Sessão Intrínseca - Editora apresenta novidades


Na   Sessão Intrínseca, realizada no dia 21 de setembro, em São Paulo, a Editora Intrínseca apresentou novidades para o último trimestre do ano e livros recentemente lançados. Divididos em ficção, não ficção e juvenis, a editora explanou sobre as obras para o público. Quer conhecer um pouco sobre alguns deles?

 “Baseado em Fatos Reais”, de Delphine de Vigan aborda uma personagem que tem o mesmo nome da autora e que também é escritora. A homônima sofre de um bloqueio criativo. Ela passa a receber cartas anônimas  que a ameaçam por ter exposto publicamente a sua família, vez que escreveu um livro que revela segredos familiares. É nesse cenário que ela conhece uma mulher misteriosa, que aparenta ser tudo que a própria Delphine desejava se tornar. A mulher interfere na vida de Delphine e a conexão entre elas parece inacreditável.

De Ted Chiang, “História da Sua Vida e Outros Contos”, foi apresentado como um livro que vai superar a expectativa dos leitores. Ted não é muito conhecido no Brasil, mas tem uma peculiaridade ao escrever seus contos. O trabalho primoroso com que zela pelo texto possibilitou um livro que recebe elogios. O autor já foi bastante premiado.

“Diário de um Ladrão de Oxigênio” é de um escritor anônimo. Sim, ninguém sabe a real identidade do autor. No livro, um homem paranoico, dependente de álcool, de entorpecentes e de abusar emocionalmente de suas parceiras, um dia leva o troco. O livro vendeu mais de 100 mil cópias como produção independente na Amazon americana.

“A Filha Perdida” e “Uma Noite na Praia” são da escritora Elena Ferrante. O primeiro conta a história de uma mulher que, depois de ter as filhas crescidas e de terem se mudado para o Canadá, resolve tirar férias na Itália. Logo ela volta sua atenção para uma família, na qual tem uma criança. A menina e a boneca somem. Leda ajuda na busca e a aproximação com a mãe da menina desencadeia lembranças da própria vida de Leda. Já no segundo livro, ela conta uma fábula, narrada do ponto de vista de Celina, uma boneca que é perdida numa praia. Embora aparente ser infantil o livro também apresenta aspectos que podem ser atingidos por qualquer leitor, pois trata de impressões, percepções, leveza e tensão. O livro conta com ilustrações da artista italiana Mara Cerri.

“Alerta de Risco: Contos e Perturbações”, de Neil Gaiman é uma rica coletânea de histórias de terror e de fantasmas, ficção científica e conto de fadas, fábula e poesia que exploram o poder da imaginação. De certo que Gaiman, mais uma vez, tocará seus leitores com boas histórias. “Deuses Americanos” é outro livro do escritor que chega às livrarias com boa aceitação do público de Gaiman. Tido como um livro estranho, tem na estranheza o seu sucesso. Foi publicado pela primeira vez em 2001. A história conta a saga de Shadow Moon, ex-presidiário que descobre que sua esposa morreu. Sem lar, sem rumo, ele conhece o Sr. Quarta-Feira e embarca numa viagem por inusitadas cidades dos Estados Unidos. O livro é uma mistura de road trip, fantasia e mistério.

Ilustre Poesia”, de Pedro Gabriel é o terceiro volume da série ‘Eu Me Chamo Antônio’. O autor apresenta textos inéditos que mesclam prosa, verso, ilustrações e tipografias espetaculares.

E por falar em terceiro livro... “Biblioteca de Almas” é o último livro da série de O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. E tal qual os livros anteriores, reúne fantasia, aventura e sombrias fotografias de época. Do mesmo autor, “Contos Peculiares” traz dez incríveis histórias ambientadas no universo de O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. O livro tem uma bela edição em capa dura e conta com ilustrações que dão charme à obra.

“Coleção Como Lidar” tem cinco livros lançados simultaneamente que são guias simples e didáticos que mostram como lidar com grandes questões da vida adulta. Os livros são pequenos e ironizam a maturidade, os estereótipos e absurdos, com muito sarcasmo. Teve mais de 1,2 milhão de exemplares vendidos em apenas quatro meses, a coleção foi publicada originalmente na Inglaterra em 2015. É agora uma das maiores apostas da Editora Intrínseca para o final de ano.


“Garra”, de Angela Duckwort apresenta a combinação de paixão e determinação, a capacidade de produzir e de gerar resultados, que vão além do puro uso do talento ou da sorte. Por meio de pesquisas realizadas no campo da psicologia e com histórias de sucesso a autora explora a análise com relação ao que possibilitou pessoas bem-sucedidas a terem alcançado seu objetivo. Por meio de gráficos, tabelas e questionários permite que o próprio leitor faça uma autoanálise.

Da comediante Amy Schumer, “A Garota com Tribal nas Costas”, traz questões universais na vida das mulheres, como altos e baixos da carreira, da vida amorosa, dos relacionamentos familiares, da autoimagem e da autoestima. Ela usa de humor ácido em crônicas pessoais que vão levar o leitor a rir.

 “Como Matar a Borboleta Azul”, foi escrito por Monica Baumgarten de Bolle. É tido como uma leitura para entender como foi engendrada a crise econômica brasileira atual. O livro tem linguagem acessível e a análise é feita em forma de crônica.

“Nimona” é uma graphic novel de Noelle Stevenson que fala de uma metamorfa sem limites nem papas na língua. O sonho dela é ser comparsa de Lorde Ballister Coração-Negro, o maior vilão que já existiu. Mas ela não sabia que ele possui escrúpulos. A história mistura magia, ciência, ação e humor. Subversiva e irreverente é uma boa pedida para quem quer ler um novo quadrinho.

“As Mil Noites”, escrito por E. K. Johnston é um reconto de As Mil e Uma Noites. A autora apresenta uma fábula cheia de mistério e magia, amor e sacrifício.

Outros dos livros apresentados foram:

“O Martelo de Thor”, de Rick Riordan;
“Tony & Susan”, de Austin Wright;
“Belgravia”, de Julian Fellowes;
“A Química”, de Stephenie Meyer;
“Wine Folly, o Guia Essencial do Vinho”, de Madeline Puchette e Justin Hammack;
“Enquanto Houver Champanhe, Há Esperança”, de Joaquim Ferreira dos Santos;
“Sully: o Herói do Rio Hudson”, de Chestey Sully Sultenberger e Jeffey Zaslow;
“Pax”, e Sara Pennypacker;
“Não se Enrola, Não”, de Isabela Freitas;
“Pó de Lua nas Noites em Claro”, de Clarice Freire.

Foram apresentados também livros de Jojo Moyes que tem sido sucesso de venda e de público. Dois livros da autora foram destacados pela editora: “Nada mais a perder” e “O som do amor”. Jojolovers, como são chamados os fãs da escritora, terão mais romances para completar a coleção. Os livros da escritora alcançaram a marca de 1,5 milhões de exemplares vendidos pela Intrínseca.

Qual ou quais vai para sua lista de desejos? Para saber mais sobre esses e outros livros consulte o site da editora: 

Um comentário:

  1. Nossa, quanta coisa boa!! Eu quero ler logo os segundo da série O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares pra chegar no terceiro rs e As Mil Noites e outro que me interessa bastante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.