Dia dos Namorados: três livros para você ler e amar - Tomo Literário

Post Top Ad

Dia dos Namorados: três livros para você ler e amar

Compartilhe

Dia 12 de Junho é Dia dos Namorados e o Tomo Literário traz a indicação de três livros que você pode ler rapidamente e que vão servir para inspirar seu relacionamento ou para aquecer seu coração.


Aquilo Que Te Faz Cócegas no Coração, foi publicado pela Editora CeNE e escrito por Caciano Kuffel, que tem  mais de dois milhões de seguidores nas redes sociais.

Em textos curtos e recheado de ilustrações (assinadas por Diego Barros), o livro traz uma série de crônicas, cheias de irreverência e um texto coloquial que dialoga diretamente com o leitor. A narrativa do autor tem uma ar jovem, descontraído, objetivo. 

A base das crônicas é o amor que pode aparecer na dúvida de se declarar, na percepção de que o sentimento não era aquele que se imaginava inicialmente, na ausência, nas desculpas para se manter distante; mas também revela-se na falta que a pessoa faz, no desejo de ter alguém ao lado.

Qual seria a razão do amor se ele não nos propiciasse transformação?


Soppy - Os Pequenos Detalhes do Amor, foi publicado pela Fábrica 231. De autoria de Philippa Rice o livro é ilustrado e traz uma série de detalhes do dia a dia de um casal que vai, aos poucos, revelando a solidariedade que existe entre eles. Os detalhes vão desde o fato de preparar um chá para o companheiro, ao carinho de um abraço não esperado ou simplesmente passar o tempo juntos num sofá.

A proposta do livro é demonstrar que quando duas pessoas vão morar juntas esses detalhes são o que realmente dão sentido a uma relação feliz. É um livro que pode certamente ser definido como fofo.


A outra indicação é do primeiro livro do escritor Júlio Hermann, publicado pela Faro Editorial: Tudo Que Acontece Aqui Dentro - Caras de Amor Nunca Rasgadas. São textos que falam de amor e de outros sentimentos que surgem e vão se transformando a partir do ato de amar.

Um encontro e o coração acelerado podem nos levar a fazer planos para um futuro próximo ou para a vida inteira. Um desencontro e o coração magoado podem nos levar a sensação de que a vida é inconclusa e que não há perspectivas para coisas novas. O amor. Esse sentimento controverso que nos move, que nos comove, que nos transforma, que nos agita e que nos paralisa, é o mote principal da obra.

É um livro que merece ser lido e nos mostra que não precisamos temer em falar de amor. 

Bom dia dos namorados pra vocês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages