Livros Lidos em dezembro de 2016



“A Última Dança de Chaplin”, de  Fábio Stassi, foi publicado pela Editora Intrínseca. A morte, todos os finais de ano, visita Charles Chaplin e ele propõe a ela de fazê-la rir. Se ela sorrir de algo que ele falar ou fazer a morte tem de ir embora e assim ele vai conduzindo-a ao longo do tempo. Os capítulos são entremeados contando a história de Chaplin, numa mistura de ficção e realidade.

Outro livro lido durante o mês de dezembro foi “Eternidade”, da escritora parceira Vina Ferreira, que foi publicado pela Editora Illuminare. No livro temos contato com a história de Luna e Armando, que se apaixonam, vivem uma intensa relação e tem de enfrentar conflitos pessoais. Ela é humana e ele um vampiro. Um belo romance erótico.

O livro “Brisa Filosófica”, foi recebido do autor Marcos Renato D'Alencar Carvalho Silva. Trata-se de um livro cheio de poesias, crônicas e frases que trata de assuntos para reflexão. É um livro interativo, alternativo e descontraído.

Publicado pela Editora Intrínseca li, “O Discurso Faça Boa Arte”, de Neil Gaiman. Esse livro apresenta o discurso que o autor fez para uma turma de universitários. Reproduz o texto integralmente de maneira criativa e inspiradora para os leitores.

“Não há Tempo a Perder”, de Amyr Klink em depoimento a Isa Pessoa foi publicado pela Editora Tordesilhas e tomamos contato com a história do navegador, empresário e escritor. Tratando de uso de recursos, planejamento, medo e realização o livro é inspirador.

“Eu,Robô”, de  Isaac Asimov foi publicado pela Editora Aleph. Clássico da ficção científica aborda o tema da robótica por meio de nove histórias. Nelas são apresentadas versões de robôs que vão dos autômatos aos superinteligentes.

O prelúdio da série O Senhor dos Anéis, “O Hobbit”, publicado pela WMF Martins Fontes e escritor por J. R. R. Tolkien foi outra leitura do mês. O livro conta a história de Bilbo Bolseiro que é convocado a participar de uma expedição dos anões em busca de um tesouro que está com um dragão. Nessa jornada ele enfrenta muita aventura.

Publicado pela Editora Autografia li o livro de poesia “Mais Um Dia”, de Felipe Piubel. Um livro para ler num único fôlego.

Não faltou no último mês do ano, um livro da Rainha do Crime, Agatha Christie. Publicado pela Editora L&PM li “É Fácil Matar”. Um policial aposentado conversa com uma senhora que estava indo à Scotland Yard falar sobre assassinatos em série, e morre. O policial passa então a investigar os crimes que a senhora havia comentado e se vê envolvido nessa trama de crimes em busca do criminoso serial. O livro foi publicado originalmente em 1939 e combina romance com suspense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.