Escritora Cláudia Lemes abre campanha de financiamento coletivo da duologia Eu Vejo Kate - Tomo Literário

Post Top Ad

Escritora Cláudia Lemes abre campanha de financiamento coletivo da duologia Eu Vejo Kate

Compartilhe


A escritora Cláudia Lemes, anunciou o projeto de financiamento coletivo da duologia Eu Vejo Kate, que tem por objetivo viabilizar a republicação de um livro que foi sucesso de público e crítica e sua continuação inéditaEu Vejo Kate vol. 2, que encerra essa duologia feita sob medida para fãs de thrillers e crime scene lovers.

Eu Vejo Kate é um dos livros mais citados por leitores quando se fala em livros nacionais que tenham serial killers.

Sobre o livro a escritora Ilana Casoy escreveu: “É uma ficção mais que real”.

Para conhecer um pouco sobre Eu Vejo Kate leia a sinopse:

Uma escritora obcecada por um assassino em série que foi executado pelo seus crimes. Um agente do FBI que mergulhou fundo demais nas suas investigações. Um serial killer morto. Esses são os três narradores que juntos constroem uma trama violenta sobre o comportamento humano, sexualidade, psicologia e o que se passa na mente de um serial killer.

Quem está matando as mulheres de Blessfield?

Agora, por meio de financiamento coletivo, de modo independente, a escritora Cláudia Lemes trará aos leitores uma nova edição do primeiro livro (Eu Vejo Kate) e o segundo volume que fecha a duologia (Eu Vejo Kate 2).

Os leitores que apoiarem a campanha no Catarse, poderão ainda escolher recompensas exclusivas.

Saiba mais detalhes sobre o projeto e sobre as opções de apoio no link do projeto no Catarse.


Sobre a autora:

Cláudia Lemes nasceu em Santos – SP, mas fez uma jornada inusitada pela vida até finalmente voltar, em 2013, para sua cidade natal. Primeiro, cresceu no Rio de Janeiro, onde – sob a forte influência da mãe, professora de literatura – tornou-se uma leitora compulsiva. Dos dez aos dezesseis anos, morou no Cairo (Egito). Ao voltar para o Brasil, viveu na cidade de São Paulo, decidiu estudar criminologia por hobby – depois de passar por uma tentativa de assalto -, e nesse caminho a curiosidade pela mente de assassinos em série despertou toda sua atenção. Ao perder a mãe, em 2014, Cláudia se apegou ao prazer de escrever. Assim, depois de dez anos de pesquisa, nasceu Eu Vejo Kate – O Despertar de Um Serial Killer. A autora também publicou os livros Um Martini com o Diabo, publicado pela Editora Empíreo, Santa Adrenalina (sobre escrita), publicado pela Lendari e participa de várias antologias, além de presidir a ABERST – Associação Brasileira dos Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror. Por meio de financiamento coletivo, Cláudia publicou também o livro Inferno no Ártico.

Nota: as capas são de Marina Avila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages