10 excelentes livros sobre gestão


Sobre gestão e liderança há uma infinidade de livros. Trata-se de uma fonte quase inesgotável para discussão no universo acadêmico e corporativo. As pessoas, em busca de crescimento em sua jornada profissional (sendo líderes ou não), tem necessidade de conhecimento e de afiar sua mente e seus atos com o que é esperado no dia-a-dia de uma empresa. Ser líder não é tarefa fácil e, talvez por isso, tenhamos nos catálogos de grandes editoras uma série de títulos que tratam do tema. Separei 10 excelentes livros que não podem faltar na biblioteca de um gestor ou que podem auxiliar oqualquer pessoa a entender mais acerca da gestão e do ser humano.

Inteligência emocional – Daniel Goleman
Editora: Objetiva – Número de Páginas: 372 – Ano 1996

Inteligência é emocão. QI não é destino. O fascinante e convincente livro 'Inteligência Emocional', de Daniel Goleman revela que a nossa visão sobre este assunto ainda é muita estreita. Ao contrário do saber científico que dominou o mundo ocidental no últimos séculos, Daniel Goleman revoluciona conceitos mostrando que o QI de uma pessoa não é garantia de sucesso e felicidade. No Brasil, o livro de Goleman tornou-seu um verdadeiro fenônemo editorial com mais de 400 mil exemplares vendidos. Utilizando inovadoras pesquisas cerebrais e comportamentais, Goleman, PhD pela Universidade de Harvard, mostra porque pessoas de QI alto fracassam e outras, cujo quociente é mais modesto, apresentam uma trajetória de vida de sucesso. O livro de Goleman ainda derruba um outro tabu: o mito de que a inteligência seria determinada pela genética. Para o cientista, a inteligência está ligada à forma como negociamos as nossas emoções. A inteligência emocional seria esta capacidade de autoconsciência, controle de impulsos , persistência, empatia e habilidade social.

O Gerente-Minuto – Kenneth Blanchard e Spencer Johnson
Editora: Record – Número de Páginas: 112 – Ano 2004

Várias empresas de porte no Brasil e no mundo já adotaram o programa revolucionário criado por Kenneth Blanchard e Spencer Johnson em 'O Gerente-Minuto', um manual de três regras básicas, muito fáceis de serem aplicadas, que produzem excelentes resultados em um curto espaço de tempo: - Objetivos-Minuto: como estabelecer objetivos e padrões de desempenho e fornecer o feedback de que seus funcionários precisam para realizar suas tarefas melhor; - Elogios-Minuto: como obter um alto nível de desempenho e aumentar a produtividade através do reforço positivo; - Repreensões-Minuto: como recolocar vencedores em potencial no caminho certo para um desempenho superior. A tese de Goleman está baseada numa síntese original, feita a partir de pesquisas e recentes descobertas sobre o funcionamento do cérebro. Ele mostra como a inteligência emocional pode ser alimentada e fortalecida em todos nós, principalmente na infância, período no qual toda a estrutura neurológica encontra-se em formação. 

Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes – Stephen R. Covey
Editora: Best Seller – Número de Páginas: 448 – Ano 2005

Considerado um dos livros de negócios mais influentes de todos os tempos pela revista Forbes, Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes já teve mais de 15 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Esta miniedição reúne os tópicos essenciais do programa de sete passos desenvolvido por Stephen R. Covey, que mostra como alcançar a paz de espírito e adquirir confiança por meio dos princípios que caracterizam as ações bem-sucedidas e a felicidade duradoura.

Quem mexeu no meu queijo? – Spencer Johnson
Editora: Record – Número de Páginas: 112 – Ano 2003

Uma parábola que busca revelar verdades sobre mudança. É uma história sobre quatro personagens, dois ratos e dois humanos do mesmo tamanho dos roedores,  que vivem em um labirinto em eterna procura por queijo, que os alimenta e os faz feliz. O queijo é uma metáfora daquilo que se deseja ter na vida, seja um bom emprego, um relacionamento amoroso, dinheiro, saúde ou paz espiritual. O labirinto é o local onde as pessoas procuram por isso - a empresa onde se trabalha, a família ou a comunidade na qual se vive. Nesta história, os personagens se defrontam com mudanças inesperadas. Um deles é bem-sucedido, e escreve o que aprendeu com sua experiência entre as paredes do labirinto.

O monge e o executivo – James C. Hunter
Editora: Sextante – Número de Páginas: 144 - Ano 2004

Você está convidado a juntar-se a um grupo que durante uma semana vai estudar com um dos maiores especialistas em liderança dos Estados Unidos. Leonard Hoffman, um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, é o personagem central desta envolvente história criada por James C. Hunter para ensinar de forma clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes. Se você tem dificuldade em fazer com que sua equipe dê o melhor de si no trabalho e gostaria de se relacionar melhor com sua família e seus amigos, vai encontrar neste livro personagens, idéias e discussões que vão abrir um novo horizonte em sua forma de lidar com os outros. É impossível ler este livro sem sair transformado. 'O Monge e o Executivo' é, sobretudo, uma lição sobre como se tornar uma pessoa melhor. James C. Hunter, o autor, é instrutor e palestrante nas áreas de liderança funcional e organização de grupos comunitários.

Como se tornar um líder servidor – James C. Hunter
Editora: Objetiva – Número de Páginas: 144 – Ano 2006

Com 700 mil exemplares vendidos, O Monge e o Executivo se tornou um dos mais influentes livros sobre liderança já publicados no Brasil, disseminando conceitos inovadores que estão sendo debatidos e adotados por empresas, universidades, escolas, famílias e indivíduos em todo o país. O outro livro de James C. Hunter, 'Como se Tornar um Líder Servidor', tem dois objetivos: o primeiro é compilar de maneira simples, concisa e clara os princípios da liderança servidora apresentados em seu livro anterior. O segundo é proporcionar um guia que facilite a aplicação desses princípios em sua vida e no trabalho. Este livro mostra que o desenvolvimento de liderança e a construção do caráter são a mesma coisa – ambos exigem mudança. Os princípios da liderança servidora podem ser aprendidos e aplicados por quem tem a vontade e a intenção de mudar, crescer e melhorar.

A arte da guerra – Sun Tzu
Editora: Sapienza – Número de Páginas: 178 – Ano 2006

O maior tratado de guerra de todos os tempos. 'A Arte da Guerra' é sem dúvida a Bíblia da estratégia, sendo hoje utilizada amplamente no mundo dos negócios, conquistando pessoas e mercados. Não nos surpreende vê-la citada em filmes como Wall Street (Oliver Stone, 1990) e constantemente aplicada para solucionar os mais recentes conflitos do nosso dia-a-dia.. Realista e moderado, Sun Tzu acreditava que, na guerra, o ideal é vencer sem combater. Predecessor de Clausewitz, escreveu seu tratado 600 anos antes de Cristo - e até hoje é atual.

O livro de ouro da liderança – John C. Maxwell
Editora: Thomas Nelson – Número de Páginas: 200 - Ano 2011

John C. Maxwell, o maior treinador de líderes da atualidade, passou os últimos dez anos pensando em escrever este livro. O Livro de Ouro da Liderança’ descreve uma jornada que começou em 1964, quando ele tinha 17 anos. Aos 22, Maxwell assumiu seu primeiro cargo como líder. Aos 29, convenceu-se de que tudo começa e termina com a liderança. Juntamente com essa crença, desenvolveu uma paixão: a de estudar e ensinar sobre o assunto.As lições passadas por Maxwell em ‘O Livro de Ouro da Liderança’ são fundamentadas em suas experiências pessoais, ao longo se toda a sua vida como líder. Seus conselhos são importantes na escalada em busca da liderança. Cave a sua pepita de ouro e descubra como se tornar um grande líder.


Não se desespere – Mario Sergio Cortella
Editora: Vozes – Número de Páginas: 144 – Ano 2013

O livro traz profundas reflexões que contribuem na formação para a prática do controle emocional, característica é tão exigida atualmente no mercado de trabalho, sobretudo para os cargos de liderança. 'Não se desespere' nos convida a ir em busca do bem-viver. Acolher instantes deliberados de paz interior e sentir a prazerosa sensação mental, ainda que provisória, da aparente suspensão do fluir do tempo, permitindo um distanciamento das aflições cotidianas e uma recusa momentânea às perturbações que o existir nos oferta. Afinal, a humanidade acumulou conhecimentos e experiências ao longo de milênios, que a Ciência, a Filosofia, a Arte e a Religião expressam em forma de orientações para o nosso viver diário e de respostas às indagações centrais de nossa existência. Essas fontes nos sugerem como atitude sábia a recomendação; Não se desespere!

A arte de pensar claramente – Rolf Dobelli
Editora: Objetiva – Número de Páginas: 216 – Ano 2013

'A arte de pensar claramente' - do fundador do Zürich Minds e ex-diretor do grupo Swissair, Rolf Dobelli - reúne pesquisas inovadoras de economia comportamental, psicologia e neurociência para abordar erros cognitivos recorrentes. Com trânsito livre no alto escalão do mundo corporativo, Dobelli também se surpreendeu com a sucessão de falhas de interpretação que levou à crise de 2008, especialmente num ambiente no qual deveria predominar a racionalidade. No livro, o autor aponta 52 armadilhas crônicas e afirma que erros de pensamento são desvios sistemáticos em relação ao raciocínio e ao comportamento ideais, lógicos e sensatos. Formado em Ciências Empresarias e com PhD em Filosofia da Economia pela Universidade St. Gallen, na Suíça, Dobelli chama atenção para a repetição dos mesmos enganos, quase sempre numa mesma direção, e insere ao debate a tendência humana para a ilusão e excesso de confiança no processo de tomada de decisões e escolhas. Ao buscar compreender os mecanismos que induzem a mente humana ao erro, valendo-se de conhecimentos da psicologia, evolucionismo e da ciência cognitiva, Dobelli lista em A arte de pensar claramente a reincidência de tais equívocos e esmiúça o quebra-cabeça do raciocínio humano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.