Mundo futurista é cenário de ficção científica “Arma Humana – a Batalha Virtual” - Tomo Literário

Post Top Ad

Mundo futurista é cenário de ficção científica “Arma Humana – a Batalha Virtual”

Compartilhe

O autor Leonardo Serruya lança, com a Autografia, “Arma Humana – a Batalha Virtual”, uma obra de ficção científica futurista. Depois de anos de guerras e destruições entre as cidades do Norte e do Sul, o mundo finalmente está em paz e há uma trégua bélica. Nesse mundo vive o jovem Arthur Neves, lutador da Batalha Virtual – um esporte que mistura MMA, hologramas e superpoderes. 

Arthur, corajoso, irônico e eloquente, desafia o Rei, principal lutador da Batalha Virtual, e se vê envolvido em um plano expansionista da Arma Humana – empresa de armamentos de última geração que, na falta de uma guerra para desaguar suas produções bélicas, resolve investir, mesmo à revelia de Arthur, na Batalha Virtual. 

“Arma Humana – a Batalha Virtual” é uma eletrizante ficção científica, com surpresas a cada página virada, capaz de tirar o fôlego do leitor com sua narrativa envolvente e fluida. Misturando referências a outras obras de distopia como a saga “Jogos Vorazes”, jogos de vídeo-game e histórias em quadrinhos, o livro é perfeito para os amantes de uma boa ação tecnológica. 

Sobre o autor:

“Arma Humana – a Batalha Virtual” é o primeiro livro do estudante de direito Leonardo Serruya. O paraense de Belém, nascido em 18 de setembro de 1996, se inspirou nas diversas histórias de super-heróis que leu ao longo da vida, principalmente as criadas por Stan Lee na Marvel Comics. Após receber retornos positivos de leitores de livros de quadrinhos, Serruya resolveu colocar no papel a sua história. Uma estreia que merece ser acompanhada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages