#LendoDomQuixote – Semana 8 – Capítulos XXXVI ao XL


A semana 8 do projeto de leitura coletiva #LendoDomQuixote foi concluída ontem (10 de julho).

Nessa etapa da leitora, no livro Dom Quixote, nós temos o cavaleiro sendo alertado por Sancho Pança sobre o episódio do gigante que ele teria cortado a cabeça e do sangue teria jorrado no quarto. Dom Quixote, no entanto, agarrado à sua loucura acredita que trata-se de puro encantamento da estalagem, na qual já haviam estado no início da jornada do Cavaleiro da Triste Figura.

Em outro momento Dom Quixote se põe a falar sobre armas e letras. Armas no que refere-se a guerra e paz e, letras, no que concerne aos estudantes e o ato de estudar. Fala ainda da famosa infanta Micomicona.

“Aqueles que o escutavam sentiram nova pena ao ver que um homem que mostrava tão bom discurso em todas as coisas que tratava, o tivesse perdido tão rematadamente em se tratando de sua negra e pezenha cavalaria.”

Um cativo conta a história de sua vida e de seus sucessos. Na narrativa ele cita D. Pedro de Aguilar, que fora um tenente do forte, soldado de muita conta e entendimento, além de bem lidar com poesia. D. Pedro era irmão de um dos cavaleiros que ouvem a história. Posto que o homem sabia lidar com poesia, o capítulo XL se inicia com dois sonetos dele, La Goleta e do forte.

O cativo conta seu caso, que há de continuar no próximo capítulo.

Hoje começamos a semana 9 de leitura, ou seja, a penúltima semana. O volume 1 de Dom Quixote, do escritor Miguel de Cervantes Saavedra, se encerra em breve.


Boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.