Editora Piu lança projeto de financiamento para publicar livro que teria inspirado O Pequeno Príncipe



Editora Piu lança projeto de financiamento coletivo para publicar, no Brasil, as histórias "perdidas" que teriam inspirado a criação de O Pequeno Príncipe.

Publicar dois lindos livros infanto-juvenis, divulgar o personagem que pode ter inspirado Saint-Exupéry a criar O Pequeno Príncipe e permitir que os leitores do Brasil conheçam os autores franceses Tristan Derème (1889-1941) e André Hellé (1896-1945). O projeto da Editora Piu na plataforma de financiamento coletivo Catarse (www.catarse.me/patachu) tem estes objetivos.

As histórias do menino chamado Patachu foram criadas pelo poeta francês Tristan Derème em 1929 e publicados originalmente em dois volumes com ilustrações de André Hellé: O Pequeno Patachu e As Histórias de Patachu. A Editora Piu vai publicar exatamente assim, em dois volumes.

A suspeita de que Saint-Exupéry inspirou-se nas histórias de Derème foi levantada pela primeira vez em 1997, em um extenso artigo publicado na Revista de História Literária da França, assinado pelo escritor e pesquisador francês Denis Boisser. Boisser apresenta as tantas e perturbadoras coincidências entre as obras. Existem frases inteiras que parecem iguais, palavras poeticamente parecidas, um narrador que é o alter-ego do autor e, como em O Pequeno Príncipe, Patachu tem uma certa dose de melancolia e questionamentos sobre o mundo a partir do olhar infantil.

A Embaixada da França, através do Programa de Apoio PAP Carlos Drummond de Andrade, já concedeu à Editora Piu apoio à tradução destas duas obras. Mas para viabilizar o tratamento das imagens e a impressão dos livros foi preciso lançar o projeto de Crowdfunding no Catarse. Com isso, as pessoas podem comprar os livros antecipadamente e as empresas podem apoiar o projeto contratando palestras ou mesmo colocando seu logotipo na contracapa das obras. O projeto de financiamento coletivo ficará no ar até 12 de fevereiro – www.catarse.me/patachu.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.