Vencedor do Concurso Literário Jovem Embaixador lança obra de sonetos - Tomo Literário

Post Top Ad

Vencedor do Concurso Literário Jovem Embaixador lança obra de sonetos

Compartilhe


A poesia é um ponto de fuga para muitos e é primordial para equilibrar os discursos em tempos radicais na sociedade. Inspirado por essa necessidade de manter esse estilo textual tão importante em voga, o autor Eduardo Maciel lança o livro de sonetos “SonetATO”, com sofisticação, metrificação estrutural e sonoridade em seus versos. O evento acontece no dia 10 de dezembro, segunda-feira, na Livraria da Travessa do CCBB, no Rio de Janeiro.

“SonetATO” traz uma literatura clássica, com diversos tipos de sonetos, como o Soneto Simétrico, Soneto de Métrica Livre, Soneto de Rima Travada, entre vários outros – o que mostra a excelência do autor no assunto, valorizando o gênero textual. É um resgate cultural do tipo mais formal de poesia, tão apreciado em outros tempos, mas cada dia mais escasso. Eduardo, em “SoneTATO”, vem em defesa da formalidade, mas transformando temas corriqueiros em arte.

O autor já está trabalhando em novas publicações, todos em sonetos. O próximo volume, SonetIMAGEM, traz a interlocução entre sonetos e fotos; o terceiro, cruzando arte visual e sonetos, será o SonetARTE; o quarto será uma interlocução com a música, SonetONS; o quinto, com o cinema, SonetCINE; o sexto, comunicando sonetos com o teatro, ainda está apenas nos planos do autor; e o último livro da série, SoneTREZENTOS, volta ao formato de SonetATO, começando no 300º soneto, completando a obra de 350 sonetos.

Sobre o autor:

Eduardo Maciel sempre flertou com palavras. Ganhador de uma das edições do Concurso Literário Jovem Embaixador, foi também coautor de 2 obras através de Concurso Literário promovido pela UNESCO e parceiros locais, obras essas publicadas em 3 idiomas em 160 países. Sua produção poética persiste desde a infância, muito embora a paixão por sonetos tenha sido mais tardia. Bisneto da poetisa Auta Maciel, membro da Academia de Letras de Barra Mansa, dela herdou a habilidade com a forma escrita da arte. Dedica-se a todos os tipos de soneto já catalogados e sua obra é contínua e incessante.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages