Rumo ao Sul – Silas House - Tomo Literário

Post Top Ad



Cumberland enfrenta uma chuva torrencial que causa uma de suas maiores enchentes. Nesse cenário caótico de devastação, que culminou na morte de pessoas e deixou outras tantas desabrigadas, encontra-se o protagonista do livro. Asher Sharp, um pastor pentecostal, mora ali com sua esposa Lydia e seu filho Justin. Asher é o líder da congregação da região.

“Eles ainda não sabiam, mas a enchente havia matado mais de quarenta pessoas e, quando as águas começassem a baixar, os corpos surgiriam no alto das árvores, presos dentro das casas ou nas margens do rio Cumberland.”

Jimmy e Stephen também são moradores do local. Casados, eles resgatam o filho de Asher que havia saído em busca de seu pequeno cachorro. Eles estão desabrigados e a esposa do pastor se opõe que ele ofereça abrigo aos homens. Aos poucos, não só ela, mas também a sociedade local, mais precisamente os frequentadores da igreja, se opõem a presença do casal homossexual. Os dogmas da igreja e suas convicções particulares relegam ao segundo plano o respeito ao outro, a empatia e a humanidade.

Asher sente-se abalado com o episódio, pois em suas lembranças ressoam as imagens de seu irmão Luke. Ele foi renegado por Asher no passado, justamente pela homossexualidade. Algo, no entanto, começa a mudar no modo de pensar do pastor e em como ele vê a vida e as pessoas que o cercam. No entanto, ele também passa a ser visto de modo diferente por aqueles que esperavam dele uma atitude contrária à presença de Jimmy e Stephen. Notadamente o desconforto do personagem com tudo começa a crescer e em uma ação que toma, o reflexo na sua vida privada e em sua atuação como membro da igreja é inevitável.

Interessante observar que temos contato com o protagonista numa fase de sua vida em que muitos acontecimentos pregressos já existiram. E eles, de certo modo, são trazidos à tona depois da enchente em Cumberland. Asher havia refletido muito sobre as questões que agora tomam a sua vida.

Rumo ao Sul, do escritor norte-americano Silas House, foi publicado no Brasil pela Faro Editorial em 2019 com tradução de Elvira Serapicos. A obra, cujo título original é Southernmost, foi um dos livros de maior sucesso no clube TAG inéditos.

As mudanças na vida de Asher são o que nos leva a uma jornada de redescobertas, de desconfortos, de afirmação de amor e de sobreposição do amor ao próximo. Contudo, essa jornada empreitada pelo protagonista, nos leva também a questionar o uso de ações tidas como delituosas em detrimento da injustiça que é cometida.

Inegável que Rumo ao Sul traz à tona e coloca em discussão assuntos que são bastante pertinentes e que nos levam a refletir sobre o preconceito, a posição da igreja em relação a homossexualidade, sobre a incoerência de quem prega amor quando confrontado com uma situação real na qual tem que usar esse amor para acolher aqueles que lhe são diferentes. O livro também versa sobre perdas, sobre relações que se desconstroem por motivações irrisórias e que poderiam ser superadas, mas não são. Fala ainda sobre entendimento e empatia, sobre pessoas que acolhem sem julgamento e respeito, sobre culpa, sobre compreensão do cenário cultural e de construção do caráter.

“O oceano pode fazer tanta coisa quando quer, e às vezes pode ficar sem fazer nada além de ir e vir, formando ondas ou mantendo calmaria. O oceano é um mistério, como Deus. Ambos são tão grandes que não podemos ver tudo ao mesmo tempo, mas podemos captar pedaços aqui e ali.”

Outra camada da história aborda a relação entre pai e filho, entre Asher e Justin (de 9 anos), portanto. Uma relação que apesar dos percalços e de todo o cenário que eles tem de enfrentar se mostra bonita e forte. Seus laços se fortalecem, ainda que existam entraves e é necessário a ambos entender as suas motivações em relação aos acontecimentos que passam juntos. O grande dilema do protagonista se coloca nessa relação. Ele poderia simplesmente romper com tudo e todos, mas tem o filho que sofre com o que está acontecendo enquanto eles fazem uma jornada rumo ao sul.

O livro tem uma narrativa fluída e é composto por capítulos curtos que compõe quatro partes da obra. Os capítulos são recheados de reviravoltas, descobertas e indagações que vão surgindo enquanto Asher se lança na jornada de fuga e de busca por seu irmão Luke, que não tinha contato com a família há muito tempo.

As injustiças precisam ser reparadas, mas sempre são? Será que todos são capazes de usar de empatia para com o outro? O perdão existe, mas é fácil perdoar? Como lidar com um fato injusto promovendo injustiça – ainda que a causa seja o amor? Como se dá a transformação de uma pessoa diante de todo o aspecto cultural e de crenças que os ronda? Há questionamentos profundos que a trama deixa para o leitor durante a leitura e após a conclusão do livro. São essas questões que estão nas entrelinhas que, a meu ver, tornam a história bastante rica. É um livro para que o leitor busque indagações que estão intrínsecas às ações dos personagens, a seus discursos, ao modo como agem diante de todas as situações que se apresentam.

A história é emocionante e os personagens criados por Silas House são bem construídos, de modo que se tornam plenamente críveis e verossimilhantes, o que torna a história ainda mais fascinante do ponto de vista das questões humanas que aborda. Ao concluir a leitura fica fácil ao leitor compreender porque o livro é um dos mais destacados no clube TAG inéditos.

Sobre o autor:

Silas House | Foto: Divulgação

Silas House é um prestigiado escritor norte-americano. Autor de mais de cinco romances, seus livros sempre aparecem na lista dos mais vendidos do The New York Times. Ele também é jornalista, crítico musical, roteirista e ativista de causas ambientais. House é conhecido pelas histórias rurais e pela elaboração cuidadosa de grandes personagens da vida comum. O autor raramente é publicado fora dos Estados Unidos, pois especializou-se em escrever sobre temas locais, paisagens rurais e a cultura dos Montes Apaches. Esta obra é uma grande oportunidade para conhece-lo. Em 2018, foi listado como um dos dez escritores mais proeminentes no país.

Ficha Técnica

Título: Rumo ao Sul
Escritor: Silas House
Editora: Faro Editorial
Edição:
Número de Páginas: 272
ISBN: 978-85-9581-056-3
Ano: 2019
Assunto: Literatura norte-americana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages