[Entrevista] Vina Ferreira



A escritora Vina Ferreira concedeu entrevista ao Tomo Literário. Ela falou sobre carreira, processo de escrita, desafios do escritor, dicas de livros e muitas outras coisas. Saiba mais sobre a autora e aventure-se em seus livros. Confira!

Tomo Literário:  Conte-nos como foi o início de sua carreira literária.

Vina Ferreira: Olha, de verdade, eu nem sei se tenho uma carreira literária, eu sou muito realista e me vejo como uma gota num oceano enorme. Eu amo escrever, sempre gostei e sempre escrevi pequenos textos. Depois de adulta eu fui trabalhar como Secretária Executiva e uma das habilidades exigidas pela profissão é a escrita, então eu passei a redigir mais e escrever mais, mas, de uma forma técnica, pois escrevia ofícios, cartas e por fim, projetos.

Escrever livros aconteceu de uma forma muito natural, não foi nada planejado, eu já contei essa história e acho até que você conhece, mas vamos lá. Eu estava no aeroporto de Guarulhos esperando um vôo para Chicago, onde ia participar de um Congresso do meu trabalho. Estava sem nada para fazer e tinha que esperar por duas horas e meia, então me sentei em uma das mesas de um café, abri meu computador e escrevi 40 páginas de uma história que estava na minha mente já há algum tempo. Meu vôo chegou e eu fechei o computador, isso foi em 2011, só voltei a mexer no arquivo em 2015.

Pois bem, em 2015 eu tive uma mudança no meu trabalho e passei a ter mais tempo livre, foi então que me lembrei do arquivo, voltei para ele e em duas semanas conclui  a história, porém, eu não lancei o livro de imediato. Primeiro fui “fuçar” na net para saber o que deveria fazer se quisesse publicar e foi nesse momento que descobri a Editora Illuminare.

Eles tinham acabado de lançar um edital para uma antologia que se chamava Os Desconhecidos, eu li e achei que deveria participar e foi assim que publiquei pela primeira vez. Participei da antologia com o conto Perdido na Escuridão, foi uma experiência maravilhosa. Depois disso tive coragem de enviar o manuscrito para a Editora que me apoiou muito no lançamento do Eternidade e posso dizer com todas as letras, que tive muita sorte de encontrar a Illuminare no meu caminho, meu sonho se concretizou de uma forma deliciosa, sem traumas, como vejo muitas histórias por ai. Foi um momento mágico que jamais esquecerei e sou muito grata a Rosana Mierling por me conduzir nesses primeiros passos.

Enfim, esse foi o inicio de tudo!

Tomo Literário:  Eternidade é um livro que fala de amor, erotismo e sobrenaturalidade. Como surgiu a ideia do livro?

Vina Ferreira: Eu sempre gostei de histórias sobrenaturais, de fantasia, na verdade a vida real me assusta um pouco, eu fujo do convencional e da realidade. Tenho uma visão de mundo real que me incomoda muito, como diria o nosso grande Renato Russo, que eu amo por sinal, “a humanidade é desumana” e isso me perturba.

Escrever para mim é algo mágico, me abre possibilidades de ir  para outros mundos onde tudo pode, tudo é possível. Então, quando comecei a escrever eu queria deixar fluir o mundo que habitava a minha alma, um mundo novo, com uma raça não humana, mas repleta de humanidade, sem egoísmos e capaz de amar profundamente e foi assim, naturalmente que o Eternidade nasceu, num misto de fantasia e realidade a história de Luna (humana) e Armando (não humano) se concretizou e quando eu voltei e reli a história pela primeira depois de escrevê-la, eu me apaixonei e pensei, o mundo precisa saber disso.

Tomo Literário: Qual foi o maior desafio durante o processo de publicação?

Vina Ferreira: Bom, para mim foi finalizar o livro, isso porque eu fiz tudo sozinha, para você ter uma idéia, eu não sabia o que era diagramação e não tinha idéia da importância disso para se publicar um livro. Eu tive que aprender muita coisa e é aí que entra a Illuminare. A Rosana teve muita paciência e literalmente, me ensinou a escrever um livro.

Publicar um livro é processo que eu divido em duas partes, primeiro a parte mais fácil que é escrever. Depois vem a parte mais complicada que é transformar a escrita em um livro. É preciso ter consciência de que quem publica está mostrando parte de si para o mundo, pois qualquer pessoa pode ler a sua história, portanto, ela deve sim estar bem escrita e ser bem apresentada com uma diagramação bonita e adequada ao texto. É importante também ter uma bela capa e claro, um conteúdo que chame a atenção e leve o leitor a ler o livro todo, afinal esse é o objetivo de quem escreve e publica, ser lido!

Tomo Literário: Universo Obscuro é um romance erótico, gênero que tem atraído a atenção de leitores. O que eles podem encontrar nesse livro?

Vina Ferreira: Ah Universo... Universo Obscuro é um livro baseado em histórias de pessoas que conheci e aprendi a respeitar. Eu sou uma mulher de 51 anos, quando eu era mais jovem o mundo não era tão visível como é hoje, principalmente quando assunto era sexo. Pois bem, eu conheci o mundo BDSM através dos livros, eu leio muito e sempre gostei o gênero erótico.

Eu participei da antologia Os 7 Pecados Capitais da Illuminare (olha ai a editora de novo na minha vida) com o conto Universo Obscuro, que foi publicado.  Porém, o assunto BDSM sempre me despertou uma certa atenção e muita curiosidade, então, depois de publicar o conto os personagens passaram a falar comigo, eu fui ignorando, mas um dia um amigo chamado Luiggi me chamou e disse: - Você precisa escrever a continuidade do seu conto! Foi o que bastou, daquele dia em diante eu “fucei” muito para descobrir um pouco das peculiaridades do mundo BDSM e foi assim que o conto se tornou um livro.

Eu entrei para um grupo de dominadores e submissas durante alguns meses, fiz grandes e bons amigos, que me contaram parte de suas experiências no mundo secreto do BDSM. Eu me inspirei em suas histórias e criei o delicioso encontro de Laila e Dom Roberto. É uma história de amor, de desejos obscuros e secretos que sempre existiram na alma de uma mulher comum, mas que precisavam de um homem especial para despertá-los e assim se desenrola a história, entre encontros e desencontros, sombras e escuridão, medos e desejos e por fim, amor, mas um amor adulto, diferente e intenso... agora chega, não vou falar mais nada (rs), você tem que ler.

Tomo Literário: Você tem livro lançado por editora, mas também já fez publicação independente. Como foi a experiência da publicação independente?

Vina Ferreira: Então Eudes, minha publicação independente é só na amazon, que é o livro Universo Obscuro, eu não fiz publicação dele em papel. Os outros trabalhos que constam na minha página foram publicados em antologias da Illuminare e o Eternidade é o meu único livro publicado em papel.

Minha opinião sobre a experiência de publicar na amazon.com é bem positiva, pois eu tive muitas leituras e várias avaliações e olha que eu não sou uma pessoa que divulgo em massa os meus trabalhos, sou bem tranquila em relação a isso.  Eu não vivo dos meus livros, escrever para mim é uma paixão, além disso, eu trabalho muito e tenho pouco tempo para divulgar, por isso eu vibro quando fico sabendo que alguém leu algum dos meus trabalhos.

Tomo Literário: Tem algum projeto literário vindo por aí? Pode nos antecipar informações?

Vina Ferreira: Bem você sabe que Eternidade é o primeiro de uma série que eu chamo de Novo Mundo, o segundo livro Reencontro está prontinho, com capa, diagramado e revisado, mas, não quero publicá-lo digitalmente, quero publicá-lo em papel e para isso preciso de grana. Como na vida sempre temos outras prioridades que são mais urgentes, meus livros ficam aguardando o momento certo. Acredito que até o final do ano, no mais tardar início do ano que vem eu possa realizar esse sonho.

Além do Reencontro, que é a história de Andrew e Mariana, eu tenho também o Recomeço, que é a história de Jean e Alice, também está finalizado e diagramado, falta apenas a revisão ortográfica. E por fim, o quarto e último livro da série Libertação, que estou terminando de escrever, conta a história de Bob e Angel.

Todos os livros são independentes, as histórias se interligam e todas se iniciam no Eternidade.

Tomo Literário: Como você definiria a escritora Vina Ferreira?

Vina Ferreira: Uma mulher sonhadora, com uma mente insana e uma alma muito inquieta, que está sempre tentando descobrir o mundo, suas diferenças e particularidades. Eu amo a vida e acho fantástico as diversidades existentes nela. Acho que o mundo é enorme e que tem lugar para todos, que todos somos diferentes e que estamos aqui para nos descobrirmos, aprendermos uns com os outros e evoluirmos como seres humanos.

Escrever para mim é algo libertador e o melhor de tudo, me trouxe amigos! A arte de escrever me aproximou de muita gente que eu não conhecia, abriu muitas oportunidades de crescimento e aprendizado e isso é muito rico e faz eu me sentir especial. Precisa mais?

Foto: Reprodução
Tomo Literário: Quais autores você recomenda ou quais autores influenciaram o seu trabalho?

Vina Ferreira: Influência sem dúvida veio de J. R. Ward e da série Irmandade da Adaga Negra. Quando eu li o primeiro livro dela eu viajei, era exatamente o mundo que eu desejava viver. Os rituais, a união dos irmãos, o amor dos guerreiros pelas suas fêmeas, me fez desejar desesperadamente que o mundo fosse real. Mas, infelizmente, é só uma fantasia, então quando eu comecei a escrever o Eternidade, foi uma forma de criar o meu próprio mundo de fantasia, afinal a história tem muito de mim e dos meus sonhos.

Tomo Literário: Que livros, de quaisquer gêneros, você indicaria aos leitores e por qual motivo?

Vina Ferreira: Para quem gosta de fantasia, assim como eu, eu recomendo ler a série IAN da J. R. Ward, é apaixonante.  Também curto muito os livros da Lara Adrian, da série Midnight Breed, adoro a série Os Cárpatos da Christine Feehan, enfim, fantasia está sempre a frente nas minhas escolhas. Mas, eu sou bastante eclética, gosto mesmo é de uma boa história. Por exemplo, eu amei o livro da Rô Mierling, Diário de uma Escrava, é uma leitura completamente fora do meu padrão, pois é extremamente realista, mas a história é ótima e me prendeu do início ao fim. Também li a série da família Sullivan da Bella Andre. Li Ju Mendes, Juliana Costa, Jhefferson Passos, Márcio Muniz,  Danilo Barbosa, Elisete Duarte, Bia Campista, enfim, acho que já li um pouco de tudo e indico todos os autores, porque cada qual no seu estilo, mas todos muito bons.

Tomo Literário: Deseja deixar algum comentário para os leitores?

Vina Ferreira: Só um muito obrigada!

Muito obrigada por me deixar entrar na vida de vocês através das minhas histórias, muito obrigada por me permitirem ter vocês como meus amigos e por estarem presentes de alguma forma no meu dia a dia.

Eu garanto que todos os dias aprendo alguma coisa com vocês e tenho certeza que isso me torna uma pessoa melhor, que no meu ponto de vista, é essencial.

Infelizmente o mundo está cada vez mais hostil e solitário, com cada um lutando e pensando em si mesmo, buscando formas de se dar bem sem se preocupar com o seu próximo, isso é triste, mas ao ver as pessoas que me procuram no face e conversam comigo com tanto carinho, com palavras verdadeiras e positivas, eu penso: “Shirley talvez a humanidade não seja tão desumana” acho que ainda vale a pena acreditar e lutar pelo que acreditamos, afinal, se desejamos um mundo melhor, devemos começar por nós mesmos, então boralá mudar o mundo!

Beijos da Vina!

Foto: Reprodução
Conheça um pouco mais da autora

Vina Ferreira é pseudônimo utilizado pela autora Shirley Spernega,  51 anos, vive em Barra Bonita, uma pequena cidade do interior de São Paulo, com seu marido e seus cinco cachorrinhos que foram resgatados da rua em situação de abandono.

É graduada em Pedagogia e Secretariado Executivo Bilíngüe, gosta muito de ler livros de fantasias e sobrenatural, adora cinema e tem um gosto bastante eclético para filmes e músicas.
Leitora voraz, que num dia qualquer, decidiu compartilhar sua inquietude com o mundo, permitindo que seus fantasmas saíssem do esconderijo obscuro de sua mente, se transformando em histórias picantes, repletas de amor e fantasia.

Vina Ferreira é um alter ego, que veio para demarcar o território do erotismo em seus livros, através de uma linguagem ardente e muito sensual.

Conheça os livros da escritora
 
Eternidade (Editora Illuminare)
Livro 1 da série Novo Mundo (em português e espanhol)

Uma decisão de vida e morte, mas a decisão pela vida, também representa a morte.
O que fazer?

Luna é uma mulher de 27 anos, filha única, solteira, independente e que sempre se sentiu fora do contexto do mundo em que vive. Quando criança ela se sentia rejeitada por seus amigos de escola e se isolava. Depois de adulta, teve pouquíssimos amigos e alguns relacionamentos ruins, a forma como ela aprendeu a lidar com o sentimento de rejeição foi jogando toda a sua energia na sua carreira profissional, mas como isso não era suficiente para aplacar os seus momentos de solidão, ela criou um ser imaginário que lhe fazia companhia, mas o que ela não sabia, era que os seus desejos podiam ser ouvidos.

Por conta da sua dedicação e por ser uma pessoa altamente comprometida com o seu trabalho, depois de pouco tempo trabalhando em uma empresa no Brasil recebeu uma promoção para assumir uma diretoria e foi cotada para desenvolver um projeto que a levou para Lisboa/Portugal. Nessa viagem, ela descobre um mundo novo, onde fantasia e realidade se misturam e quando ela acha que finalmente encontrou o seu lugar no mundo, o destino, que sempre dá as cartas, a obriga a tomar uma decisão e essa decisão envolve as únicas pessoas que sempre a amaram e a aceitaram como ela é!

Eternidade é um romance sobrenatural que cria um conflito entre o que real e o que é fantasia, envolvendo sonhos, erotismo e amor eterno.

Disponível na Amazon.

Universo Obscuro (Independente)
Livro único

Laila é uma mulher madura, vive uma vida perfeita e desejada pela maioria das pessoas normais. Mas ela não é normal, ela é inquieta e esconde alguns desejos sombrios que nunca compartilhou com ninguém, nem mesmo com seu marido, Pierre. Seus desejos a levam por um caminho perigoso e por um tempo, Laila se permite libertar a sua escuridão, mas Pierre a puxa novamente para a vida perfeita e ela volta para o mundo das pessoas normais.

O tempo passa, Laila engole os seus segredos mantendo-os trancafiados dentro de si, mas o destino joga na cara dela, sem nenhuma piedade, que controlar a vida não é uma de suas tarefas. Uma fatalidade muda o seu mundo bruscamente e suas sombras voltam a assombrá-la.

Tentando aplacar os seus desejos sombrios, Laila decide compartilhar a sua realidade, disfarçada em uma história de fantasia. Um livro, uma história que faz dela uma escritora de sucesso, mas também a leva a um novo encontro com o seu passado, lhe forçando a encarar as sombras adormecidas na sua alma e dessa vez, ela não tem mais como fugir e se esconder.

Universo Obscuro é uma história vivida em um mundo nebuloso, repleto de desejos secretos e sombrios, mas é também uma história de amor, demonstrando que nem sempre a escuridão é algo negativo, porque afinal, sem a escuridão, não haveria luz!

Disponível na Amazon.

O Segredo de Nina

Nina é uma mulher muito bonita e uma talentosa profissional. Ela é forte e altamente controladora, porém, esconde um segredo que a afasta de qualquer relação de afetividade que possa acontecer em sua vida.

Quando algum homem tenta se aproximar, ela foge! Mas no dia em que ela encontra Guto, jovem, irreverente e dono de um sorriso especial, Nina percebe que pode sair da escuridão.

Disponível na Amazon.





Amor e Sacrifício

Alemanha, 1939 a 1945, período da Segunda Guerra Mundial, o horror estava instalado no mundo! O genocídio nazista contra os judeus aniquilava com aproximadamente onze milhões de pessoas. A guerra entre os povos mudava a vida de milhões de pessoas, pessoas comuns, que cuidavam de suas casas, que amavam suas famílias, que acreditavam em Deus. O mundo era um caos e já não havia mais fronteiras.

Em meio a tanta morte e dor, que dominavam os dias das pessoas residentes em Dresden, na Alemanha, Nelson, um soldado em combate, sem se dar conta, descobre o seu grande amor... Leona, uma mulher valente não só em seu nome, mas em sua alma, capaz de enfrentar a morte para proteger sua família e ludibriar o próprio destino, para se permitir viver e amar.

Disponível na Amazon.

Participação em Antologias (Editora Illuminare)

Os Desconhecidos - Conto Perdido na Escuridão
Amores de Desamores - Conto O Segredo de Nina
7 Pecados Capitais - Conto Universo Obscuro
Segunda Guerra Mundial - Conto Amor e Sacrifício

Acompanhe a escritora nas redes sociais


Eriberto Henrique traz poemas reflexivos sobre fim de um ciclo em Poemas do Fim do Mundo



Em Poemas do Fim do Mundo, Eriberto Henrique reúne uma série de poemas que foram escritos por ele durante boatos, por uma profecia, de que o mundo estava chegando ao fim. O autor produziu textos reflexivos sobre sua vida e tudo ao redor, em tom de despedida, encerrando um ciclo e recebendo um novo mundo.

Com palavras tocantes, Poemas do Fim do Mundo fala de diversas vidas, com assuntos dos mais profundos aos mais “ordinários”, das pessoas que vêm e que vão. Utilizando figuras de linguagem como metáforas e rimas, Eriberto prende o leitor e faz pensar, ao mesmo tempo em que entretém. É o livro perfeito para carregar a todo canto e para ser lido a qualquer momento. 






 
“SUBLINHADAS
Amor que não fica voa para onde não sabe,
Segue como veleiro sem levas
Em um mar de águas turbulentas.
Pássaro sem ninho num inverno rigoroso,
Que treme de frio,
Frio mais que frio,
Congelando veias pós-modernas,
Em poesias sublinhadas
Nas linhas do destino.”

Sobre o autor:

Eriberto Henrique da Silva nasceu em 04 de abril de 1985, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, PE. Cursa Letras na Uninassau. Poeta e ilustrador desde criança, tem mais de 1600 poemas escritos. Também escreve cartas, crônicas, contos e romances. Participou do fanzine Mundo Lama Livre Caos no ano de 2009 e da antologia Verão Caliente no ano de 2015.

[Resumo da Semana] 13 até 19 de agosto de 2017



Veja o que aconteceu no Tomo Literário no período de 13 até 19 de agosto. Teve entrevista, indicações literárias, resenhas, lançamentos e muito mais informações literárias.

13 de Agosto – Indicações Literárias de João Paulo Silva, do blog O Viajante das Estrelas.

14 de Agosto – Resenha do livro Confissões do Crematório, de Caitlin Doughty, publicado pela DarkSide Books.

15 de Agosto – O primeiro livro de dez escritores brasileiros.

15 de Agosto – Às vezes acontece-me esquecer quem sou, livro de Luis Ene, é publicado no Brasil pela Editora Penalux.

15 de Agosto – E-book Mitos e Verdades sobre o TDAH - Entendendo para incluir é disponibilizado gratuitamente.

16 de Agosto – Resenha do livro Coma, de Carol Dantas, publicado pela Editora Illuminare.

16 de Agosto – Resultado do Sorteio do livro Outrora: Crônica de Uns Dias Perdidos, do escritor Jayme Mathias Neto.

17 de Agosto – Indicações Literárias de Flávia Bergamin no blog Você é Tão Livro.

17 de Agosto – Escritor Pablo Madeira lança livro com editora de Juiz de Fora.

18 de Agosto – O primeiro livro de dez escritoras brasileiras.

18 de Agosto – Entrevista com o escritor Alexandre Braoios, autor do livro Coisas de Menino, publicado pela Editora Illuminare.

18 de Agosto – Nova graphic novel da DarkSide Books, Atômica, leva o leitor para os becos de Berlim.

19 de Agosto – Resenha do livro A Hora da Estrela, de Clarice Lispector, publicado pela Editora Rocco.

19 de Agosto – Dirce Mello lança ficção sobre encontro com seu ídolo Chico Buarque.
http://tomoliterario.blogspot.com.br/2017/08/dirce-mello-lanca-ficcao-sobre-encontro.html