Livros Lidos em Maio de 2016


Maio acabou, então vamos conhecer a lista de livros que foram lidos durante o mês.

“Tudo e Todas as Coisas”, de Nicola Yoon é uma publicação da Editora Novo Conceito e conta a história de Madeline Whittier. A jovem tem uma doença rara. Basicamente, ela é alérgica ao mundo. A imunidade é afetada e qualquer coisa pode desencadear um processo de uma série de alergias. Seus vizinhos mudam e isso também muda a vida de Madeline, quando os novos vizinhos chegam e ela tem contato com Olly, um garoto por quem ela se apaixona. Uma boa história com uma narrativa ágil.

Li ainda “Simon Vs a Agenda Homo Sapiens”, de Becky Albertalli, da Editora Intrínseca. Tive contato com esse livro na Turnê Intrínseca e o adquiri dado os elogios que havia lido e ouvido sobre o livro. Temos aqui a história do jovem Simon que se corresponde com um amigo, sem se identificar. Os jovens trocam informações sobre a vida, a família, a homossexualidade e suas experiências de juventude. É um livro divertido, sensível, envolvente e com personagens inesquecíveis.

Da Editora L&PM eu li “Factótum”, do grande escritor Charles Bukowski. Trata-se do segundo romance do autor, publicado originalmente em 1975. Temos aqui o personagem Henry Chinaski, considerado o alter ego do autor. Chinaski é um anti-herói que, vivendo de bicos, sem emprego fixo, bebendo, perambulando por bares e por ambientes obscuros, busca se tornar escritor. Recomendo para quem ainda não leu nada de Bukowski.

“O Mordomo da Casa Branca”, de Wil Haygood foi publicado pela Editora Novo Século. Conta a história de Eugene, mordomo que trabalhou para oito presidentes americanos na Casa Branca. O livro conta os bastidores do filme, que foi inspirado no artigo publicado no Washington Post por Wil Haygood. O autor fez a reportagem com o mordomo quando Barack Obama  estava concorrendo a presidência e poderia se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, o que aconteceu.

Uma história que mistura realismo e fantasia. “Anna e o Homem das Andorinhas”, primeiro romance de Gabriel Savit narra sobre Anna, uma menina que se vê sem pai. Ele é levado por alemães e desaparece. Durante o período em que a Cracóvia, na Polônia, é invadida, Anna encontra-se com um misterioso homem. É um livro que trata das dificuldades enfrentadas por uma criança sem pais durante a Segunda Guerra Mundial.

Josh Malerman é o autor do livro “Caixa de Pássaros”, publicado pela Editora Intrínseca. Esse livro é de arrepiar. Quatro anos depois de uma misteriosa ação começar, uma mulher e seus dois filhos são os únicos sobreviventes. Ela parte de uma casa para uma jornada de navegação por 32 quilômetros num rio. Eles não podem enxergar nada. Partem com a visão oculta por vendas. Se as pessoas verem algo (misterioso) elas tem surtos de violência e chegam, inclusive, a cometer suicídio. Eletrizante, arrepiante e aterrorizante. Vale a pena ler.

“Dois Andares: Acima”, de Pedro Gonzaga foi publicado pela Editora Novo Século. É um livro de contos que parecem independentes, mas que podem se tornar a estrutura de uma narrativa maior. No livro vamos tomar contato com um artista que encara poucas pessoas no show de lançamento do seu disco, que nunca foi gravado, com um tradutor consumido por uma doença misteriosa, com uma professor que quer transformar suas namoradas em pessoas intelectualmente perfeitas e outros tantos personagens espalhados pelos contos.

“Os Amantes de Hiroshima”, de Toni Hill foi publicado pela Editora Tordesilhas. Recebi o livro da editora e fui positivamente surpreendido pela história. Numa casa abandonada os corpos de um casal são encontrados. Héctor Salgado e sua equipe são encarregados da investigação e voltam ao passado para descobrir o que de fato aconteceu e quem cometeu o crime. Em paralelo Leire Castro, colega de trabalho de Héctor, investiga o desaparecimento da esposa do investigador. Um livro surpreendente e um dos melhores romances policiais que li recentemente.

Outro livro que li em Maio foi o peculiar “O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares”, de Ransom Riggs, publicado pela Editora Leya. Crianças que tem características bastante peculiares habitam um determinado lar. Jacob descobre que as crianças podem ter sido confinadas na ilha por um bom motivo. É um livro arrepiante, fantástico e que possui personagens bem construídos. As fotos  que serviram de inspiração para o autor são um show a parte.

“Sumiço da Lua”, e-book de Paulo José Pires, parceiro do blog, foi publicado pela Editora Autografia. O livro tem dez contos do autor. Com histórias de realismo e fantasia, é uma boa pedida para se distrair. A leitura é agradável e rápida. O e-book pode ser lido num único fôlego.

Boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.