[Entrevista] Soraya Abuchaim - Tomo Literário

Post Top Ad



Soraya Abuchaim é autora dos livros “Até eu te possuir” e “A Vila dos Pecados”, além de ter contos publicados na Amazon e ter organizado antologias. Ela concedeu entrevista ao Tomo Literário e falou sobre seus livros, processo de escrita, inspiração, indicação de autores nacionais e mulheres na literatura de terror/suspense.

Tomo Literário: Quando e como você se descobriu escritora?

Soraya Abuchaim: Eu gostava muito de ler, devorava livros, mas achava uma tarefa impossível. Tinha um blog literário e acabei me arriscando a publicar pequenos contos. Após um convite de uma autora estabelecida, começamos um livro em conjunto, e eu acabei criando coragem para escrever o meu próprio, especialmente depois que minha filha nasceu e me fez pensar que era uma super mulher (risos)

Tomo Literário: A Vila dos Pecados foi publicado pela Editora Coerência. Como surgiu a ideia do livro e quanto tempo levou todo o processo da escrita até a publicação?

Soraya Abuchaim: A ideia veio da vontade de escrever uma história que se passasse em uma vila inóspita. Eu ainda mal tinha enredo, tampouco todos os personagens, mas comecei na coragem. Foi cerca de um ano para escrita e publicação.

Tomo Literário: Em Arquivos do Mal você organizou a antologia em parceria e Insanidade, você organizou sozinha. Selecionar contos de outros autores foi complexo? Como foi tocar tais projetos?

A seleção de contos é uma tarefa bastante difícil, mas compensadora. Há contos muito bons, você precisa escolher uma quantidade limitada, e a pior parte é deixar de fora autores com potencial.

Tomo Literário: Você também escreve contos e tem alguns deles disponíveis na Amazon. As plataformas de autopublicação são uma alternativa a ser utilizada pelos escritores brasileiros? Aproxima o leitor dos escritores?

Soraya Abuchaim: Eu gosto demais das plataformas de autopublicação, em especial a Amazon. Acredito ser uma tendência e uma forma de atingir mais leitores, principalmente pelo baixo custo de publicação. É claro que há ainda muito público para o livro físico, mas eu sou apaixonada pela tecnologia digital e como ela pode facilitar a vida dos escritores.

Tomo Literário: As mulheres estão conquistando espaço no cenário literário de terror e suspense. Como você sente o mercado literário brasileiro atualmente, sobretudo para as escritoras?

Soraya Abuchaim: Eu acredito que a literatura nacional vem crescendo exponencialmente. Um tempo atrás, as mulheres não se aventuravam tanto pelo terror e suspense, e eram poucas que se destacavam. Hoje, vejo que o terror tem virado tendência, e isso faz com que novos talentos surjam. Tenho lido bastante nesse gênero e posso dizer que os brasileiros não ficam atrás dos estrangeiros. Para as mulheres, sair um pouco do lugar-comum é fascinante.

Tomo Literário: O que te inspira a escrever?

Soraya Abuchaim: Eu busco minhas inspirações em livros, filmes e seriados, mas em geral, qualquer acontecimento do cotidiano pode se transformar em uma fagulha para uma história. Tenho vivido de inventar, mesmo em minha mente, e acho que é um vício do qual não pretendo me livrar.

Tomo Literário: Para você, quais são os elementos fundamentais para uma trama de suspense ou terror atrair o leitor?

Soraya Abuchaim: Eu diria, usando a expressão do momento, que os bons plot twists são fundamentais para que o leitor sinta-se preso à história. Agora, trocando em miúdos, gosto mesmo é de dizer que esse tipo de leitura precisa ter elementos que causem curiosidade, apreensão, reviravoltas, medo ou mesmo nojo no leitor. Não há fórmula certa, o que funciona para um pode não dar certo para o outro, o importante é descobrir o que o seu leitor gosta.

Tomo Literário: Tem algum novo projeto literário vindo por aí? Pode nos contar um pouco sobre ele?

Soraya Abuchaim: Tenho alguns (vários) projetos. O terceiro livro está saindo do forno, ainda em negociação de publicação e ele será um suspense com toque de magia negra, embora pincelada de forma fictícia, pois não quis me ater a nada “real”. O título é “Pelo sangue que nos une” e, no momento, ele passa por coach literário.

Também, pela primeira vez, estou me aventurando em um drama, em parceria com outra autora, para escrever uma história que se passará na época da Segunda Guerra Mundial. Estamos animadas com a perspectiva, eu em especial, por ser bem diferente do que estou acostumada.

Há coletâneas e antologias também vindo por aí.

Tomo Literário: Que autores você recomenda ou quais autores influenciaram o seu trabalho como escritora?

Soraya Abuchaim: Eu recomendo alguns autores nacionais: Juliana Daglio, Glau Kemp, Jadna Alana, Evelyn Santana, Bruno Oliveira, Raphael Miguel, Raphael Montes, Cesar Bravo, Bianca Sousa, Carolina Mancini, entre tantos outros maravilhosos, a lista seria imensa.

Eu tenho me inspirado em muitos desses nacionais, mas meu mestre maior é e sempre será Stephen King. Eu sou apaixonada pela escrita dele. Claro que, no geral, qualquer bom livro me inspira, mas essa entrevista ficaria imensa se eu entrasse em detalhes (risos)

Tomo Literário: Que livros, de quaisquer gêneros, você indicaria aos leitores e de que maneira esses livros te tocam?

Soraya Abuchaim: Tenho muitos para indicar, mas tentarei ser breve. Todos eles me tocaram de uma forma profunda, tanto pela reflexão que me trouxeram quanto pelo que me ensinaram.

Tigres em dia vermelho – Liza Klaussman (suspense com romance)
Saco de Ossos – Stephen King
Um passado sombrio – Peter Straub (suspense)
Meu pé de laranja lima – Mauro Vasconcellos (romance em que mais chorei)
Menina Má – William March (terror)
Ultra Carnem – Cesar Bravo (terror)
Laços – Bianca Sousa (fantasia)

Tomo Literário: Quais são as suas expectativas ou sonhos como escritora? Quer ter algum livro publicado fora? Deseja vê-los virando um filme? Enfim, conte-nos seus sonhos.

Soraya Abuchaim: Eu quero conquistar mais leitores e continuar produzindo histórias para os leitores que já me acompanham. Pretendo escrever pelo menos mais dois livros o ano que vem, fazer uma segunda edição da minha primeira história, um thriller chamado Até eu te possuir, que também será lançado na Amazon Estados Unidos em inglês em 2018 e participar de quantas antologias me convidarem (risos).

Eu amaria meu livro A Vila dos Pecados virando filme, é um sonho que acho que todo escritor acalenta. Quem sabe um dia.

Tomo Literário: Quer deixar algum comentário para os leitores?

Soraya Abuchaim Só tenho a agradecer aos leitores que estão ao meu lado, para todos os momentos. Sem eles, eu não seria nada. Cada um deles mora no meu coração e tem minha eterna gratidão.

Saiba mais sobre a escritora

Soraya Abuchaim mora no interior de São Paulo, é casada, mãe e apaixonada por livros, tendo como mestre Stephen King. Ama vinho e histórias que tenham sangue, e não vê problemas em matar alguns personagens quando necessário. Começou a escrever contos de forma despretensiosa em seu blog literário Meu Meio Devaneio e, de uma ideia simples, surgiu seu primeiro livro, um thriller chamado Até eu te possuir. Hoje, ela trabalha em outros projetos literários, incluindo contos de terror na Amazon, como Madrugada Macabra e Excursão Noturna, podcasts e participação em diversas antologias de suspense e terror.

A Vila dos Pecados

Final do século XIX. Enquanto o mundo passa por transformações importantes, existe uma vila inóspita, que vive à margem da civilização e que tem as suas próprias e estranhas leis.

Lendas escuras a rondam e histórias macabras sobre Ponta Poente povoam o imaginário popular.

Quando o padre Alfonso Anes, um exemplo vivo de amor e resignação, chega à vila para substituir o seu antecessor, depara-se com segredos que o farão duvidar da própria sanidade, e uma onda de mortes trará o caos para aquele lugar ermo.

Quem estará a salvo? Serão estes segredos o fim de quem os esconde? O que esse universo tenebroso revelará para o mundo?

Um suspense sinistro, que envolverá completamente o leitor e o levará a compartilhar dos segredos da Vila dos Pecados.

Maldito Seja

Maldito seja é uma história de terror densa que através do fantástico se aprofunda na maldade da mente humana. A nova geração do terror nacional traz para dentro de casa uma história de bruxaria que atravessa o tempo. Um romance gótico de época banhado a sangue, capaz de adentrar os mais profundos medos e trazer para realidade seus demônios.

Vila Sombrio é um lugar escondido no Sul de Santa Catarina. E seria comum se não guardasse o acesso para um povoado guardado no tempo, a morada de um Clã bruxo. Seus segredos serão revelados e uma guerra se aproxima.

Até eu te possuir

Johanna Dorne é uma mulher que perdeu todas as pessoas que amou. As tragédias de sua vida começaram com um acontecimento marcante quando ela tinha 13 anos.
Três décadas depois, ela se transformou em uma mulher solitária, confusa e inclinada à autocomiseração, que não consegue manter contato social com ninguém. Até conhecer Michel Brum, um homem charmoso e misterioso que a resgata de sua vida patética, devolvendo-lhe a felicidade há tanto tempo perdida. Só que Michel acaba mostrando que não é tão perfeito assim, e um segredo mortal jogará Johanna novamente em um abismo.


Todos os livros de Soraya Abuchaim podem ser adquiridos pelo site:

Acompanhe a escritora nas redes sociais


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages