro que li foi Azul e Lindo Planeta Terra, Nossa Casa, dos escritores Otávio Roth e Ruth Rocha. Era um livro obrigatório na escola onde eu estudava e se tornou uma inspiração pra mim. Mas o primeiro livro que li por vontade própria foi Harry Potter e a Pedra Filosofal quando eu tinha 11 anos.

Tomo Literário: Amar é Mar foi publicado pela Editora Coerência e tem seus relatos sobre uma fase da sua vida. O que te impulsionou a escrever o livro?

Luis Enrique Kato: Quando a minha avó faleceu, em 2012, comecei a escrever alguns textos em cadernos escolares até que tive a ideia de juntá-los em um blog. Em 2015, após terminar um namoro, decidi reunir os contos que escrevi durante os anos e transformar em um livro. O livro surgiu na minha tentativa de canalizar a minha dor.

Tomo Literário: Quanto tempo levou todo o processo da escrita até a publicação? Qual foi a parte mais difícil?

Luis Enrique Kato: Comecei a escrever em 2012 e o livro foi publicado em 2017. Provavelmente a parte mais difícil tenha sido perceber como eu mudei muito em cinco anos. Minha vontade era de mudar vários textos antigos, mas se fizesse isso estaria mentindo sobre quem eu era.

Tomo Literário: Você é estudante de jornalismo. Escolheu a profissão em decorrência da escrita e de contar histórias?

Luis Enrique Kato: Com toda certeza. Percebi que tinha muita facilidade com a escrita e tinha prazer em contar histórias que pudessem inspirar as pessoas. Então foi unir o útil ao agradável.


Tomo Literário: Você recebeu recentemente o Prêmio Educação Transforma. Como se sente sendo o ganhador da premiação? Você acredita que premiações como essa incentivam outros estudantes a usar a educação como uma fonte de poder transformador?

Luis Enrique Kato: Foi uma honra enorme poder representar a cidade de São Paulo na premiação. Todo o carinho que a equipe teve ficará guardado no meu coração. Premiações como a do PRAVALER são um grande incentivo para pessoas que também acreditam que a educação possa mudar vidas. Aprendi muito no fim de semana que passei ao lado dos outros ganhadores do prêmio, pude ouvir histórias distintas e saber que todos ali presentes estavam por um único objetivo: todos acreditavam que a educação, de alguma forma, era capaz de mudar o mundo.

Tomo Literário: Sociedade dos Poetas Vivos será lançado pela Editora Coerência na Bienal e tem organização da Camila Kaihatsu. Quais as expectativas para o lançamento?

Luis Enrique Kato: Altas, porque será o primeiro livro que lançarei na Bienal. Durante anos, com o incentivo de pais e da escola, pude participar da Bienal como leitor, que estava à procura de novos mundos. Agora, são os leitores que estarão lá para conhecer um pouco mais do meu mundo. Isso é inacreditável.

Tomo Literário: De modo geral o que te move a escrever?

Luis Enrique Kato: Os meus sentimentos e a sensação de que eu posso fazer a diferença no mundo com o que eu escrevo.

Tomo Literário: Você está preparando algum novo projeto literário? Pode nos adiantar alguma informação?

Luis Enrique Kato: Sim, estou no planejamento de um novo projeto que será lançado em 2019. É um sonho antigo que tenho de lançar algo com uma amiga de infância, a Beatriz. Ela tem inúmeros talentos, então tenho certeza que virá muita coisa boa pela frente.


Tomo Literário: Quais são os autores que você admira ou que de alguma forma influenciaram seu trabalho como escritor?

Luis Enrique Kato: A minha maior inspiração é a J.K. Rowling. É impressionante o mundo que aquela mulher criou apenas em sua mente. É uma história que, com toda certeza, ficará marcada em mim. Outros escritores que me influenciam diretamente são Frederico Elboni, Mario Sérgio Cortella. A maneira como ambos brincam com as palavras é sensacional, não é por menos que tenham uma legião de fãs (que eu estou incluso).

Tomo Literário: Que livros, de quaisquer gêneros, você recomendaria aos leitores?

Luis Enrique Kato: Um livro que me marcou muito foi As Vantagens de Ser Invisível, do Stephen Chbosky. Me identifiquei muito com o Charlie, e tenho certeza que muitas pessoas irão se reconhecer no personagem. E um outro livro, que está na lista dos meus livros favoritos, é Outros Jeitos de Usar a Boca, da Rupi Kaur. O livro mostra para os leitores um pouco da realidade, é um verdadeiro choque. Um livro que todos os seres humanos deveriam ler por falar de tantas verdades que precisam ser ouvidas. Se cada um refletisse sobre cada poema descrito, tenho certeza que o mundo seria um lugar melhor.

Tomo Literário: Gostaria de deixar algum comentário para os leitores do blog?

Luis Enrique Kato: Uma frase que eu gosto muito é: “Se você tiver força de vontade na mesma intensidade que sonha, poderá ganhar o mundo”. Sonhar é importante, mas se não fizermos algo para realizá-lo ele será apenas um sonho para sempre. Não tenha medo, somos humanos e todos erramos. O importante é aprender com os erros e seguir em frete.

Conheça Amar é Mar


O que os sentimentos são capazes de proporcionar em uma pessoa?

Após perder a avó materna, no final de 2012, Luis iniciou uma jornada que lhe proporcionaria inúmeras lições sobre a vida. Ela não é fácil, mas não significa que não pode ser bela.

Em meio a contos e crônicas, o livro retrata a transição de um pré-adolescente rumo ao início de sua vida adulta.

Seja muito bem-vindo a essa viagem.

O livro está disponível na Amazon, Saraiva e site da Editora Coerência.

Acompanhe o escritor nas redes sociais:

Facebook:  https://goo.gl/1rwBi3
Instagram:  https://goo.gl/hss4m8

[Entrevista] Luis Enrique Kato [Entrevista] Luis Enrique Kato Reviewed by Tomo Literário on 07:59 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui seu comentário.

Tecnologia do Blogger.