Os Últimos Casos de Miss Marple – Agatha Christie - Tomo Literário

Post Top Ad

Os Últimos Casos de Miss Marple – Agatha Christie

Compartilhe


Os Últimos Casos de Miss Marple traz contos da simpática velhinha que gosta de tricotar e passou sua vida em St. Mary Mead. Jane Marple, ou Miss Marple como é mais conhecida, tem um faro apurado para desvendar mistérios que rondam os crimes. Ela é uma das mais consagradas personagens da escritora, ao lado de Hercule Poirot, o famoso detetive belga.

Tudo pode parecer natural aos olhos das outras pessoas, alguns casos podem até ganhar a aparência de um acidente quando os outros relatam, mas o seu faro (como o de um cão perdigueiro) diz mais. Miss Marple sente que há algo suspeito por trás da história que está sendo contada e suas suspeitas se confirmam. Ela é sagaz, como se pode ver nos romances escritos por Agatha Christie que tem a atuação da personagem.

O livro em questão foi publicado originalmente após a morte da Rainha do Crime – Agatha Christie. Foi lançado em 1979 com o acréscimo de duas histórias que estão nesta edição publicada pela L&PM Editores: A Boneca Modista e Através de Um Espelho Sombrio. A publicação lida é datada de 2012 e faz parte da Coleção L&PM Pocket (192 páginas). O livro tem tradução de Márcia Knop e Pedro Gonzaga.

O primeiro conto do livro chama-se Santuário. Nele, Bunch encontra um homem à beira da morte dentro de uma igreja no vilarejo que mora. Tudo que ele consegue falar antes de morrer é "santuário" e um nome que pode ser o do reverendo. Bunch leva o caso a Miss Marple que aciona Craddock. A velhinha descortina o caso auxiliando a polícia. 

Em Uma Piada Incomum Miss Marple é chamada para atuar depois da morte de um homem. Charmian Stroud e Edward Rossiter solicitam os serviços da "melhor detetive que poderia existir" para caçar um tesouro.

Miss Marple é lembrada pelos policiais. O inspector Slack no conto O Caso da Fita Métrica a procura a pedido do Coronel Melchett e diz: "... se a senhora não souber o que está acontecendo em St. Mary Mead, ninguém mais saberá". E é isso mesmo. Ela sempre sabe. Marple tem uma capacidade enorme de observação acerca das pessoas que vivem a seu redor. Em tal conto eles investigam o assassinato da Sra. Spenlow.

Em O Caso da Zeladora Dr. Haydock, médico de Jane  Marple, receita a ela um enigma. "Feito sob medida para a senhora. O tipo de enigma que combina com o seu estilo". E com base em um manuscrito que ele entrega a Marple, ela interpreta e soluciona o caso. 

Nem precisaria comentar que as tramas de Agatha Christie surpreendem o leitor. Com Miss Marple, a protagonista dos contos desse livro, aprende-se a observar o ser humano, a ficar atento ao que fala, como se expressa  e compreender sua "visão" de mundo. Jane sabe lidar com pessoas e tem percepção aguçada. 

O Caso da Criada Perfeita leva Miss Marple a desvendar um roubo. Primeiro uma joia que desaparece e, depois outras tantas que somem com uma personagem. A astúcia de Marple a leva a deduzir como se dera o crime. 

"E é impressionante como as coisas sempre acabam da melhor forma neste mundo."

A personagem vai ainda relatar um caso aos leitores no conto Miss Marple Conta Uma História.  Já em A Boneca da Modista temos uma boneca sinistra, assim entendida pelas personagens do conto, que acreditam que a boneca tem algo esquisito. Ela, volta e meia, muda de lugar, como se alguém estivesse usando da boneca para assustar as pessoas. Nesse conto,  a figura de Miss Marple, não aparece. Há apenas a narração da história por meio das personagens.

Através de Um Espelho Sombrio é narrado em primeira pessoa. O narrador diz logo no primeiro parágrafo: "Não tenho explicação para esta história. Não tenho teorias sobre o porquê de tudo isto. Simplesmente aconteceu." E  passa a contar o leitor o que ocorreu até o desfecho do caso.

Chegaremos então ao último conto chamado A Extravagância de Greenshaw. A sobrinha de Miss Marple vai produzir um livro sobre o velho Greenshaw e presencia um assassinato, mas nem tudo pode ser o que parece.

Marple tem um instinto investigativo aguçado e grande capacidade de desenvolver um perfil psicológico daquele (a) que comete um crime. Ao contrário do que se possa supor, nesse livro nem todos os contos, apontam a existência de um assassinato.

Como as histórias são mais curtas que um romance com uma lista de suspeitos e pistas que vão sendo deixadas ao longo da trama, é necessário que se faça uma leitura mais atenta para que o entendimento do caso não fique no vácuo. Agatha Christie, em alguns dos contos do livro, dá um desfecho mais aberto ou não tão explícito.

Uma das coisas que encantam os leitores na obra de Agatha Christie é o inesperado. Mesmo para casos que, por vezes, aparentemente sacamos quem é o culpado do crime, ela tem uma forma de demonstrar que é outro personagem, sem ferir a lógica de todo o caso. Seus livros são fantásticos.

Para concluir, vale dizer que é impossível não se encantar com as habilidades de Miss Marple, que sempre nos surpreende, tal qual a sua criadora.

Sobre a autora

Foto: Reprodução
Agatha Christie é a autora mais publicada de todos os tempos. Em uma carreira que durou mais de cinqüenta anos, escreveu romances de mistério, contos, peças de teatro, uma série de poemas e livros autobiográficos, além de romances sob o pseudônimo de Mary Westmacott. Dois de seus personagens tornam-se mundialmente famosos: o engenhoso detetive belga Hercule Poirot e a irrepreensível e implacável Miss Jane Marple. A obra de Agatha Christie foi traduzida para mais de cinqüenta línguas e muitos de seus livros foram adaptados para o teatro, o cinema e a televisão. A autora colecionou diversos prêmios ainda em vida, e sua obra conquistou uma imensa legião de fãs. Ela é a única escritora de mistério a alcançar também fama internacional como dramaturga e foi a primeira pessoa a ser homenageada com o Grandmaster Mystery Writers of America. Em 1971, recebeu o título de Dama da Ordem do Império Britânico. Agatha nasceu em 15 de setembro de 1890 em Torquay, Inglaterra, e faleceu em 12 de janeiro de 1976, após uma carreira de sucesso.

Ficha Técnica

Título: Os Ùltimos Casos de Miss Marple
Escritor: Agatha Christie
Editora: L&PM Editores
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-254-2509-6
Número de Páginas: 192
Ano: 2012
Assunto: Romance inglês

Um comentário:

  1. Olá!
    Tudo bem?
    Então... Nunca li nada de Agatha Christie, Mas a muitos anos assiste a um filme de título O Homem do Terno Marrom, que mais tarde descobrir ser um livros dela. Fiquei curiosa com Miss Marple. Tenho certeza que esse vai ser uma leitura que vai me agradar e muito.
    Amei sua resenha.

    Ana Paula Medeiros Silva
    Diário da Leitura
    http://diariodaleitura1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages