Olhares Apaixonados – Um Breve Estudo Sobre os Olhares – Pascale

Existem vários tipos de olhares e, cada um deles, carrega um determinado significado. Há olhares frios, olhares de deboche, olhares raivosos, olhares tristes, olhares alegres e tantos outros olhares.

O e-book do escritor Pascale, publicado em 2016, fala sobre os olhares apaixonados (que dá título ao livro).

Fred é um jovem que se incomoda com os olhares das outras pessoas. O olhar, para ele,  tem muita significância, inclusive, porque através do olhar ele acredita que capta tudo que a pessoa sente/pensa, como se lesse sua mente.

O jovem se depara com uma garota (que é comprometida) e fica pensando no olhar dela. O que aqueles olhos disseram? Fred tenta compreender o que os olhos da garota expressam. O olhar que incomoda, que atormenta seus pensamentos, que causa certa aflição pela relação que ela tem, também é o olhar que traz respostas. As respostas que ele busca.

A narrativa traz um intricado e saudável jogo de olhares. Fred que tenta compreender o olhar da moça quem cruzou durante um atendimento e, ela, que é a única pessoa capaz de responder ao olhar que ele interpreta. Vale a pena a leitura desse breve estudo sobre os olhares.  A publicação foi realizada apenas em e-book e está disponível gratuitamente para ser baixado na Fábrica de E-Books.

Sobre o autor
Foto: Reprodução
Editor da Revista Conexão Literatura. Membro Efetivo da Academia de Letras José de Alencar (Curitiba/PR). Participou em mais de 40 livros, sendo um dos mais recentes “Nouvelles du Brésil”, publicado na França pela editora Reflets d’Ailleurs. Publicou pela Editora Draco “O Desejo de Lilith” e “Caçadores de Demônios”. Fã n° 1 de Edgar Allan Poe, adora pizza, séries televisivas e HQs.

Boa leitura!

Nota: Você pode baixar gratuitamente o e-book no link:

Ficha Técnica
Título: Olhares Apaixonados Um Breve Estudo Sobre os Olhares
Escritor: Pascale
Editora: Fábrica de E-books
Edição: 1ª
Número de Páginas: 7
Ano: 2016
Assunto: Literatura brasileira

Dois Andares: Acima! - Pedro Gonzaga

“Dois Andares: Acima!”, escrito por Pedro Gonzaga é um livro de contos que foi publicado pela Editora Novo Século em 2007.

Ana, uma jovem desejada por três garotos. Um escritor que vira cafetão de uma acompanhante. Um homem que sofre de monomania e tem paixão por uma mulher de sombrancelhas perfeitamente delineadas.

Outro dos contos fala de um cinquentão que tenta mudar sua jovem ‘namorada’, acreditando que ela deseja seus filmes, aulas e conhecimento sobre vinho. Ele não quer passar vergonha diante dos amigos. Em outro conto, uma aluna que faz uma proposta irrecusável para um escritor numa oficina literária. Um contista fracassado.

Em ambientes distintos e às voltas com suas agruras os personagens dos contos chegam ao leitor de maneira aberta. Com drama, comédia, com farsas e cercados de absurdos do cotidiano, os contos são independentes, mas parecem remontar a uma história maior.

Na orelha do livro lemos: “Cantor dos dilemas da vida nas grandes metrópoles provincianas, Pedro Gonzaga pertence a uma geração de escritores que trocaram a denúncia direta pelo cinismo direto, um cinismo que neste caso, no entanto, é capaz de enternecer, um cinismo quase romântico – se é que pode utilizar essa categoria -, que revela o caráter fantasmagórico escondido na insólita segurança dos cotidianos banais das personagens deste livro, e que expõe, à luz do sol a pino, a solidão e a fragilidade que, no fundo, talvez definam a todos nós.”

Os personagens dos contos carregam as características que todos nós temos. Cada um a seu modo, cada um a partir de seu ponto de vista, cada um com sua própria história, vivem suas mazelas e seus sonhos, ou simplesmente vivem e deixam-se tomar pelo que a vida lhes apresenta.

O livro é dividido em duas partes: Primeiro Andar e Segundo Andar. A primeira parte apresenta dez contos e a segunda traz oito contos. Alguns são bem curtos e o livro, que tem 127 páginas, pode ser lido numa única vez.

Bons contos!


Sobre o autor
Pedro Gonzaga é músico, tradutor e escritor. Já verteu para a língua portuguesa nomes como Conan Doyle, Patrícia Highsmith, Raymond Chandler e Charles Bukowski. É autor do livro de contos Cidade Fechada, publicado em 2004. Participou ainda de coletâneas digitais e impressas.

Ficha Técnica
Título: Dois Andares: Acima!
Escritor: Pedro Gonzaga
Editora: Novo Século
Edição: 1ª
Número de Páginas: 127
Ano: 2007
Assunto: Contos brasileiros

Vem aí sorteio de aniversário do Tomo Literário


O blog fará aniversário, mas quem ganha presente é você. No dia 01/08/2016 terá abertura de um novo sorteio, no qual teremos 3 ganhadores. 

Seguindo o blog via Google Friend Connect um ganhador levará dois livros. 

Via Instagram e Facebook teremos o sorteio de dois kits: um dos ganhadores levará um livro e marcadores surpresa. Já o outro ganhador levará três livros de uma coleção mais marcadores temáticos.

Na segunda-feira o regulamento estará no blog e também anunciado num novo post.

Fique ligado!

Participe!

Curiosidade, conto da escritora Nuccia De Cicco está disponível na Amazon

Curiosidade, um conto de suspense sobrenatural, escrito por Nuccia De Cicco está disponível na Amazon.

Confira a sinopse do e-book:

Ana trabalhava como chef em um badalado restaurante no centro da sua cidade, especializada em culinária mexicana. Quando deixa cair um vidro de azeitonas em seu quarto, um mezanino de um loft, acaba por descobrir a existência de um alçapão sob a cama. O mistério daquele alçapão quase a consome. Mas tudo muda quando a porta se abre e Ana desce até o interior obscuro e gélido do estranho porão.

Quotes - A Arte de Ler

Foto: Reprodução






Abaixo temos alguns quotes extraídos durante a leitura do livro "A Arte de Ler", de Émile Faguet, publicado pela Editora Casa da Palavra em 2009.

“Sem dúvida, só conhecemos alguém quando sabemos o que ele é e também o que poderia ser.”

“... ao ler um filósofo é preciso prestar atenção em suas contradições. As contradições são os acidentes geográficos de um grande pensador.”

“Uma ficção é sempre uma parte de nós que, nas mãos do autor, tornou-se um personagem, uma outra parte de nós que se tornou outro personagem e assim por diante, mas é ainda mais frequente que julguemos ao nos voltarmos para nós mesmos.”

“Só existe distinção, como necessariamente se distinguindo de tudo, no que não existe e mesmo no que não pode existir; pois, para ser concebido como podendo existir, já é preciso que se pareça com algo.”

“O risco de cometer um engano aguça o desejo de ver claro e valoriza o prazer de ter provavelmente razão, não direi maior, porém mais picante, em se ter quase certeza de ter razão do que em estar inteiramente seguro disso.”

“O ódio por um livro tolo é um sentimento bastante inútil em si, mas que tem seu valor se reaviva em nós o amor e a sede por aquilo de que temos necessidade.”

“... os principais inimigos da leitura são o amor-próprio, a timidez, a paixão e o espírito crítico.”

“Certos leitores, com efeito, devido a uma espécie de timidez, são sempre leitores atrasados. Esperam, não apenas para aprovar, mas para ler, que o sufrágio do público tenha sido pronunciado.”

“... os livros são nosso últimos amigos, que não nos enganam e não nos censuram por envelhecer.”

“Ler é agradável e reler é, às vezes, ainda mais agradável.”

Confira a resenha do livro "A arte de ler": http://tomoliterario.blogspot.com.br/2016/07/a-arte-de-ler-emile-faguet.html


O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares - Ransom Riggs

A partir da morte de seu avô, Jacob embarca numa aventura em busca de um orfanato que fica numa ilha na costa do País de Gales. Ele viaja milhares de quilômetros em busca da habitação na qual o seu avô teria passado parte de sua infância.

Fotos que foram acessadas por Jacob o estimularam ainda mais a viver essa aventura e procurar conhecer o tal orfanato.

“(...)alguém vai saber o que aconteceu com as crianças que viviam ali. Imano que alguns deles ainda estejam vivos, se não aqui, no continente (...)”

A morte do avô de Jacob, de certo modo, parece misteriosa, pois o garoto de 16 anos tem a nítida certeza de que viu alguns dos prováveis assassinos de seu avô. No entanto, alguns acreditam que o que o avô via não era de fato real. Jacob, inclusive, é submetido a visitas a psicólogos para compreender o que se passava em sua mente.

“(...) Não podia fechar os olhos sem ver aquilo, o horror da boca cheia de tentáculos na floresta. Eu estava convencido de que aquilo havia matado meu avô e logo viria atrás de mim.”

As crianças peculiares recebem Jacob na ilha onde o tempo não passa. Lá ele terá de passar por um processo de aceitação e vai  tentar desvendar  o real motivo de ter sido incentivado pelo avô a ir atrás das crianças. O pai contava a Jacob que Abraham (o avô) falava de histórias fantasiosas sobre os colegas do orfanato para mascarar a violência da guerra.

A história criada por Ransom Riggs e publicada pela Editora Leya em 2015 (336 páginas) é arrepiante e fantástica. O autor soube lidar muito bem com o universo fantasioso que criou a partir das fotografias (que ilustram o livro). As peculiaridades de cada uma das crianças foi bem construída, os personagens são ricos, e todo o terror que assombra a narrativa são dignos de despertar a imaginação dos leitores.

A ligação da história com as fotos reais e enigmáticas, a criação de ambientes assustadores e curiosos, o cruzamento do fato histórico da guerra e a opressão sofrida por judeus com os toques de fantasia que permeiam toda a narrativa, o jogo de realismo com a fantasia, tornaram “O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares”, um dos melhores livros que li em 2016.

Sobre as fotos convém mencionarmos que foram garimpadas em feiras de antiguidade, brechós e vendas de garagem. Por serem reais, o fascínio da criação a partir delas é ainda maior. As fotos autênticas pertencem a dez colecionadores. Não dá para não ler o livro e ficar imaginando a figura real retratada na foto.

A história criada por Riggs é surpreendente, fascinante e extremamente curiosa. Um excelente livro que virou filme e foi dirigido por Tim Burton. Os personagens, ainda no livro, já parecem ter sido tirados das histórias de Burton. Confira o trailer oficial:


Logo mais teremos a resenha do livro "Cidade dos Etéreos", continuidade da série.

Sobre o autor
Foto: ransomriggs.com
Ransom Riggs cresceu na Flórida, reside em Los Angeles. Formou-se na Escola de Cinema e TV da Universidade do Sul da Califórnia. Realizou alguns curtas-metragens premiados e nas horas vagas é blogueiro e repórter especializado em viagens.

Ficha Técnica
Título: O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares
Escritor: Ransom Riggs
Editora: Leya
ISBN: 978-85-441-0284-8
Edição: 2ª
Número de Páginas: 336
Ano: 2015
Assunto: Ficção americana

#LendoDomQuixote - Semana 10 - Final


A última semana do projeto de leitura coletiva #LendoDomQuixote findou em 24/04/2016. Concluímos, portanto, a leitura do livro 1 - O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha, do escritor espanhol Miguel de Cervantes Saavedra.

Durante dez semanas, no projeto encabeçado pelo blog Companhia de Papel, adentramos o louco universo do Cavaleiro da Triste Figura. Vivemos suas histórias, sua ingênua coragem, sua loucura que transcende o tempo.

O livro lido por mim foi a edição da bolso com texto integral, publicado pela Editora 34, que conta com tradução e notas de Sérgio Molina. A apresentação do livro é feita por Maria Augusta da Costa Vieira.

O que dizer do processo de leitura coletiva? Simplesmente adorei. Além de poder conciliar a leitura com outras obras, foi possível compartilhar visões, interpretações e informações ao longo da leitura do livro. 

Bem, agora é a hora de verificar todas as anotações (foram muitas), revisitar os posts semanais que fiz por aqui, revisar o rascunho da resenha que foi sendo construída, prepará-la e logo mais compartilhar aqui no blog com os leitores.

Muito obrigado a todos que participaram! Dom Quixote se tornou um dos meus livros prediletos.

Grande abraço e boa leitura!!!

Nota: teremos a leitura coletiva do volume II. 

25 de Julho - Dia do Escritor



Dia 25 de Julho é o dia do Escritor. A data foi instituída em 1960 pelo então presidente da União Brasileira dos Escritores, João Peregrino Júnior, e pelo vice-presidente, o grande escritor Jorge Amado.

Nessa data vale a pena ressaltarmos a importância dos escritores no cenário de construção do conhecimento e da cultura. Publicar um livro não é tarefa fácil, bem sabemos, mas eles bravamente seguem com afinco em seu sonho de publicar histórias, compartilhar conhecimento acadêmico ou científico, explorar universos criados ou recriados, trazer luz a fatos históricos, clarificar a biografia de grandes nomes, enfim produzir conteúdo.

Parabéns aos escritores!

Frases de escritores, sobre escritores:

“O escritor não é alguém que vê coisas que ninguém mais vê. O que ele faz é simplesmente iluminar com os seus olhos aquilo que todos veem sem se dar conta disso.”
Rubem Alves

Nenhum escritor pode criar do nada. Mesmo quando ele não sabe, está usando experiências vividas, lidas ou ouvidas, e até mesmo pressentidas por uma espécie de sexto sentido.”
Érico Veríssimo

“Escrever bem é pensar bem.”
Otto Lara Resende

O escritor é uma das criaturas mais neuróticas que existem: ele não sabe viver ao vivo, ele vive através de reflexos, espelhos, imagens, palavras. O não-real, o não-palpável. Você me dizia “que diferença entre você e um livro seu”. Eu não sou o que escrevo ou sim, mas de muitos jeitos. Alguns estranhos.”
Caio Fernando Abreu

Pobres dos escritores que não se derem conta disso: escrever é transmitir vida, emoção, o que conheço e sei, minha experiência e forma de ver a vida.”
Jorge Amado

“Escrever é não esconder nossa loucura.”
Arnaldo Jabor

“Não escrevo para fugir de mim, mas para me encontrar nos outros.”
Fabrício Carpinejar

“Os grandes escritores têm a sua língua, os medíocres, a sua gramática.”
José Lins do Rego

“Certos escritores justificam o fato de não terem escrito coisas excelentes com a alegação de falta de liberdade. Talvez seja uma desculpa ingênua para sua incapacidade ou indolência.”
Graciliano Ramos

“A obra literária deve ser sempre melhor que o autor.”
Carlos Drummond de Andrade

10 livros que falam de amizade



Hoje é Dia do Amigo e Internacional da Amizade.

O Dia do Amigo e Dia Internacional da Amizade, celebrado em 20 de julho, foi primeiramente adotado em Buenos Aires, na Argentina, através de um Decreto. No Brasil também comemora-se o Dia do Amigo em 18 de Abril e o Dia Internacional da Amizade no dia 30 de Julho.

A data de 20 de Julho, aos poucos passou a ser comemorado em outras partes do mundo, e hoje quase todos os países festejam esta data, que foi criada pelo argentino Enrique Ernesto Febbraro, que considerou a chegada do homem à lua um símbolo de união entre os seres humanos.

Os amigos nos fazem refletir sobre nossos defeitos, respeitam nossas opções de vida, auxiliam-nos em momentos dos mais diversos e mais estranhos em que nos metemos, puxam nossa orelha quando é preciso, nos abraçam quando precisamos de um ombro amigo, são ouvidos atentos quando precisamos contar nossos problemas e também lançam sobre nós os seus relatos. Ser amigo é muito mais que se conhecer, é respeitar a diferença do outro, é estar junto mesmo que esteja distante.

Salve, amizade! Confira 10 livros que também tratam do tema em suas páginas.


Surpreendente!
Autor: Maurício Gomyde
Editora: Intrínseca

Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração. 

A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.

O Caçador de Pipas
Autor: Khaled Hosseini
Editora: Nova Fronteira

O romance narra a tocante história da amizade entre Amir e Hassan, dois meninos que vivem no Afeganistão da década de 1970. Durante um campeonato de pipas, Amir perde a chance de defender Hassan, num episódio que marca a vida dos dois amigos para sempre. Vinte anos mais tarde, quando Amir está estabelecido nos Estados Unidos, após ter abandonado um Afeganistão tomado pelos soviéticos, ele retorna a seu país de origem e é obrigado a acertar as contas com o passado.

O Menino do Pijama Listrado
Autor: John Boyne
Editora: Seguinte

Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus.Também não faz idéia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer.

Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga.Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel,um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo
dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. 'O Menino do Pijama Listrado' é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.


Quem é você, Alasca?
Autor: John Green
Editora: Intrínseca

Vencedor do Printz Award, da American Library Association, e estreia de John Green como uma das vozes mais cativantes e inovadoras da ficção contemporânea, Quem é você, Alasca? retrata brilhantemente o impacto indelével que uma vida pode exercer sobre outra.

Miles Halter estava em busca de um Grande Talvez. Alasca Young queria saber como sair do labirinto. Suas vidas se colidiram na Escola Culver Creek, e nada nunca mais foi o mesmo. 

Mas antes, um breve resumo de como tudo aconteceu:  Miles Halter vivia uma vidinha sem graça e sem muitas emoções (ou amizades) na Flórida. Ele tinha um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história. Uma dessas personalidades, François Rabelais, um escritor do século XV, disse no leito de morte que ia em “busca de um Grande Talvez”. Para não ter que esperar a morte para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para a Escola Culver Creek, um internato no ensolarado Alabama. 

Lá, ele conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: “Como vou sair desse labirinto?” Inteligente, engraçada, louca e incrivelmente sexy, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, mesmo tentando sem sucesso decifrar o enigma indecifrável de seus olhos verde-esmeralda. 

Amigas Para Sempre
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro

Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. 

Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família.

Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena.

As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. 

Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas
Autor: Dale Carnegie
Editora: Companhia Editora Nacional

Com mais de 50 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, 'Como fazer amigos e influenciar pessoas' é considerado um dos principais livros no genêro, influenciando com ótimos conceitos a todos no âmbito pessoal e profissional.


Extraordinário
Autora: R. J. Palácio
Editora: Intrínseca

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

A Memória de Uma Amizade Eterna
Autora: Gail Caldwell
Editora: Globo

Uma sabia nadar. Outra, remar. As duas escritoras queriam trocar experiências e, por anos, Gail e Caroline remaram juntas. Esta é a história de duas amigas inseparáveis que só se desligaram fisicamente com a morte de Caroline Knapp, e que a autoraGail Caldwell, vencedora do Prêmio Pulitzer, conta em seu livro A memória de uma amizade eterna, um dos próximos lançamentos da Editora Globo. Eleito um dos 10 melhores livros de 2010 pelos jornais The New York Times, USA Today, pela revista Time e pelo site Salon.com, ficou meses na lista dos mais vendidos. Segundo a revista Time, trata-se de “Um livro de memórias perfeito: bonito, simples, emocionante e repleto de poderosos insights. Escrito para ser saboreado e dividido com os amigos”. Íntimas, com um passado coincidentemente perturbador – ambas foram alcoólatras –, as amigas tinham outro ponto de intersecção: Caroline havia passado por um período de anorexia aos vinte anos e Gail havia tido paralisia infantil, mancando um poucopor conta disso. Em comum, tinham a literatura – Caroline era escritora e colunista do The Boston Phenix e Gail, crítica literária do The Boston Globe –, e o amor pelas cadelas, Lucille e Clementine respectivamente. Logo no primeiro encontro, um passeio de quatro horas em uma floresta no final do verão, que teve a companhia das cachorras, ambas começaram a trocar confidências. O afeto que sentiam ficou ainda mais sólido quando conversaram sobre seus trabalhos, sobre “o mundo da inveja e da rivalidade, sobre as inseguranças e as diferenças de poder”.

Presentes da Vida - Nem Sempre o Que Queremos É o Que Realmente Precisamos
Autora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito

Darcy Rhone sempre teve todos os homens aos seus pés. Tinha um emprego glamouroso, um seleto círculo de amizades e um noivo perfeito, Dexter Thaler. No entanto, tudo mudou quando Darcy se envolveu com o melhor amigo de seu noivo... Seu noivado acabou e perdeu sua melhor amiga, Rachel. Incapaz de assumir responsabilidades e de enfrentar todo esse mal-estar, Darcy foge para Londres, para a casa de um amigo de infância, imaginando que poderia passar uma borracha em tudo isso. Mas, para seu desânimo, Londres se torna um mundo estranho, onde seus truques de sedução não mais funcionam e onde sua sorte parece ter se evaporado. Sem amigos nem família, Darcy precisa dar novo rumo à sua vida e, assim, começa uma linda trajetória rumo ao crescimento e ao amor.

Os Quatro Amores
Autor: C. S. Lewis
Editora: WMF Martins Fontes

Os quatro amores que C.S. Lewis distingue neste livro são a Afeição, a Amizade, Eros e a Caridade. Examina como cada um se combina aos demais, sem perder de vista a diferença necessária e real entre eles. Lewis nos adverte também dos enganos e distorções que podem tomar os três primeiros amores - os amores naturais - perigosos sem a graça suavizante da Caridade, do amor divino que deve constituir a somatória e o objetivo de todos os demais.

#LendoDomQuixote - Semana 9 - Capítulos XLI ao XLV


A penúltima semana do projeto de leitura coletiva #LendoDomQuixote foi de 11/07/2016 até 17//07/2016 e compreendeu os capítulos XLI, XLII, XLIII, XLIV e XLV.

Ontem, 18/07/2016, foi iniciada a última semana da leitura de Dom Quixote, livro de Miguel de Cervantes Saavedra.

Na etapa concluída temos o cativo falando sobre a história de mouros e cristãos. E, mais uma vez, nosso Cavaleiro da Triste Figura, na estalagem que acredita ser um castelo cheio de encantamentos, se vê envolto em casos em que a realidade e a visão dele se fundem.

O louco Dom Quixote De La Mancha, que tanto tumultuava a estalagem, faz com que todos se resignem para que tudo fique como ele pensa ser, dessa forma a balbúrdia se acalma. Assim conclui o estalajadeiro.

Saber que o primeiro volume da obra vai terminar esta semana já deixa saudades. Dom Quixote é uma obra memorável.

Caminhemos para o fim!

Após a conclusão da leitura posto na próxima semana os comentários breves sobre a semana 10 e depois teremos resenha do livro. 

[Resultado] Sorteio Tomo


Boa tarde, amigos leitores!

Saiu o resultado do sorteio.

O livro "A Menina Submersa" vai para @leandrohead que participou do sorteio via Instagram.

O livro "Menina Má", que foi sorteado entre os que seguiram o blog via Google Friend Connect, vai para Marcelle Pinheiro.



Os ganhadores tem 24 horas para entrar em contato informando nome e endereço completo para que o livro seja encaminhado. Pode ser enviado por e-mail (tomoliterario@gmail.com) ou por mensagem direta na rede social. O não envio dos dados no prazo implica em desclassificação e será realizado outro sorteio.

Agradeço a todos que participaram!!!

Fiquem ligados, porque logo teremos mais um sorteio aqui e nas redes sociais.

Obrigado e parabéns aos ganhadores!!!

Revista Conexão Literatura: Baixe a sua gratuitamente

A Revista Conexão Literatura de julho está no ar.

Você já baixou o seu exemplar?

Filipe Oliveira e Eduardo Camargo, os criadores da  "Diva Depressão" são capa da revista, além de terem dado uma entrevista para a edição.

Além de comemorar o aniversário da revista você tem muito mais, como crônica, dicas de leitura, o melhor conto de zumbis e lançamentos.

Aqui no blog, na coluna ao lado direito, manteremos mensalmente o exemplar atual da revista com link direto para vocês baixarem a edição.

Boa leitura!!!

Baixe gratuitamente:
http://www.fabricadeebooks.com.br/conexao_literatura13.pdf

A Arte de Ler - Émile Faguet



Leitores, vorazes ou não, buscam na leitura respostas para suas inquietações, aprender algo que o autor possa lhe transmitir ou simplesmente se divertir. Diversos são os tipos de livros, de autores e também de leitores.

“(...) o livro, esse pequeno móvel da inteligência, esse pequeno instrumento que põe em atividade nosso entendimento, esse motor do espírito que vem socorrer nossa preguiça e mais amiúde nossa insuficiência, e que nos dá o delicioso prazer de acreditar que pensamos, enquanto talvez não pensemos em absoluto, é um amigo precioso e muito caro.”

Émile Faguet foi doutor em Letras e titular da cadeira de Poesia Francesa na Sorbonne. Homem influente de seu tempo (1847 – 1916) assinou escritos sobre La Fontaine, Flaubert, Nietzsche e Balzac entre outros.

No livro “A Arte de Ler”, publicado pela Editora Casa da Palavra em 2009, o autor fala sobre livros, no papel de leitor. Nos dá sua percepção sobre o ato da leitura, como a necessidade de ler devagar para aprender, que é descrito pelo autor “como a essência da arte de ler”. Trata dos livros de ideia e dos livros de sentimentos, para os quais há um modo diferente de ler cada um deles.

O autor fala ainda sobre as peças de teatro e de poesias. Não deixa de lado aqueles escritores tidos como obscuros, ou como costumamos dizer, os autores difíceis. Nem os maus autores foram esquecidos por Émile Faguet. Sim, os maus autores existem e podem/devem ser lidos. Ler autores maus pode até ser saudável:  “o ódio por um livro tolo é um sentimento bastante inútil em si, mas o que tem seu valor se reaviva em nós o amor e a sede por aquilo de que temos necessidade.”

Temos ainda informações sobre os inimigos da leitura. E Faguet tece suas considerações acerca dos livros de críticos e de historiadores literários. A Arte de Ler se encerra com o tema releitura.

A publicação da Casa da Palavra é um ensaio sobre a leitura, interpretações e visões de Émile Faguet sobre esse hábito. Sem dúvida, há muitos e bons apontamentos  que nos levam a refletir sobre o ato de ler e o que lemos.

Em tempos em que as informações nos chegam como verdadeiros bombardeios e em que há lançamentos de toda sorte de livros,  dos mais variados gêneros e das mais variadas categorias de autores, vale a pena apreender o que Faguet nos diz para que possamos, no mínimo, questionar para onde vamos direcionar nossas leituras. 

Como destacado na orelha do livro, o autor “afirmava que a leitura é essencialmente a arte do pensar que requer esmero e cuidado. Foco e propósito.”

A Arte de Ler é uma boa leitura!

Sobre o autor:

Émile Faguet nasceu em 1847 e faleceu em 1916. Foi aluno da École Normale Supérieure, doutor em letras e depois titular da cadeira de Poesia Francesa na Sorbonne. Tornou-se membro da Academia Francesa em 1900 e colaborou com o célebre Jornal des Débats. Embora tenha abordado através de seus numerosos escritos a esfera política, Émile Faguet permanece conhecido sobretudo, por sua obra de crítico literário e teatral.

Ficha Técnica
Título: A Arte de Ler
Escritor: Émile Faguet
Editora: Casa da Palavra
ISBN: 978-85-7734-112-2
Edição: 1ª
Número de Páginas: 143
Ano: 2009
Assunto: Livros e leitura

[Lembrete] Sorteio Tomo Literário


Amigos leitores,

Tem sorteio rolando aqui no blog e nas redes sociais (Instagram e Facebook).

No Instagram e no Facebook será sorteado um exemplar do livro "A Menina Submersa", de Caitlín R. Kiernan. Confira a resenha publicada pelo blog no link: 

Para quem seguir o blog via Google Friend Connect (GFC) e comentar na aba Sorteio Tomo, será sorteado um exemplar do livro "Menina Má", de William March. Confira a resenha no link:

As participações serão encerradas no dia 17/07/2016 às 23h59.

Confira o regulamento completo aqui.

Participe!

Boa sorte!

Deixe-me Entrar - Letícia Godoy



Jeanne tem poderes especiais. Condenada a morte por bruxaria e ciente de que querem seu sangue para confecção de amuletos poderosos, pede a seu amado Gerard Chevalier que a mate. Pede ainda que ele tome conta de seu diário. O homem então registra o último dia da existência de Jeanne e promete a si que ele nunca mais será o mesmo. Por ser vampiro, deixará seu lado obscuro prevalecer.

“Ele sabia que o seu amor por ele seria eterno, e, caso algum dia a reencontrasse, desejava imensamente poder reconhecê-la, amá-la e, talvez ser amado por ela mais uma vez...”

Juliane Bell Di Champoudry Leroy Ipswich, ou simplesmente, Julianne Ipswich cresceu em um internato chamado Le Rosey. Lá estava com o pretexto de estudar. Aos quinze anos de idade ela volta a conviver com sua família, da qual vivera afastada seus primeiros quinze anos de vida. Ao ter contato mais próximo com a família, ela descobre que eles são vampiros.

“... jamais seria normal, tinha de aceitar. Ela era a única humana naquela família...”

Com a vida retomando ela se vê envolvida num namoro com Christopher. Mas nem tudo são flores e Julianne sofre sua primeira grande decepção amorosa. A adolescente humana convive com os dilemas da fase e com toda a “fantasia” dos vampiros que a cercam, além de correr perigo por ser a única humana pertencente aquela família.

Um antigo diário e uma história do passado, podem ser a chave para as explicações sobre o cenário em que a jovem vive.

Publicado pela Editora Arwen em 2016, o livro “Deixe-me Entrar” é o primeiro de uma série. Letícia Godoy, a autora, nos entrega um excelente livro. Um romance fantástico com elementos bem costurados e que preenchem adequadamente o a história da protagonista e dos demais personagens.

A protagonista tem o ar e o temperamento próprios da adolescência. Com suas ações ela envolve quem está ao seu redor. É interessante observar  que os personagens, por serem bem construídos, mantém suas características ao longo da história. Julianne se mantém 'adolescente', com a coragem e a forma destemida próprias da idade, a insegurança e o olhar apaixonado em busca das descobertas.



O vampirismo, os conflitos, os segredos que são guardados e os que são revelados, a coragem quase inocente de Julianne, a mistura de realismo e fantasia, são bem utilizados e formam uma trama que atrai o leitor. 

Quando lemos livros de séries há certo temor de chegar ao final e ver que a história não parece integral. Isso não acontece com “Deixe-me Entrar”. Letícia entrega uma história completa, ainda que seja o primeiro volume da série. E consegue deixar o gosto de quero mais, o que certamente desperta o leitor para a sequência da história de Julianne.

Leitura altamente recomendada!
 
Sobre a autora

Letícia Godoy nasceu na cidade de Curitiba, no Paraná. Cresceu em Siqueira Campos, onde descobriu, sentada sob as sombras da casa onde morava, o gosto pela leitura. Aprendeu a ler e escrever aos quatro anos de idade, tendo como primeira professora sua mãe, e aos oito anos começou a escrever seus primeiros contos. Nunca mais parou. Ingressou na faculdade de Letras aos dezessete anos. Aos dezoito publicou três contos na antologia Pontos da Vida, sua primeira aventura no ramo literário. Atualmente dedica-se à escrita de romances, revisões textuais e pesquisa no ramo da linguística aplicada.

Ficha Técnica
Título: Deixe-me Entrar
Escritor: Letícia Godoy
Editora: Arwen
ISBN: 978-85-68255-30-8
Edição: 1ª
Número de Páginas: 354
Ano: 2016
Assunto: Literatura brasileira

Escritor Pascale lança e-book 'Olhares Apaixonados - Um Breve Estudo Sobre os Olhares'.

O escritor Pascale lança o e-book "Olhares Apaixonados - Um Breve Estudo Sobre os Olhares", que pode ser baixado gratuitamente.

Sinopse: 
Fred é um jovem obcecado por olhares e se apaixona à primeira vista. Ela tem um olhar diferente. Na realidade não é tão diferente assim, o problema é a situação e o olhar dela que não combinam. Fred precisa entender o que realmente está acontecendo.


Ficha técnica:
Título: Olhares apaixonados - Um breve estudo sobre os olhares
Autor: Pascale
Tipo: E-book (PDF)

Caminhos do Prazer - Alexandre Fraenkel e Simone Fraenkel

O livro tem início com a despedida de solteiro do casal “que não poderia ser igual à da maioria das pessoas”, visto que segue o estilo de vida adotado por Júlia e aquele que vai se tornar seu marido.

No livro anterior, “Receitas do Prazer”, ela havia recebido dois pedidos de casamento e agora já tomou a decisão. A vida amorosa da protagonista de trinta anos continua bastante ativa. Ela vai se tornar sócia de uma grande empresa brasileira, da qual seu pai também é proprietário.

Apesar das boas coisas que advém com um casamento, não faltará entraves e conflitos na vida de Júlia. Sua madrasta egocêntrica continua querendo tirar proveito da relação da enteada, uma tia manipuladora que não fala com o marido quer obter vantagens financeiras e uma amiga de um passado não tão distante que tumultuou a vida de Júlia vai causar um turbilhão de emoções.

A academia em que a protagonista trabalhou como gerente e dando aulas de dança, agora poderá ser sua. Isso, no entanto, a colocará em contato com um personagem que mexe com suas emoções e que balança seu coração. E agora? Como essa mulher inteligente e determinada vai lidar com esse conflito de desejos?

“Novamente meu corpo está colado ao dele. Olho nos seus olhos, mas só enxergo o meu reflexo e propositalmente, desvio o olhar. Ele me aperta contra seu corpo. Logo após os primeiros passos, embalada pela música e hipnotizada pela perfeição de condução do meu par, entrego-me ao momento.” Esse é o relato de Júlia para nós, leitores, em sua aula de retorno à academia.

As cenas quentes e picantes do relacionamento de Júlia continuam apimentando a trama do livro “Caminhos do Prazer”, do escritor Alexandre Fraenkel e da escritora Simone Fraenkel. O livro publicado pela Editora Giostri em 2016 é a continuação do livro “Receitas do Prazer”.

Cintia, a amiga de Júlia do passado, está grávida. Alberto, o pai de Júlia, é tido como o pai da criança. Ele envolve-se com Bárbara, durante o período casado com Daisy (madrasta de Júlia) e mantém Cintia. Reviravoltas nas relações familiares acontecerão nessa história e, pela primeira vez, pode abalar a relação de Júlia com o seu marido. Que caminhos ela seguirá?

Os autores fizeram uma continuação bem construída e que segue a linha do primeiro livro. A personagem central mantém a sua força e determinação e tem seus momentos de dúvida, como todo ser humano. As questões familiares, o prazer pessoal da protagonista, as cenas quentes  e  toda a trama da história envolvem o leitor. Agora, vamos aguardar pela continuação que, segundo informações do site dos autores, está sendo preparado.

Livro recomendado, sobretudo para quem curte romance contemporâneo com uma pitada (bem picante) de erotismo.

Boa leitura!

Sobre os autores

Foto: Reprodução
Alexandre Fraenkel é gaúcho, médico veterinário, amante dos esportes ao ar livre e louco por viagens. Desde cedo tomou gosto pela leitura e não fazia distinção dos livros; o que lhe caía às mãos era bem-vindo. E quem lê em demasia, acaba querendo contar suas próprias histórias.

Simone Fraenkel é paulista, designer de interiores e preparou-se durante a vida para um dia escrever; era uma meta. O momento certo chegou com o casamento e a maturidade; afinal precisa-se dela para contar uma boa história.

Casados há 11 anos Alexandre e Simone vivem em Florianópolis (Santa Catarina). Também são autores do livro “Receitas do Prazer”. (Confira a resenha aqui no blog - http://tomoliterario.blogspot.com.br/2016/06/receitas-do-prazer-simone-fraenkel-e.html)

Ficha Técnica
Título: Caminhos do Prazer
Escritor: Alexandre Fraenkel e Simone Fraenkel
Editora: Giostri
ISBN: 978-85-8108-829-7
Edição: 1ª
Número de Páginas: 206
Ano: 2016
Assunto: Romance