Primeiros Contos de Truman Capote – Truman Capote



Primeiros Contos de Truman Capote, foi publicado pela Editora José Olympio em 2016 (157 páginas) e conta com tradução de Clóvis Marques. Como diz o título, a obra traz os primeiros contos de Capote. Tais contos foram escritos pelo autor ainda em sua juventude. Na obra, como revela o posfácio escrito por David Ebershoff – autor do livro A Garota Dinamarquesa -  há vários elementos que depois se consolidaram em outras produções de Truman Capote, como a empatia.
 
Seus escritos iniciais, nos quais estão abarcados esses quatorze contos que compõe o livro, trazem um autor que está em busca de burilar seus textos. São textos com fluidez e bem escritos, do início da carreira de um autor que teve obras de grande referência, como o livro jornalístico A Sangue Frio e Bonequinha de Luxo (que teve sua versão cinematográfica estrelada por Audrey Hepburn).

Os contos apresentam personagens que estão quase na marginalização. São pessoas à beira da morte, solitárias, que estão em outro ambiente que não o seu habitual, ou seja, pessoas que estão circulando fora dos holofotes sociais. Esses elementos tratados já nos contos iniciais se consolidaram depois, aparecendo notadamente em todos os outros livros do autor.

Quando se trata de um livro de contos do mesmo autor é quase impossível não comparar as histórias que são apresentadas. Apesar, se é que podemos dizer apesar, de serem contos do início da carreira do escritor, todos os contos selecionados mantém o mesmo nível de qualidade.

Os contos em questão foram descobertos na Biblioteca Pública de Nova York. Alguns foram publicados na revista da escola que Capote frequentava, outros nem chegaram a ser publicados. Os textos, mesmo sendo curtos e possibilitando uma leitura rápida, apresentam personagens com bastante profundidade. Truman Capote tem belas criações que fazem com que o leitor tenha empatia (olha a palavra citada no posfácio) pelos personagens presentes nas histórias.

“Eu era tão jovem que nem imaginava que um dia ficaria velho, que um dia poderia morrer.” Do conto Senhorita Belle Rankin.

O leitor vai se deparar com a morte, que pode ter uma aparente beleza para quem vê um corpo estendido com umas belas camélias, em conto com uma trama interessante que evoca reflexão sobre beleza, envelhecimento e morte.

Em “Se eu te esquecer”, por exemplo, a personagem vive as lembranças de um amor que sente por um rapaz desde a infância. A iminente partida dele mexe com ela. Ao contrário de tudo que se espera, ela não quer ser esquecida. Os relacionamentos, muitas vezes, despertam egoísmo, como o de ser lembrado sempre, ainda que exista a distância física e não mais exista laços.

“Ele era um índio, um detetive, um senhor de terras, um príncipe de contos de fadas, era um anjo, conseguiria escapar dos ladrões pelo matagal – e, principalmente, estava feliz e tinha duas horas inteiras só para si.”  Trecho do conto Isto é para Jamie, um dos meus favoritos do livro, ao lado de O Trânsito para o Oeste.

Os contos flertam com a morte de personagens, a aparência, a sanidade, a chegada de uma pessoa de outra etnia em meio a outras de etnia distinta. Retrata a solidão, até da solidão na infância e fala da ausência de um lar. Como dito anteriormente, são pessoas que não recebem os holofotes sociais. Ocupariam lugar secundário, mas ganham o protagonismo nos contos do livro. Capote dá a eles visibilidade sem pintar um cenário de fantasia, dá a elas uma voz, coloca nelas os sentimentos que as afligem. Se utiliza de arquétipos e até de clichês e estereótipos, mas revelando sua inspiração em personagens marginalizados. A empatia, refletida na vulnerabilidade dos personagens que cria, é sentida nos contos de Truman Capote.

Um ótimo livro de contos!

Foto: Reprodução
Sobre o autor

Truman Capote nasceu em 30 de setembro de 1924, em Nova Orleans. Em Nova York viveu com a mãe e o segundo marido dela. Trabalhou como Office-boy na The New Yorker no início da década de 1940. A publicação de seus primeiros contos no Harper’s Bazaar firmou sua reputação literária quando estava na casa dos vinte anos. Seu romance Outras Vozes, Outros Lugares, história gótica sobre a chegada à idade adulta e a novela A Harpa de Ervas, consolidaram sua fama precoce. O interesse de Capote pelo assassinato de uma família no Kansas o levou à uma prolongada investigação que serviu de base para A Sangue Frio (1966), com certeza, seu livro mais festejado e conhecido. Truman Capote morreu em Los Angeles em 25 de agosto de 1984, depois de anos de problemas com drogas e álcool.

Ficha Técnica

Título: Primeiros Contos de Truman Capote
Escritor: Truman Capote
Editora: José Olympio
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-03-01271-3
Número de Páginas: 157
Ano: 2016
Assunto: Contos
Primeiros Contos de Truman Capote – Truman Capote Primeiros Contos de Truman Capote – Truman Capote Reviewed by Tomo Literário on 12:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui seu comentário.

Tecnologia do Blogger.