Terra Nostra: por que os italianos imigraram para o Brasil? - Tomo Literário

Post Top Ad

Terra Nostra: por que os italianos imigraram para o Brasil?

Compartilhe

Os primeiros imigrantes italianos deixaram a Itália a partir das últimas décadas do século XIX. Porém esse fenômeno social ganhou maiores proporções nos primeiros anos do século seguinte. Estima-se que cerca de 120 mil italianos deixam o país nativo em busca de melhores condições de vida. A imigração trans-oceânica passou a ser predominante, e os viajantes italianos tinham estabelecido três destinos principais: a dos Estados Unidos, a Argentina e o Brasil. 

Esse processo imigratório ocorreu, principalmente, devido a uma grave crise por falta de empregos, gerada, entre outros motivos, pelo processo de industrialização do país. Nos primeiros anos, 80% dos imigrantes partiram do Norte da Itália. O processo de imigração só ocorreu em massa no sul italiano no início do século XX, quando os sulistas passaram a dominar as rotas de saída do país. 

Afinal, por que muitos italianos escolheram o Brasil? 

Se por um lado, naquela época, pós-guerra, a Itália passava por um momento de estabilidade econômica e com muitas pessoas querendo buscar trabalhos em outros países, o Brasil se encontrava em situação oposta. A terra do canarinho necessitava de mão-de-obra agrícola, pois acabara de passar pelo processo de Abolição da Escravatura (1888), e via no europeu o perfil ideal para trabalhar nas lavouras. O próprio governo brasileiro chegou a fazer campanhas na Itália para incentivarem as pessoas a virem trabalhar no país. 

Alguns imigrantes estavam dispostos a criarem pequenas empresas e a prosperarem em solo tupiniquim, muitos vendiam tudo o que possuíam na Itália e investiam em áreas como a agricultura, o comércio, a prestação de serviço e a indústria. Entre os imigrantes mais conhecidos estão Francesco Matarazzo e seus irmãos, que chegaram no ano de 1881 e construíram em São Paulo um verdadeiro império industrial.

Em 1900, o império Matarazzo chegou a reunir 365 fábricas por todo o território nacional. Neste período, 6% da população paulistana dependia das fábricas da família. Devido ao seu considerado poderio financeiro, Francesco Matarazzo começou a construir a primeira residência da família em plena Avenida Paulista, no ano de 1896. A construção, que ficava localizada no número 1230 da avenida (esquina com a Alameda Pamplona), permaneceu em pé por 100 anos. Após diversas disputas judiciais entre a família e a prefeitura, a mansão foi finalmente demolida em 1996, hoje o local dá espaço ao Shopping Cidade São Paulo. 

Esse período imigratório histórico serviu como pano de fundo para uma grande produção da teledramaturgia brasileira. Em 1999, a TV Globo exibiu a novela Terra Nostra, que romanceou a história de diversos imigrantes provindos da Terra da Bota. 

Para conhecer mais sobre a terra natal de Leonardo Da Vinci e Michelangelo, a Edipro apresenta a obra “História Concisa da Italia”. Este livro mapeia a história do país desde a queda do Império Romano no Ocidente, e relata as dificuldades que a Itália enfrenta durante os últimos dois séculos para formar uma nação-Estado.


Ficha técnica:
Editora:
 Edipro
Assunto: História
ISBN: 9788572839518
Edição: 1ª edição, 2016
Idioma: Português
Tradução: Natalia Petroff
Páginas: 368

2 comentários:

  1. Olá
    Eu sou descendente de italianos. O meu tataravô veio da Itália por que perdeu tudo o que tinha e pra nao ser cobrado de dívidas, veio pro Brasil. Uma história nada glamourosa, mas real.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Os imigrantes italianos fizeram muito por esse país. As histórias nem sempre são glamorosas, como você disse, mas vale a pena conhecermos. Obrigado pela visita!

      Excluir

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages