Imortais da ABL integram selo destinado a colecionadores - Tomo Literário

Post Top Ad

Imortais da ABL integram selo destinado a colecionadores

Compartilhe

Grandes nomes da Literatura Brasileira serão publicados em tiragens restritas e numeradas

A Penalux lança um novo projeto literário, sob a curadoria dos autores Diego Mendes Sousa (idealização, organização e seleção) e Fabio de Sousa Coutinho (colaboração). Trata-se do selo Item de Colecionador, cujo foco literário será a publicação de grandes nomes da literatura contemporânea em projetos pensados para atender seus leitores mais diletos. A ideia é também a de homenagear esses autores, compondo livros que tragam um compilado seleto extraído de suas obras ou mesmo um conjunto inédito de seus textos.

O livro inaugural do selo será a obra “Hálito das Pedras”, do poeta Antonio Carlos Secchin, membro da Academia Brasileira de Letras. Obra que vai ao encontro dos apreciadores de livros raros, dos leitores apaixonados. A coletânea contempla uma seleção conceitual da poesia reunida de Antonio Carlos Secchin. A edição se limitará a apenas oitenta exemplares numerados e assinados. Os poemas desta seleta foram extraídos dos livros: A Ilha (1971); Ária de estação (1973); Elementos (1983); Diga-se de passagem (1988); Poema para 2002 (2002); Todos os ventos (2002); 50 poemas escolhidos pelo autor (2006); Cantar amigo (2017); Desdizer e antes (2017); O Galo gago (2018); e Desdizer (2018).

A proposta é a de que esses livros em mínimas tiragens já nasçam como uma raridade bibliográfica, feita sob medida para colecionadores e apaixonados por livros. 

O próximo homenageado que integrará o Selo Item de Colecionador será o poeta e filósofo Antonio Cicero, que também é membro da Academia Brasileira de Letras.  

Com este novo selo, que já começa publicando dois grandes poetas, ambos imortais da ABL, o catálogo da Editora Penalux se projeta ainda mais como repertório de uma literatura nacional de alta qualidade. 

“Hálito das pedras” encontra-se em fase de impressão e em breve (até fins de setembro) estará disponível no site da editora para compra e pronto envio (www.editorapenalux.com.br/loja).


Sobre os autores

Antonio Carlos Secchin nasceu no Rio de Janeiro, em 1952. É Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde lecionou por mais de trinta e cinco anos. Poeta, conferencista e ensaísta. É membro titular da Academia Brasileira de Letras; da Academia Carioca de Letras e do PEN Clube do Brasil. Autor de Desdizer (Lisboa, Imprensa Nacional, 2018) e de mais 15 livros, de ensaio e de poesia.

Antonio Cicero é compositor, poeta, crítico literário e  filósofo. Nasceu no Rio de Janeiro, em 1945. Como poeta, estreou com o livro Guardar (1996). Em 2002, publicou a obra A cidade e os livros. Dez anos depois, foi a vez de lançar o livro Porventura (2012), com o qual consolidou seu talento nas Letras. Em 2013, recebeu o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras (ABL), da qual é membro titular desde 2017.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages