10 Livros Nacionais de Terror - Tomo Literário

Post Top Ad



Era sexta-feira 13 quando publiquei aqui no blog uma lista com dez livros nacionais de terror indicados por leitores/escritores no Facebook e no Instagram. Foram muitos os livros indicados, então agora trago mais dez livros, já que hoje é dia 31 de outubro – Dia das Bruxas. Prepare seus doces e/ou travessuras e confira a lista e as sinopses dos livros indicados.

Os Cinco Demônios
Camila S. Aguirre
Novo Século

Um século de completa paz se passou desde que o quinto e último demônio foi aprisionado numa urna de prata e sepultado junto aos seus. Gabriel, seu captor, acreditou que tudo estivesse acabado e que conseguiria repouso de suas caçadas. Ansioso, ele aguarda o momento certo para contar a Fernando, seu afilhado, a verdade que guardou a sete chaves por tanto tempo. Enquanto Sally luta para atingir seu objetivo cruel de despertar o maldito Boris, um dos cinco, Fernando se vê soterrado pelas mentiras de Gabriel e nem imagina sua verdadeira relação com o vampiro que seu padrinho aprisionou. Os cinco demônios é um livro cheio de suspense e reviravoltas, capaz de roubar-lhe o sono com sua trama intrincada de traições, perseguições de tirar o fôlego e lugares habitados pelo medo. Prepare-se para essa aventura e cuidado: não alimente os vampiros!

Poker com o Diabo
Italo Guimarães
Editora Garcia

O diabo esteve entediado em seu mundo, então decidiu fazer um jogo memorável: uma partida de poker! Selecionou a dedo seus adversários entre os residentes do inferno para que o jogo fosse perfeito. O prêmio? A liberdade do sofrimento eterno! mas quem conseguirá vencer o Senhor do Abismo? Sem trapaças... apenas a sorte.

Nesta história de suspense e horror pessoal, descubra como a alma humana pode esconder segredos mais obscuros do que se possa imaginar. Na mesa do Diabo, as cartas dão as regras.



Horror Adentro
Oscar Nestarez
Editora Kazuá

Horror Adentro é uma obra que reacende a chama da literatura fantástica, revelando situações na fronteira entre a razão e a insanidade, nos interstícios entre a morte e a vida, no suspense da sublimidade e fugacidade das coisas. Trabalhados ora sob o aspecto sublime, ora grotesco, seus treze contos têm como eixo central as obscuridades da mente e as relações ocultas entre indivíduos, objetos e situações.

Gravitando inventivamente entre gêneros clássicos da literatura fantástica, Oscar Nestarez honra a influência dos mestres da vertente do horror e modela com habilidade a tensão da leitura, em contos que tocam o extraordinário assim como o bizarro. O escritor explora em sua obra as relações entre o insólito e o erotismo, o estranhamento em países longínquos, o cotidiano prosaico que ganha ares sobrenaturais, além de uma série de outros motivos.

Lázaro – A Maldição dos Mortos
Vinicius Fernandes
Selo Jovem

Avenida Paulista - 18h00min Três carretas. De dentro delas, mortos-vivos são liberados, espalhando o caos pela cidade de São Paulo. Do dia para a noite, a sociedade tem suas estruturas abaladas e entra em colapso. Ao mesmo tempo, Luca, seu tio e amigos tentam a todo custo escapar do pesadelo. Mas sair da cidade não é o fim, e sim apenas o começo da era dos mortos-vivos. De onde eles vêm? Será que a maior cidade da América Latina resistirá? Do autor de "Graham - O Continente Lemúria", "Lázaro - A Maldição dos Mortos" tem um ritmo frenético que prende o leitor da primeira à última página.



Fúria
Rodolfo Pomini
Independente

Rosa Valasquim desmaiou com uma caneta; Sandro Moriel foi posto para dormir com clorofórmio; Yasmin Ivanova estava na piscina quando mãos estranhas a agarraram; Thomas Gerald ganhou um soco que o deixou desacordado; e Müller Cosmus estava mais pra lá do que pra cá por causa do álcool quando lhe tiraram do sofá. Um jogo de gato e rato começa assim que eles despertam e recebem a visita de mascarados loucos para trazerem o inferno até eles. Enquanto encaram a realidade de que há um superior no comando e que essa pessoa de alguma forma os observa. E realmente o Chefe está em sua sala, de olhos na rede de televisores montados na mesa, acompanhando os mandatários fazerem uma vítima por vez. As lembranças foram esquecidas por cinco, mas permaneceram guardadas por um.

Equilibrium
Décio Gomes
Editora Coerência

Luca é um consultor espiritual que possui um dom que vai além de conversar com espíritos. Ele nasceu com um olho azul e um castanho. O olho castanho vê o mundo dos vivos. O olho azul vê o mundo dos mortos. Retirado de sua vida pacata por um misterioso senhor interessado em uma consulta espiritual particular, Luca descobre ser o único capaz de quebrar as regras do universo além-vida. Graças a isso recebe uma missão: atravessar ao Reflexo, o mundo paralelo dos mortos, para encontrar o Equilibrium, o ser responsável pela manutenção do fluxo de espíritos vagantes que descontroladamente se acumulavam no mundo dos vivos. No Reflexo, uma visão distorcida e espelhada de seu próprio mundo, Luca encontrará uma grande aventura, assim como ferozes inimigos e também uma nova amiga que o ajudará em sua busca alucinante através das ruas habitadas por centenas de espíritos vagantes.

Estranhos Mistérios do Recife Assombrado
Roberto Beltrão
Editora Bagaço

Reunião de crônicas investigativas sobre mitos, lendas e boatos que provocam calafrios nos recifenses. São 18 capítulos com enigmas medonhos da capital pernambucana. No livro, o jornalista Roberto Beltrão fala sobre o fantasma de uma bela mulher loira que assusta homens desavisados nas madrugadas do Bairro de São José; mostra porque a Cumade Fulozinha - menina encantada guardiã das matas - também é vista nos arredores do Parque de Dois Irmãos; revela que as velhas botijas continuam a despertar a ganância de muita gente; e conta que os vigias noturnos integram a categoria profissional que mais testemunha aparições fantasmagóricas – superando até os coveiros!



A Caixa de Natasha
Melvin Menoviks
Novo Século

Um estranho retrato pendurado no corredor da casa de sua avó causa um assombroso fascínio no jovem Alfredo, em “O retrato tétrico”. Duas irmãs sozinhas em casa em um dia nublado, frio e silencioso revelam um segredo que talvez devesse ter permanecido oculto para todo o sempre, em “As inocentes”. A mais pura essência do medo e do terror, personificada em “Malpurga”, é finalmente superada por um homem no começo da velhice – será?

A caixa de Natasha e outras histórias de horror reúne 17 contos, 3 poemas e uma narrativa longa do estreante Melvin Menoviks. As histórias, originais e aterrorizantes, exploram várias facetas da ficção de horror, desde o terror psicológico sutil até o exagero escatológico de sangues e carnificinas, passando por todos os sinistros mistérios que existem entre esses dois extremos.

Não se atreva! Após tensão e suspense crescentes, a atormentadora revelação final de “A caixa de Natasha” poderá causar pesadelos eternos mesmo no mais corajoso dos leitores.

Contos de Alguns Lugares
Paul Richard Ugo
Autografia

Qualquer acontecimento bizarro ou inexplicável, tem seu lugar nos contos de Paul Richard Ugo. Uma estréia literária desse porte merece a saudação: “Incrível! Fantástico! Extraordinário!”. Tal qual o título do programa radiofônico de Henrique Foreis Domingues, o Almirante, que arrepiava os ouvintes da Rádio Tupi entre as décadas de 1940 e 1950.

Mesmo quem não acredita no sobrenatural, acabará suspendendo sua descrença ao ler os Contos de Alguns Lugares. A cada virada de página o leitor é fisgado pelo encanto e o clima de mistério presentes em cada história. Inegavelmente o melodrama e as coincidências são levadas ao extremo e afiguram-se ao absurdo. Remetem sempre a sincronicidade. Afinal, o terror e a assombração habitam um mundo impreciso daquilo (ou daqueles) que não estão mais aqui.

De média ou curta duração os contos entrelaçam cenários e personagens de diferentes épocas. O que será que as governantas e as ratazanas têm em comum? A resposta está em “Madeleine”. Já em “O Fado de Antônio”, um serial killer português tem a vida marcada pela própria família composta por fanáticos religiosos. Ainda tem o chef que guarda segredos “além túmulo” nas suas criações gastronômicas. E para estremecer de vez: a estrada cobra os gatos mortos, portanto cuidado ao dirigir... Para citar algumas, entre as vinte e duas histórias de ficção fantástica que não vão parar de martelar na cabeça do leitor.

Treze
Duda Falcão
Avec Editora

Ao abrir as páginas desse tomo, você encontrará 13 contos de horror, bem ao estilo das antigas narrativas weird. No universo de Duda Falcão habitam monstros antediluvianos, demônios, vampiros, bruxas, feiticeiros e criaturas reanimadas trazidas das garras da morte. Pessoas comuns transitam nesse mundo das trevas, desde estudantes universitários a fotógrafos, detetives despreparados e crianças inocentes. Confira essa obra e trilhe os caminhos inusitados do pulp.

Um comentário:

  1. Olá, tudo bem?
    Não conheço muitos livros de terror, apesar de gostar bastante do gênero. Pretendo ler mais livros nacionais, para dar uma força aqueles autores pouco conhecidos, mas que muitas vezes escrevem histórias maravilhosas. Não conhecia nenhum dos livros citados acima, mas vou anotar para procurar depois.
    Enfim, gostei da postagem!

    Beijo
    cantinhodaescritaa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Post Bottom Ad

Pages