[Entrevista] Henrique de Micco



Henrique de Micco acaba de lançar o livro O Último Ceifador, pela Giostri Editora. Ele concedeu entrevista ao Tomo Literário e falou sobre o início da carreira, publicação no Wattpad, processo de escrita e muito mais.

Tomo Literário: Conte-nos como foi o começo de suas incursões pelo universo literário.

Henrique de Micco: Eu acho que o começo de tudo foi ainda na infância. Eu lia muito, e sentia vontade de contar as minhas próprias histórias. Eu cheguei a tentar escrever algumas, mas acabava sempre descartando... eu era perfeccionista demais. Infelizmente, eu acabei perdendo todas essas anotações. Tenho uma grande curiosidade em saber o que é que eu tanto escrevia naquela idade (por volta de 11, 12 anos).

Tomo Literário: Como surgiu a ideia do livro O Último Ceifador, que acaba de ser lançado?

Henrique de Micco: A ideia do livro em si foi amadurecendo durante alguns anos. Não foi a ideia inicial. Eu sabia que queria uma história onde os humanos poderiam receber habilidades que os colocassem entre os anjos e os demônios. Depois, tudo o que foi incluído nasceu aos poucos, em ideias que fui anotando, tomando todo o cuidado para não perder.

Tomo Literário: Quanto tempo levou todo o processo da escrita até a publicação e qual foi o maior desafio?

Henrique de Micco: O processo todo levou quase um ano e meio. Foi o primeiro livro que eu escrevi, então o maior desafio foi ter a coragem de não abandonar o projeto.

Tomo Literário: O que te inspira no processo de escrita?

Henrique de Micco: O que mais me inspira é sentir que o texto funciona, que flui da maneira que eu esperava... eu sinto quando não estou conseguindo passar de maneira satisfatória a minha ideia para o papel. Mas, quando as coisas funcionam, as ideias simplesmente brotam.


Tomo Literário: Você tem publicações no Wattpad. Tem sido uma importante ferramenta para os escritores?

Henrique de Micco: De moro geral, sim. É uma ferramenta bacana, pois temos a ciência de que todos ali possuem os mesmos interesses. Para escritores iniciantes, como eu, vale a experiência de pelo menos tentar se adaptar à plataforma. Podem não aparecer muitos leitores de início, mas são leitores que realmente se interessam pelas obras, que comentam, criticam quando necessário, etc. Ter esse feedback dos leitores é algo muito importante para qualquer escritor.

Tomo Literário: Está trabalhando em algum novo projeto literário? Pode nos contar?

Henrique de Micco: Estou sim. Atualmente, estou escrevendo um novo romance de fantasia. Inclusive, posto os capítulos no Wattpad. Tenho também um livro de contos, sendo escrito em conjunto com outro autor, o João Paulo Effting. Além, claro, da continuação da série “O Último Ceifador”... Já estou trabalhando no volume dois. Bastante coisa!

Tomo Literário: Que autores você recomenda ou quais autores influenciaram o seu trabalho de escritor?

Henrique de Micco: Eu tenho como maiores influências o Stephen King e o Tolkien. O primeiro, além da qualidade inquestionável de suas obras, pelo estilo da escrita. O segundo, por ser um dos pais do meu gênero favorito, a fantasia.
 
Foto: Reprodução
Tomo Literário: Que livros, de quaisquer gêneros, você indicaria aos leitores e de que maneira esses livros te tocam?

Henrique de Micco: Posso indicar o meu? (brincadeira). Vou indicar três, que foram os principais responsáveis por moldarem o leitor que eu sou hoje, e consequentemente, o escritor que eu me tornei.
- O Iluminado – Stephen King
- O Diário de Um Mago - Paulo Coelho
- O Hobbit – J.R.R. Tolkien

Existem muitos livros que me influenciaram, direta ou indiretamente, mas por estes eu tenho um carinho especial.

Tomo Literário: Quer deixar algum comentário para os leitores?

Henrique de Micco: Caros leitores, continuem sendo leitores! Nós precisamos de vocês.

Conheça os livros do escritor

O Último Ceifador: Elo Dimensional

Henry é um jovem desequilibrado emocionalmente, que vê sua vida mudar de forma drástica ao ser recrutado por uma ordem sagrada. Uma ordem responsável pela captura de almas errantes num mundo onde o céu é vermelho e humanos reencarnados possuem uma nova chance antes do segundo e último julgamento que determina o destino de suas almas.

Carregando o peso de suas novas responsabilidades e munido de sua foice, o garoto enfrentará batalhas nunca imaginadas por ele, iniciando sua jornada rumo ao desconhecido que, aos poucos, se mostra mais perigoso do que ele julgava.

Disponível na loja virtual da EditoraGiostri.


Escuridão no Fim do Túnel

"Escuridão no Fim do Túnel" Traz alguns contos sombrios, misteriosos, aterrorizantes e, principalmente, escuros, conforme são narrados por Tomas ao seu filho, Tiago. Todas as curtas e intensas histórias possuem algo em comum: São narradas, em seu ápice, do ponto de vista dos diferentes protagonistas munidos de lanternas, numa tentativa inútil de afastar de si a sensação de morte e o medo do desconhecido que pode emergir das sombras quase impenetráveis.

Disponível na Amazon.

Publicações no Wattpad.

Noturno
Nevoeiro na Estrada da Morte e Outros Contos Esquecidos
A Luz que Transformou o Mundo em Trevas
Mil Faces sob o Véu

Acompanhe em:
[Entrevista] Henrique de Micco [Entrevista] Henrique de Micco Reviewed by Tomo Literário on 07:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui seu comentário.

Tecnologia do Blogger.