5 Motivos para ler O Crime da Quinta Avenida - Tomo Literário

Post Top Ad

5 Motivos para ler O Crime da Quinta Avenida

Compartilhe


O livro O Crime da Quinta Avenida, da escritora Anna Katharine Green, foi publicado pela Monomito Editorial e conta com tradução de Cláudia Lemes. Confira motivos para ler o livro:

1 – Anna Katharine Green é considera da mãe da literatura policial. A escritora ficou por muito sem destaque e agora o leitor brasileiro tem acesso ao livro, por meio da publicação que teve seu projeto de lançamento como financiamento coletivo. Ser mãe da literatura policial não é pouca coisa e a escritora demonstra a razão desse título na obra magistral que apresenta ao leitor.

2 – Trata-se da primeira tradução brasileira da obra. Então, você terá a oportunidade de ler um livro, cuja única tradução em língua portuguesa, fora realizada anteriormente por Fernando Pessoa. A edição brasileira tem tradução da escritora Cláudia Lemes, que também preside a ABERST – Associação Brasileira dos Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror.

3 – Quem já está habituado com livros de literatura policial vai identificar uma série de elementos que podem ser visto em livros, filmes e séries do gênero. Por que? Anna Katharine Green é a responsável pela inserção de técnica forense na investigação do caso que é apresentado na trama. Foi ainda a primeira escritora a criar um detetive serial, ou seja, que aparece em outros livros da própria escritora e é responsável pela introdução, na trama, de um personagem que duela a investigação com o detetive principal. E para quem não costuma ler livros de literatura policial, encontrará aqui um excelente livro para debutar no gênero. A história, portanto, é incrível.

4 – Agatha Christie admirava Anna Katharine Green, inclusive citando-a em sua autobiografia. Outro escritor de renome que admirava Anna foi Arthur Conan Doyle. Se esses autores que vendem horrores até depois de sua morte admiravam a escritora, vamos dar crédito à Anna Green e se surpreender com sua história.

5 – O projeto gráfico da Monomito Editorial está incrível. A capa foi muito bem produzida e traz elementos que tem conexão com a trama. Na parte interna, tanto a diagramação como a abertura dos capítulos e das partes da obra, além dos adornos que estão presentes em todas as páginas, nos deixam no clima da trama, que foi publicada originalmente em 1878, sob o título The Leavenworth Case. Significa dizer que o livro está impecável, da história à estética.

Confira a resenha de O Crime da Quinta Avenida no Tomo Literário.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages