[Quotes] Sou Seu, livro de Gabriel Cordeiro - Tomo Literário

Post Top Ad

[Quotes] Sou Seu, livro de Gabriel Cordeiro

Compartilhe




Sou Seu, livro de Gabriel Cordeiro, foi publicado pela Editora Skull.

Sobre o livro:

Amélia Martinez se mudou com a mãe e o irmão caçula para São Paulo a fim de começarem uma nova vida. Com dias calmos e uma rotina que ainda se adaptava à mudanças, a garota, por consequências de uma inesperada briga, encontra-se em decadência junto a um confuso sentimento misto de amor e medo.

Nathaniel Barbieri foi o causador do desespero e medo sucedido por uma alegria em Amélia. Quando — naquele momento — ele é tudo o que ela tem, o sofisticado e influente homem de olhos esmeraldas e cabelo fogo se vê entre aceitação e negação de um amor que não deveria existir.

Quando você é um perigo para a pessoa que ama, fugiria para protegê-la? Bom, Nate fez sua escolha e agora deverá enfrentar os desafios para finalmente tê-la em seus braços.

O autor postou uma série de quotes em seu instagram (www.instagram.com/gccordeiro_).  Que tal conhecermos um pouco da obra através dos quotes? Confira:

Eu estou enlouquecido, feroz e não terei tempo para ao menos lhe tratar com dignidade. Logo quando descobri que a amo, minha vida emergiu em destruição que somente um passado marcado por ruínas pode proporcionar.

A verdade é bruta, é clara, é arrebatadora, porém, feita para ser livre como um pássaro. Tê-la presa, escondida... disfarçada só a torna avassaladora, destruidora.

O que estamos destinados a fazer não determina quem realmente somos, mas influencia nosso modo de estar sendo.
 
Eu sabia das consequências e mesmo assim decidi arriscar, pois pensava que o amor me redimiria, mas foi ele quem em desgraçou da pior forma possível.

Você está melhor. Mas agora sou eu quem precisa de você.

Não foi preciso muito para minha expressão se contorcer por completo. Meu batimento cardíaco acelerou intensamente em desespero.

A sua mesma fúria se tornou a minha logo depois que escolhi te ajudar, te salvar. Portanto, farei sua dor a minha para que não sofra sozinha, farei suas mágoas as minhas para que não chore sozinha... E, também, farei sua felicidade a minha para ter alguém que se alegre junto a ti. Seu braço direito eu serei. “Seu porto seguro”.

Parecia que somente seu corpo havia sido paralisado, pois os movimentos de seus olhos, sua respiração pesada e as inúmeras tentativas de expressar algo deixavam bem claro que sua consciência mesmo danificada estava viva e tendo empatia com a minha dor. Ele veio por mim, foi isso que percebi em seu olhar.

Ele odiava o ruivinho porque não poderia oferecer a ela o que ele oferecia. Não poderia ser o melhor para ela do que ele era até mesmo encarcerado. Era o seu ego ferido, machucado... destruído.

Para adquirir os livros da Editora Skull, acesse:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages