Eu, robô - Isaac Asimov



“Eu, Robô”, do escritor russo Isaac Asimov, foi publicado pela Editora Aleph em 2014, com tradução de Aline Storto Pereira. O livro apresenta nove contos que tratam da evolução dos robôs e são considerados um marco da ficção científica. O que leva os leitores e críticos a interpretarem o livro como esse marco é o fato de que há a introdução de Leis de Robótica, há personagens inesquecíveis e marcantes e tem um olhar diferente e novo sobre o universo das máquinas.

Apesar de termos nove histórias “independentes”, elas se interligam, levando os leitores aos robôs que eram incapazes de expressar uma fala, os autômatos, até os robôs mais bem elaborados e tecnologicamente avançados, os superinteligentes, que podem ter ações capazes de afetar o ser humano. Robbie é um robô que atua como babá, Speedy faz escavações no espaço, Cutie atua numa estação espacial e se envolve com questões filosóficas e há, inclusive, um candidato a prefeito de Nova York, sobre o qual recai a suspeita de que seja um robô. Os contos seguem uma ordem cronológica e se passam entre os anos de 1996 e 2052, possibilitando ao leitor acompanhar o desenvolvimento tecnológico empregado na robótica.

Isaac Assimov utiliza uma personagem para ceder uma entrevista e assim adentrar os contos apresentados na obra. A personagem Susan Calvin, psicóloga roboticista e uma funcionária de alta hierarquia dentro da U. S. Robots and Mechanical Men, Inc., tem vasto conhecimento sobre o funcionamento dos cérebros artificiais utilizados nos robôs. É ela quem dá o tom das narrativas que são apresentadas ao leitor. As histórias contadas no livro fazem parte de sua vivência profissional e de alguns de seus colegas de trabalho: o especialista Gregory Powell, o outro especialista chamado Mike Donovan e um diretor de pesquisa chamado Alfred Lanning. 

“Houve um tempo em que o homem enfrentou o universo sozinho e sem amigos. Agora ele tem criaturas para ajudá-lo; criaturas mais fortes que ele próprio, mais fiéis, mais úteis e totalmente devotadas a ele. A humanidade não está mais sozinha.” Esse trecho é citado por Susan Calvin logo na introdução do livro e a partir daí o leitor adentra as nove histórias que seguem sobre robôs: “Robbie”, “Andando em círculos”, “Razão”, “É preciso pegar o coelho”, “Mentiroso!”, “Um robozinho sumido”, “Evasão!”, “Evidência” e “O conflito evitável”.



Asimov criou, dentro de seu universo ficcional, três leis de robótica que são apresentadas ao autor e são repetidas em vários momentos do livro. Elas são utilizadas para explicar as ações dos robôs ou para solucionar problemas que surgem e os envolvem. As referidas leis auxiliam os especialistas a compreender o funcionamento robótico.

As histórias criadas pelo autor, de certa maneira, podem ser entendidas como histórias que tratam da relação do homem com a máquina e como o ser humano lida com aquilo que cria. A criação pode superar o homem? O homem sabe efetivamente lidar com tudo aquilo que desenvolve? De maneira ficcional temos a relação homem x máquina, que continua sendo discutida ao longo do tempo e ainda é capaz de intrigar.

O trabalho da Editora Aleph é excelente. “Eu, Robô” tem uma bela capa e uma edição que enche os olhos dos apaixonados por livros. 

Sobre o autor


Foto: Reprodução
Isaac Asimov nasceu em Petrovich, Rússia, em 1920. Naturalizou-se norte-americano em 1926. O Bom Doutor, como era carinhosamente chamado por seus fãs, escreveu e editou mais de quinhentos livros, entre os quais “O fim da eternidade”, “Os próprios deuses” e a série “Fundação” – contemporâneo a trilogia e outros quatro títulos que ampliam a saga -, além das histórias de robôs. Asimov alcançou sucesso não apenas com suas mundialmente famosas obras de ficção científica, mas também com tramas de detetive e mistério, enciclopédias, livros didáticos, textos autobiográficos e uma impressionante lista de artigos sobre os mais variados aspectos da ciência. Morreu em Nova York em 1992. 

Ficha Técnica
Título: Eu, Robô 
Escritor: Isaac Asimov 
Editora: Aleph 
Edição: 1ª 
ISBN: 978-85-7657-200-8 
Número de Páginas: 315 
Ano: 2014 
Assunto: Ficção científica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.