[Entrevista] Gabriel Tironi - Tomo Literário

Post Top Ad



Gabriel Tironi é autor do livro Amor em Degradê, além de ter participações em antologias e fanfic no Wattpad. Ele falou ao Tomo Literário sobre seus livros, novos projetos, indicações de autores e livros, e muito mais. Confira a entrevista na íntegra.
 
Tomo Literário: Como foi o seu primeiro contato com a literatura?

Gabriel Tironi: Meus pais não possuem muita instrução, assim como a maioria da minha família. Muito embora meus pais quisessem que eu estudasse, não importavam-se tanto com os meus estudos, sobretudo com a leitura. Para eles, apenas trabalhar garantiria a sobrevivência. Mesmo neste meio, quando cheguei no ensino fundamental e ainda mais no ensino médio, fui muito incentivado pelas professoras de literatura e português e passei a fazer visitas frequentes à biblioteca, pois não tinha dinheiro para comprar meus próprios livros. Lembro-me muito de uma coleção chamada "Meus monstros". A partir disso surgiu minha grande paixão pela leitura e escrever foi apenas uma deliciosa consequência com a qual eu ligo até hoje.

Tomo Literário: Amor em Degradê foi lançado em 2017. As poesias do livro foram preparadas especialmente para a publicação ou foi a reunião de vários de seus textos ao longo de um período?

Gabriel Tironi: Como parece clichê para os poetas, na minha adolescência sofri um pouco de preconceito por ser um menino com um quê romântico, então muitos dos meus poemas eu mesmo joguei fora. Na verdade, tudo. Passei anos sem escrever, mas há uns dois anos a vontade despertou em mim ao conhecer alguns amigos escritores pelo Facebook que me disseram que eu tinha talento. Portanto, desde o final de 2016 e início de 2017 me concentrei nos poemas, sem pretensão nenhuma. Depois, a fins de organização, compilei tudo em um "livro". Só depois, com relutância, decidi enviar às editoras e acabou por dar certo.

Tomo Literário: Como foi o processo de composição do livro e qual o maior desafio?

Gabriel Tironi: Acho que o maior desafio vem depois do livro escrito. A revisão, mudanças, achar uma editora... escrever, em si, exige muita pesquisa e dedicação, mas não é nada impossível. Acho que escrever ainda é a parte mais fácil de todo o processo na vida de um escritor.

Tomo Literário: Você publicou uma fanfic – Corações do Tempo – que apresenta um romance entre Shawn Mendes e a apresentadora Ana Maria Braga. Como surgiu essa ideia? E como foi a repercussão com os leitores?

Gabriel Tironi: Surgiu de um sonho um pouco — muito — estranho. Sonhei que os dois estavam nos "amassos" e, quando acordei, fiz a capa e uma pequena parte do que seria depois o capítulo 1 e postei em um grupo de Wattpad no Facebook. O que veio depois eu jamais imaginei. Muita gente ficou sabendo dela, pois ganhou certa repercussão. Saiu até em uma live da Revista Capricho. Eu fiquei assustado, no início, mas depois curti o momento. Foi bom. Muita gente leu a FanFic e gostou da minha forma de escrever, depois leram Amor em Degradê, no Wattpad também, e alguns acabaram tornando-se meus amigos e comprando o meu livro em versão física.

Tomo Literário: Como é a sua experiência com a ferramenta Wattpad e como você vê o uso da plataforma para os escritores?

Gabriel Tironi: Conheci o Wattpad através de alguns amigos. Acredito que a plataforma seja uma pequena revolução no seio da literatura, principalmente nacional. Sabemos que editoras são difíceis, e esses mecanismos digitais são ótimas ferramentas nas mãos desse novos escritores, com livros que já chegaram a milhões de leituras. Embora a maioria deles depois migre para a Amazon ou para algumas Editoras, acredito que a plataforma por si só é de grande valia.

Tomo Literário: O que te inspira a escrever?

Gabriel Tironi: Não sei ao certo. Só flui. Eu gosto, é algo que surge naturalmente, como respirar. Às vezes não estou pensando em nada, abro meu teclado e pronto, tenho em mãos um poema ou um conto. Então eu escrevo o que sinto; geralmente mando para meus amigos ou posto nas redes sociais. Escrevo por ser o que amo e minha inspiração é esse amor. O que me faz continuar é esse amor e o amor que alguns leitores sentem pelo que escrevo. Bem, é isso. Nada especial, só a realidade.

Tomo Literário: Quais são as suas expectativas de escritor para o  futuro?

Gabriel Tironi: Eu costumo não criar expectativas. Seria hipocrisia dizer que não me importo em ser reconhecido pelo meu trabalho mas, para mim, se eu conseguir mudar a vida de alguém, trazer algo de bom para alguém com meu trabalho, acredito já ter válido a pena. Escrevo, sim, por amor, e, se acontecer de dar certo, melhor. Se não, continuarei escrevendo pois é algo que alimenta o eu, Gabriel. É o que eu faço de bom e no que eu dou o meu melhor.

Tomo Literário: Que autores você recomenda ou quais autores influenciaram o seu trabalho como escritor?

Gabriel Tironi: Eu não sei dizer ao certo se há algum escritor que tenha influenciado minha escrita, mas posso dizer que "Jogando Xadrez com os Anjos", da Fabiane Ribeiro, fora uma marco em minha vida, assim como vários outros livros nacionais. Minha poesia, pelo menos sua estética, fora muito baseada nos livro de Nietzsche. Pois é, diferente. Mas autores como Eduardo Spohr, Andreia Evaristo e Augusto dos Anjos são alguns dos que eu mais admiro. A Hospedeira, da Meyer, também foi muito interessante para minha jornada, até mesmo como pessoa.

Tomo Literário: Que livros, de quaisquer gêneros, você indicaria aos leitores e de que maneira esses livros te tocam?

Gabriel Tironi: Como já disse acima, Jogando Xadrez com os Anjos e A Hospedeira são dois livros maravilhoso para mim. Me fizeram refletir MUITO sobre várias coisas. O Garoto no Convés, de John Boyne e O colecionador de Lágrimas, do Cury, também.

Tomo Literário: Está preparando algum novo projeto literário? Pode falar um pouco sobre ele?

Gabriel Tironi: Sim. Comecei um projeto totalmente diferente do conteúdo que eu já produzi até agora. A princípio é um livro que fala de amor, mas do amor transcendente, do amor de Deus. É um pouco sobre religião, amor e todo mundo. Tipo contos, com vários assuntos nesta mesma temática. Estou me arriscando um pouco, mas também estou confiante. É algo sobre o qual me sinto feliz em escrever.

Tomo Literário: Quer deixar algum comentário para os leitores?

Foto: Reprodução
Gabriel Tironi: Pode parecer um discurso batido, mas, primeiro, quero agradecer. Nós escritores só existimos graças a vocês. Os mundos que criamos só existem por causa de vocês. Obrigado! E outra: nunca, jamais, em hipótese alguma desista. Você consegue, lute pelos seus sonhos. Tudo pode parecer pesado, mas no final da chuva... vocês já sabem.

Saiba mais sobre o escritor

Gabriel Tironi tem 19 anos e vive em uma pequena cidade chamada Luiz Alves, em Santa Catarina. Graduando em Ciências Sociais, publicou um de seus escritos na II Antologia de Poesia Brasileira Contemporânea, pela Chiado Editora. Posteriormente, publicou seu próprio livro, Amor em Degradê, pela Editorial Hope, e participou da Antologia Contos e Encontros do Coração, da mesma editora. Sua paixão pela escrita e pela leitura, hoje, constituem o centro de sua vida acadêmica e social.

Conheça os livros

Amor em Degradê

Amor em Degradê é um livro de poesias que nos leva a viajar na elegante paleta de cores do amor; passando pelos tons de cinza, representando os sentimentos mais aflitivos, aos tons de outono, de sentimentos mais saudosos e finalmente nos leva aos tons de rubro, que nos remete a fase mais febril do amor.

Observamos nesses versos a leveza e a sensibilidade oscilante que a paixão desperta, e, que como em uma paleta de cores vai ficando cada vez mais Degradê. Possui poesias cativantes, de uma leveza flutuante, cheias de intensidade pela qual o poeta nos cativa a analisarmos nosso próprio eu interior. Trata-se de um livro cheio de explosão de sentimentos e sonhos dosados na medida certa em seus versos perfeitos e construídos com esmero.

Disponível no site da Editora Hope.

Tem degustação no Wattpad. E o e-book está disponível na Amazon.

Contos e Encontros do Coração

O Amor pode nascer dividindo uma xícara de café em um lugar chamado Café de Amores, quebrando a Rotina em um jardim de uma única Flor Roxa. Amor Adolescente ou um (Des)encontro com um Garoto de Moletom Azul. O Amor pode Renascerc om uma Visita (in)esperada numa prova de Amor Incondicional , Impressionando Anjos como Um Cometa Num Sonho. Amor que pode durar uma vida em uma Espera e ter uma sobrevida em Ultimas cartas, revelando o que existe Dentro de Nós. Amor d’um Sertão, de qualquer outro lugar... revelado no Pacto Daqueles Dois que Minha Alma Te Ama.

Disponível no site da Editora Hope.



II Antologia de Poesia Brasileira Contemporânea

A Antologia de Poesia Brasileira Contemporânea "Além da Terra, Além do Céu" reúne cerca de 1500 poemas escritos em língua portuguesa por autores nascidos em todo o Brasil.

Disponível no site da Editora Chiado.










Corações do Tempo

Durante uma turnê, em entrevista à Ana Maria Braga, Shawn Mendes se vê preso em uma paixão avassaladora, desafiando os limites do preconceito. Entrando em hiato para que pudesse permanecer no Brasil e viver seu grande amor, o único medo do casal é: como irá reagir Louro José? As barreiras da idade impedirão o amor, mais uma vez? Descubra e se perca neste Corações do Tempo.

Disponível no Wattpad.





Acompanhe o escritor nas redes sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages