Dia do Orgulho Nerd


Dia 25 de maio é considerado o Dia do Orgulho Nerd. A data foi criada  para homenagear o dia da première de Star Wars IV e também o Dia da Toalha (dedicado aos fãs do livro de Adam Douglas - O Guia do Mochileiro das Galáxias). 

O Dia da Toalha começou em 2001. Por toda a web pessoas fizeram fotos, montagens e vídeos que lembrassem sobre a obra de Adam Douglas. A toalha  tem grande importância, como revela o autor no primeiro livro da série:

A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; (…) pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo (…) Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. (…) se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito”.


O Star Wars Day foi instituído pela Prefeitura de Los Angeles para comemorar os 30 anos da obra de George Lucas

O Dia do Orgulho Nerd, por sua vez, teve início em 2006 quando vários blogueiros nerd se reuniram para jogar uma partida humana de Pac-Man.

No dia 25 de maio  você comemora o fato de ser fã de cultura nerd/geek.

Montei um post com livros que todo nerd vai querer ler (ou já leu). Muitos outros eu gostaria de inserir na lista, mas tive de limitá-la e selecionei 6 obras. Confira:


O Guia do Mochileiro das Galáxias
Autor: Adam Douglas
Editora: Arqueiro

Trata-se de uma série de livros que  e é considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica. O guia do mochileiro das galáxias vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado. A  série escrita por Douglas Adams conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect.  A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do mochileiro das galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário.

Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da 'alta cultura' e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar.

O Senhor dos Anéis
Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: Martins Fontes

Trilogia escrita por J. R. R. Tolkien e que já vendeu milhões de exemplares em todo o mundo, além de ter sido adaptado para o cinema.

O primeiro volume conta a história que em que numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem hobbit é encarregado de uma imensa tarefa. Deve empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder - a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro. Continuação de O Hobbit e início da trilogia O Senhor do Anéis, o livro revela como surgiram os anéis mágicos e como um grupo de magos, elfos e outros seres se formou para impedir que o maligno Sauron dominasse toda a Terra Média. 

As Duas Torres é o segundo tomo da obra de Tolkien. Alternadamente cômica, singela, épica, monstruosa, diabólica, a narrativa desenvolve-se em meio a inúmeras mudanças de cenários e de personagens, num mundo imaginário absolutamente convincente em seus detalhes. Frodo continua a viagem, descendo com Sam o Grande Rio Anduin, mas eles não estão tão sozinhos quanto pensam, pois uma figura misteriosa os acompanha.

O Retorno do Rei vem para completar a trilogia. A Sombra dos exércitos do senhor do escuro cresce cada vez mais. Homens, Anões e Elfos unem-se para luta contra a escuridão. Enquanto isso, Frodo e Sam penetram na terra de Mordor em sua empreitada heróica para destruir o anel.

Eu, Robô
Autor: Isaac Asimov
Editora: Aleph

Sensíveis, divertidos e instigantes, os contos de “Eu, robô” são um marco na história da ficção-científica, seja pela introdução das célebres Leis da Robótica, pelos personagens inesquecíveis ou por seu olhar completamente novo a respeito das máquinas. Vivam eles na Terra ou no espaço sideral; sejam domésticos ou especializados, submissos ou rebeldes, meramente mecânicos ou humanizados, os robôs de Asimov conquistaram a cabeça e a alma de gerações de escritores, cineastas e cientistas, sendo até hoje fonte de inspiração de tudo o que lemos e assistimos sobre essas criaturas mecânicas.

Harry Potter
Autora: J. K. Rowling
Editora: Rocco

Harry Potter é uma série de sete romances de fantasia escritos por J. K. Rowling. Maior fenômeno editorial de todos os tempos, com mais de 450 milhões de livros vendidos em 70 idiomas, a série é sinônimo de sucesso. As adaptações cinematográficas também foram bastante vistas pelos fãs. Acompanhamos a saga do jovem aprendiz de bruxo contra o maléfico Voldemort. Os sete volumes são: Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o Cálice de Fogo, Harry Potter e a Ordem da Fênix, Harry Potter e o Enigma do Príncipe e Harry Potter e As Relíquias da Morte.

Admirável Mundo Novo
Autor: Aldous Huxley
Editora: Biblioteca Azul


Uma sociedade inteiramente organizada segundo princípios científicos, na qual a mera menção das antiquadas palavras “pai” e “mãe” produzem repugnância. Um mundo de pessoas programadas em laboratório, e adestradas para cumprir seu papel numa sociedade de castas biologicamente definidas já no nascimento. Um mundo no qual a literatura, a música e o cinema só têm a função de solidificar o espírito de conformismo. Um universo que louva o avanço da técnica, a linha de montagem, a produção em série, a uniformidade, e que idolatra Henry Ford. Essa é a visão desenvolvida no clarividente romance distópico de Aldous Huxley, que ao lado de 1984, de George Orwell, constituem os exemplos mais marcantes, na esfera literária, da tematização de estados autoritários. Se o livro de Orwell criticava acidamente os governos totalitários de esquerda e de direita, o terror do stalinismo e a barbárie do nazifascismo, em Huxley o objeto é a sociedade capitalista, industrial e tecnológica, em que a racionalidade se tornou a nova religião, em que a ciência é o novo ídolo, um mundo no qual a experiência do sujeito não parece mais fazer nenhum sentido, e no qual a obra de Shakespeare adquire tons revolucionários. Entretanto, o moderno clássico de Huxley não é um mero exercício de futurismo ou de ficção científica. Trata-se, o que é mais grave, de um olhar agudo acerca das potencialidades autoritárias do próprio mundo em que vivemos.

Star Wars – A Trilogia – Special Edition
Autor: George Lucas, Donald F. Glut, James Kahn
Editora: Darkside

A saga que atravessou o espaço e inúmeras gerações de fãs retorna ao público brasileiro em grande estilo. As histórias clássicas de Luke Skywalker, Han Solo, Princesa Leia, Mestre Yoda e Darth Vader ganham as páginas luxuosas de 'Star Wars, A Trilogia'. O livro reúne os romances inspirados nos três primeiros filmes do univer-so fantástico criado por George Lucas: Uma Nova Esperança, O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi. Os três títulos chegaram a ser lançados no Brasil, sendo o último deles em 1983. Mas esta será a primeira vez que a trilogia completa é editada em nosso país num único volume, em capa dura. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.