Uau!: Leituras de Destaque em 2018 - Tomo Literário

Post Top Ad

Uau!: Leituras de Destaque em 2018

Compartilhe


O ano de 2018 está acabando e não poderia deixar de trazer para vocês, leitores, as minhas leituras de destaque do ano. São aqueles livros que ao concluir eu disse: Uau!

Vejam bem, são livros que foram selecionados entres os 118 que li ao longo do ano de 2018 e, não necessariamente, foram publicados nesse mesmo ano.

Fiz algumas releituras, como Dom Casmurro (Machado de Assis) e A Hora da Estrela (Clarice Lispector), que poderiam constar na lista, mas optei por escolher livros que me apresentaram cenários e personagens novos, com os quais eu ainda não havia tido contato.

2018 foi um ano de boas leituras e em que pude conhecer muitos novos autores (nacionais e estrangeiros) e no qual topei com uma porção de boas histórias (ainda bem). Contos, crônicas, poesias, biografias, terror, suspense, policial, romance, romance erótico e outros tantos gêneros estiverem presentes nas minhas leituras. Essa diversidade é uma característica que mantenho, porque sempre fui um leitor de vários gêneros.

Os livros selecionados me tocaram de maneiras diferentes. Alguns pelas reflexões que me possibilitaram a partir de sua leitura, outros pelos personagens criados, outros pelo estilo de escrita ou por sua estrutura, outros por terem uma trama envolvente... os motivos são os mais diversos, porque não estamos falando de uma seleção de concurso em que o critério deve ser unificado. E, olha, tem muitos livros que li que não estão na lista que são muito bons.

Confiram os livros selecionados (em ordem aleatória).

O Conto da Aia - Margaret Atwood (Rocco)

            O que me atraiu no livro foi o modo como Margaret Atwood escreve e a perspicácia de montar uma sociedade teocrática, ficcional, mas carregada de elementos que chamam o leitor à reflexão sobre a vida real. Uma obra que deixa marcas por conter nela tudo aquilo que não imagino que deva ser uma sociedade ideal: o preconceito, a misoginia, a colocação de alguém em condições subumanas pelo seu gênero, o totalitarismo, o ódio, o abuso. Não assisti a série, portanto, a minha avaliação sobre o livro não tem nenhuma ligação com o que se pode ver na tela da TV.

O Mal de Lázaro - Krishna Monteiro (Tordesilhas)

            Um livro encantador que é narrado por uma figura misteriosa e enigmática. Ela acompanha Lázaro e nos conta a sua história. Lázaro é um homem que, aos poucos, vai vendo sua pele apresentando manchas que tomam sua mão, seus braços. As camadas utilizadas pelo autor na história, as referências aos personagens que nos levam a uma analogia com a bíblia, uma obra de arte e a própria condição humana, me encantaram ao longo da jornada dos personagens (Lázaro e a narradora).

Bile Negra - Oscar Nestarez (Empíreo)

            Profundo. Um livro de terror que poderia ser só entretenimento e já estaria bom demais da conta. No entanto, caro leitor, é mais do que isso. É um livro que trata de modo metafórico a depressão e que nos faz embarcar numa história tensa e capaz de prender a atenção do início ao fim. Não à toa o livro foi o vencedor do Prêmio Aberst de Literatura na categoria Terror/Horror.

Mãos Secas com Apenas Duas Folhas - Paula Febbe (Monomito Editorial)

            Foi o segundo livro que li de Paula Febbe, mas li os três que ela tem publicado em formato físico. Deparei-me com uma escritora que tem uma marca própria, que tem estilo narrativo, que sabe construir os seus personagens de modo singular. O livro trata de um assunto bastante angustiante, a pedofilia. Mas também deixa nas entrelinhas a forma como nós julgamos os outros pela aparência. O livro todo se passa na sala de espera de um consultório médico, mas nos transporta para dentro da mente do personagem-narrador, um homem idoso e com um passado que devasta o leitor.

Eu e Não Outra - A Vida Intensa de Hilda Hilst - Laura Folgueira e Luisa Destri (Tordesilhas)

            A personagem da biografia publicada pela Tordesilhas por si só já me encanta: Hilda Hilst. No entanto, o livro é muito bem montado e apresenta um panorama amplo da vida da escritora conhecida pela pornografia. Hilda aparece na obra de modo completo, tanto no que refere-se a sua postura profissional como na sua vida privada. Passagens interessantíssimas da vida da autora são reveladas por Laura Folgueira e Luisa Destri, que assinam o livro. É maravilhoso!


Clarice - Roger Mello (Global Editora)

            Sabe aquele livro bonito fisicamente, cheio de ilustrações, que tem cores que despertam o nosso imaginário? Então, Clarice é desses livros. Não bastasse isso, ainda tem a própria Clarice, personagem encantadora, uma criança que apresenta ao leitor o seu olhar sobre a ditatura. No tempo do regime militar os livros se tornam perigosos, seus pais desaparecem e a menina, a seu modo, encara esses momentos pesados da vida política do país. Um olhar certeiro de uma criança que vê além do que lhe parece. O livro trabalha uma parte da história brasileira de maneira lúdica e com rara sensibilidade.

Inferno no Ártico - Cláudia Lemes (Independente)

            Thriller impactante, Inferno no Ártico tem uma trama que envolve e deixa o leitor estarrecido. Uma personagem que sofre com a escuridão e decide morar em Barrow, no Alasca, onde há um período longo sem sol. Por traz dessa escuridão física (por assim dizer), adentramos a escuridão da mente de um psicopata que mata em rituais satânicos e a própria escuridão do passado dos personagens. Envolvente! Surpreendente! Um livrão! Tive a possibilidade de ler Martini com o Diabo e Eu Vejo Kate, também de Cláudia Lemes. Os dois livros são ótimos e, para esse que vos escreve, Inferno no Ártico é o melhor livro da escritora (na minha humilde opinião). Aguardo ansioso pelo próximo.

Vestígios - Mortes Nem Um Pouco Naturais - Sandra Abrano (Bandeirola)

            Vestígios é um livro que encanta pela escrita da autora e pela história. Apresentando fragmentos, notícias, relatórios e relatos dos personagens a trama vai se consolidando para o leitor. Trata-se da história de um desaparecido político e sobre um agente que estaria envolvido no desaparecimento. Anos depois, de volta ao bairro da Vila Maria, os personagens tem suas histórias cruzadas, num panorama em que se discute política, apresenta relações pessoais e lembranças e apimenta com mistério e suspense, é um livro marcante, sem dúvida.

O Escravo de Capela - Marcos DeBrito (Faro Editorial)

            Até então não havia lido nada do escritor. Quando me deparei com o livro, que já havia sido recomendado por uma série de pessoas, eu simplesmente devorei.  Para começar trata-se de uma história que envolve terror real e sobrenatural. Além disso, tem um pano de fundo histórico e traz um personagem do folclore brasileiro. Foi nesse livro também que descobri o personagem mais odioso da literatura brasileira contemporânea, Antônio Batista da Cunha Vasconcelos Segundo. É um personagem para odiar pelo resto da vida. O Escravo de Capela é um livro que traça brilhantemente o retorno de um escravo que fora vilipendiado por seu senhor e que, de modo sobrenatural, ataca a Fazenda de Capela. Um livro incrível.

Infiltrado na Klan – Ron Stallworth (Seoman)

            O livro conta a história real de um investigador negro que consegue se infiltrar naquela que é a maior associação preconceituosa dos Estados Unidos, a Klu Klux Klan. Ele se aproxima de líderes da KKK e implanta planos que derrubam algumas ações da organização. A história é verídica, mas é tão incrível e fascinante que poderia facilmente ter sido criada no universo ficcional. O livro deu origem ao filme que foi o vencedor do Grande Prêmio do Juri no Festival de Cannes.


Menção honrosa

Não posso deixar de fazer a menção honrosa a outros cinco livros que poderiam facilmente figurar em listas de melhores leituras do ano. São eles:

A Capela – Jhefferson Passos (Independente)
Poemas de Vampiros – R. F. Lucchetti (Clepsidra)
Bella Máfia – Vitto Graziano (Luva Editora)
Vintém de Cobre - Meias Confissões de Aninha – Cora Coralina (Global Editora)
Stalker – Tarryn Fisher (Faro Editorial)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages