[Entrevista] Nilton Trovó



Nilton Trovó é autor do livro A Legião dos Anjos Dourados. Confira a entrevista que o escritor concedeu ao Tomo Literário em que fala sobre a obra, inspiração, novos projetos e dicas de leitura. 

Tomo Literário: Como foi que você despertou o seu lado escritor?

Nilton Trovó: Lembro de ainda ser criança quando fiz uma fanfic da Caverna do Dragão. O problema era que a história não tinha nada de bom, extremamente horrível. Creio que foi aí que despertei este lado escritor, mesmo que na época eu não tenha o levado a sério. Porém, a escrita sempre foi uma grande brincadeira e espero que continue assim. 

Tomo Literário: Como surgiu a ideia do livro “A Legião dos Anjos Dourados”?

Nilton Trovó: A ideia surgiu quando eu comecei a ler “A Batalha do Apocalipse” do Eduardo Sphor. O engraçado é que nunca gostei de ler e sempre corri de livros. Eu comecei a escrever A Legião dos Anjos Dourados escondido, com medo da reação das pessoas, afinal, eu nunca escrevi e nunca li nada, como iria escrever um livro? Demorou até que eu tivesse coragem de mostrar os primeiros capítulos para alguém. Bom, depois que tomei coragem foi questão de dar segmento a trama e nunca mais parar de escrever.

Tomo Literário: Quanto tempo levou todo o processo da escrita até a publicação e qual foi o maior desafio?

Nilton Trovó:  Eu levei cerca de dois anos e meio para escrever o livro e mais dois anos para encontrar uma editora que se encaixasse em meus planos. E meu maior desafio foi submeter meu trabalho aos olhos críticos de outras pessoas. Claro que recebi muitos nãos e a cada não a gente se imagina mais longe do nosso objetivo. A cada não você repensa todo seu livro e começa a se perguntar se ele é realmente bom ou não. Até que o sim aparece e toda a insegurança vai embora. Gosto de dizer que escrever não é difícil, o difícil é aceitar que nem todos vão gostar do que você escreve. Realmente este foi meu maior desafio.

Tomo Literário: O que te inspira a escrever? Tem alguma particularidade, como a escolha do lugar, o período do dia ou um método que adota?
 
Nilton Trovó: Eu tenho uma peculiaridade que nenhum outro autor tem, ou pelo menos diz não ter. Gosto de escrever em lugares movimentados, barulhentos, com bastante pessoas. Todo mundo diz que se deve achar um lugar calmo, sem ninguém, se trancar em um quarto ou até escrever de madrugada. Para mim, isso não funciona. Ler e escrever tem de ser em lugares com movimento de pessoas. Em relação ao período ou método eu não tenho nenhum especifico, a única coisa que eu faço é: onde posso levar meu notebook ou um caderno, sempre estarei escrevendo. 


Tomo Literário: Está trabalhando em algum novo projeto literário? Pode nos contar?

Nilton Trovó: Estou me concentrando em um grande projeto. Algo que está testando todas minhas habilidades de escritor e contador de história. O Amanhecer dos Titãs será uma história um pouco extensa que abrangerá uma nova realidade para mim. Resolvi deixar os anjos um pouco de lado, pelo menos por enquanto e abordar um novo mundo. Estou nas primeiras páginas, batalhando com cada ponta nova que aparece nesta história que prometo: será inovadora.

Tomo Literário: Que autores você recomenda ou quais autores influenciaram o seu trabalho como escritor?

Nilton Trovó: Sempre indicarei o mesmo autor, Eduardo Spohr, afinal, foi ele quem me levou a escrever. Claro, escritores como George Martin e Stephen King dispensam apresentações, mas também são minhas indicações.

Tomo Literário: Que livros, de quaisquer gêneros, você indicaria aos leitores e de que maneira esses livros te tocam?

Nilton Trovó: Eu costumo ler livros de fantasia ou mesmo de terror e se fosse para indicar um livro seria Sonho Febril de George R.R Martin – contradizendo o que eu acabei de dizer. Esse livro foi uma surpresa para mim que, até então, não tinha lido nada de Martin a não ser as Crônicas de Gelo e Fogo. A questão de como o livro me toca é relativa, já que cada um tem uma percepção diferente. Eu procuro em livros uma fuga da realidade, algo que me leve a aproveitar ao máximo o tempo que estou gastando ali – ou ganhando.


Tomo Literário: Quer deixar algum comentário para os leitores?

Nilton Trovó: Apoiem a literatura nacional e todo seu englobo. Blogs, editoras pequenas, booktubers e tudo que se relaciona com a nossa rica literatura. Vejo infinitos post na internet enaltecendo certo autor internacional apenas pelo fato dele não ser brasileiro e muitas vezes seu livro é horrível, sem nenhum appeal. Por isso eu digo para apoiarem os nossos autores. Precisamos nos unir se quisermos que a literatura nacional seja respeitada no mundo inteiro.  

Conheça o livro do autor:

A Legião dos Anjos Dourados
A Volta dos Cavaleiros do Apocalipse

Céu e Inferno protagonizam uma guerra milenar, tão antiga quanto a criação do próprio universo. Tal batalha sempre envolveu os dois extremos dos mundos, porém, esta guerra está prestes a se estender para Terra. Lúcifer está em posse de um pergaminho celeste e pretende soltar os quatro Cavaleiros do Apocalipse e começar o Fim dos Tempos. Em meio a sua trama, um querubim é proibido de viver em seu refúgio e decide escolher a Terra como moradia. Adryan pode não saber, mas é o único que pode deter os planos de Lúcifer, e para isso, contará com a ajuda de Alice, uma Nefelim que encanta o coração do alado. Desta paixão secreta surge um amor capaz de ganhar a guerra e vencer as barreiras da morte.

Disponível na Amazon.


[Entrevista] Nilton Trovó [Entrevista] Nilton Trovó Reviewed by Tomo Literário on 07:00 Rating: 5

3 comentários:

  1. Grande prazer participar do Tomo Literário!

    ResponderExcluir
  2. افضل شركه تنظيف مسابح بالرياض وافضل وسائل التنظيف تواصلو معنا نصلكم اينما كنتم
    تنظيف مسابح بالرياض
    تنظيف المسابح مهم حدا فى حياتنا لما لها من اهميه كبيره جدا فى حياتنا فقط كل ما عليكم الاتصال والتواصل مع شركه زين للتخلص من اى شوائف ومن اى مخالفات فى المسبح تمتلك شركتنا افضل واعلى وسائل التنظيف وافضل العماله المدربه على اعلى مستوى كما ان الشركه تعرص خصومات هائله لعملائنا الكرم
    تنظيف مسابح

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Tecnologia do Blogger.