Eu, por Nazaré Tedesco e Gretchen - Tomo Literário

Post Top Ad

Eu, por Nazaré Tedesco e Gretchen

Compartilhe

Estamos na era digital! Quem nunca compartilhou ou já recebeu pelo menos dez vezes por semana gifs e memes durante conversas nas redes sociais? Que mais tarde viraram jargões para se expressar no trabalho, em casa, na faculdade e por aí vai! Atire a primeira pedra quem nunca riu de uma imagem da Gretchen chorando ou usou um personagem nervoso para brigar com alguém. A verdade é que cada vez mais a tecnologia nos aproxima de tudo aquilo que imaginamos! Podemos criar e compartilhar nossas esquisitices mais legais!

Em Eu acho que você é meio doido, sim, publicado pelo selo Outro Planeta, da Editora Planeta a ilustradora Nath Araujo apresenta toda a sua criatividade e como resolveu conviver com ela na sociedade. Com discussões divertidas, esquisitas e despojadas, Nath mostra assuntos do universo jovem com muita sinceridade, e claro, ilustrações encantadoras.

“Como é maravilhoso viver numa época em que você é capaz de expressar tantos sentimentos, frustrações e questionamentos com apenas uma imagem da Nazaré Tedesco fazendo conta. Melhor ainda é perceber que basta enviar um desenho da Mônica mexendo no computador pra pessoa entender que você quer encerrar o assunto. Você já imaginou que viveria numa época em que um GIF da Gretchen poderia dizer mais sobre a situação atual da sua vida do que qualquer outra coisa? Difícil é se manter atualizado com a quantidade de memes que a indústria da internet produz diariamente, ainda mais no Brasil, que já virou referência em exportação.” Página 78 – Eu acho que você é meio doido, sim – Nath Araujo


Sobre o livro:

Este livro é sobre você! Sempre que conheço alguém novo, essa pergunta me vem à cabeça: como chegamos aqui? Eu não chego a perguntar, porque nem todo mundo lida bem com perguntas estranhas logo na primeira conversa, mas eu penso. Vamos analisar, por exemplo, eu e você. Ao invés de ler este livro, você poderia estar lavando louça (espero não ter te lembrado de algo), esbarrando no amor da sua vida e derrubando livros do jeito mais clichê do mundo, ou construindo um dragão ciborgue. E eu? Cá estou, escrevendo, enquanto ouço o gato miar do lado de fora do quarto depois de onze tentativas de fazê-lo se comportar na presença de um computador. Eu poderia estar no Palácio de Buckingham (nem sei falar isso em voz alta), ou apenas dobrando a pilha de roupas que deixei no pé da cama, mas estou aqui. As duas possibilidades são remotas, mas elas existem, ok? A gente nunca pode se esquecer de que a vida é muito louca. O livro é exatamente sobre isso. Sobre ser quem você é, por mais doido que a ideia e você sejam. Vamos tentar esquecer a palavra “doido” por um momento, apesar de ela estar no título do livro, e focar em “você”. Você. V O C Ê. Não entendeu nada? Então corre para a primeira página...

Sobre a autora: 

Nath Araújo | Foto: Divulgação

Escritora, ilustradora, criadora de conteúdo digital e doida, Nath Araújo nasceu em 1989, em Paraguaçu, Minas Gerais, mas atualmente mora em São Paulo onde divide apartamento com seu gato Samuel. É formada em Comunicação Social, na internet faz o mesmo que fazia em seus cadernos quando criança: escreve e desenha para se divertir. Possui mais de 700 mil seguidores em suas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages