[Tag] 10 livros para ler em 2016

No Instagram fui marcado por @cadalivroumamordiferente para responder a uma tag chamada #BOOKLIST, que consiste em listar 10 livros que queremos ler em 2016.




Mesclando a minha lista do Skoob com alguns livros que tenho e outros que desejo, montei a lista de 10 livros para a tag. Abaixo você vê os títulos, o autor de cada livro e a sinopse divulgada em sites das editoras e/ou livrarias. 


A Menina Submersa - Caitlín R. Kiernan

'A Menina Submersa - Memórias' é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do 'real' sobre o 'verdadeiro' e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma 'obra-prima do terror' da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013. A autora se aproxima de grandes nomes como Edgar Allan Poe e HP Lovecraft, que enxergaram o terror em um universo simples e trivial - na rua ao lado ou nas plácidas águas escuras do rio que passa perto de casa -, e sabem que o medo real nos habita. O romance evoca também as obras de Lewis Carrol, Emily Dickinson e a Ofélia, de Hamlet, clássica peça de Shakespeare, além de referências diretas a artistas mulheres que deram um fim trágico à sua existência, como a escritora Virginia Woolf.


O Frio Aqui Fora - Flávio Cafiero

Um homem perde a promoção de cargo na empresa em que trabalha há treze anos. Ao mesmo tempo, é abandonado pela namorada. Tudo se desestabiliza e o mundo, agora, está diferente: os mecanismos de sobrevivência se tornam evidentes, as relações se revelam instáveis, as certezas amolecem. Até mesmo as palavras perdem os sentidos cotidianos.
Nesse cenário subitamente movediço, o projeto engavetado desde a adolescência começa a emergir: precisa se tornar um escritor. A solidão de quem tem o próprio futuro nas mãos é esmagadora. O mundo é traiçoeiro e, como nas savanas africanas, tudo pode mudar a qualquer momento. Intenção e acaso, razão e instinto, equilíbrio e caos: as fronteiras se dissolvem em um agora eterno. Caminhar parece ser a única forma de escapar. O tempo presente é áspero. O frio, aqui fora, pode ser insuportável.

Circo Mecânico Tresaulti - Genevieve Valentine

“Respeitável público, sejam bem vindos ao incrível Circo Mêcanico Tresaulti, o lugar para quem acredita no mundo mágico que nos rodeia. Permita-me conduzi-lo por uma viagem única através da luz e das sombras onde descobriremos juntos uma nova forma de ver tudo e a todos. Onde não existe limite entre o picadeiro e a plateia, onde tudo é real e o único limite é a nossa vontade de sonhar.” Em pleno cenário pós-apocalíptico, “O Circo Mecânico Tresaulti” ergue sua lona e dá início ao grande espetáculo. Ambientado sobre a perigosa superfície de um mundo devastado, cheio de bombas e radiação remanescentes de uma guerra pela qual todos já saíram derrotados, este belo romance nos apresenta uma caravana circense em eterna viagem através de muitas cidades sem país, região ou rota definida. Lugares que podem não mais existir quando o circo retornar. Aqueles que se juntam ao circo procuram segurança, trabalho sem risco de vida ou apenas uma nova forma de recomeçar. E seguir adiante, apesar de tudo. Através de imagens surpreendentes, a autora nos conduz por um realismo mágico com um toque da beleza steampunk, uma combinação inusitada que cria a atmosfera perfeita para personagens comoventes e de grande força poética. Fãs tanto de clássicos como Melville (Moby Dick), Frank L. Baum (O Mágico de Oz) e das fábulas dos irmãos Grimm quanto de autores contemporâneos como Kelly Link, Erin Morgenstern, Kami Garcia e Margaret Stoh vão se apaixonar pela prosa cheia de mistério da jovem e talentosa escritora Genevieve Valentine, que com este seu primeiro romance foi indicada ao Prêmio Nebula, um dos mais importantes dedicados à literatura fantástica. Aprecie esse peculiar espetáculo!

O Sol é Para Todos - Harper Lee

Um livro sobre racismo e injustiça - a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça.


O Vermelho e o Negro - Stendhal

Perdido no interior da França, o filho de um comerciante de madeira nutre sonhos de grandeza heroica, sem se dar conta de que ficaram para trás os tempos em que um jovem tenente de artilharia podia tornar-se cabeça de um Império. Este livro é a narrativa desse desencontro histórico, em suas menores reverberações. No rescaldo da derrota de Napoleão, as carreiras são tortuosas e os amores são difíceis. Para chegar a Paris, Julien Sorel passará por um seminário de província, aceitará um posto subalterno junto a uma grande família e será amante de duas mulheres únicas e díspares.

O Regresso - Michael Punke


Em 1823, os caçadores da Companhia de Peles Montanhas Rochosas desbravavam as terras inexploradas dos Estados Unidos, enfrentando diariamente o clima implacável, as feras selvagens e a ameaça constante de confronto com os índios, que defendiam suas terras da invasão dos homens brancos.
Em uma das missões da companhia, Hugh Glass, um dos melhores e mais experientes caçadores do grupo, fica frente a frente com um urso-cinzento, é atacado e termina gravemente ferido, claramente sem chances de sobreviver. Os homens que deveriam esperar sua morte e lhe oferecer um funeral apropriado o abandonam, levando consigo as armas e os suprimentos. Entre delírios, Glass os observa fugindo e é tomado por um único desejo: vingança. Uma determinação cega que o torna capaz de atravessar quase cinco mil quilômetros de terras intocadas e selvagens, fugindo de predadores, sobrevivendo à fome e à agonia dos ferimentos mais terríveis, a fim de concluir seu objetivo. 
Inspirado em fatos reais e escrito em uma prosa arrebatadora, O regresso é uma notável história de obsessão, um romance sobre um homem cuja vida foi ao mesmo tempo salva e condenada pela sede de vingança.



Zé do Caixão: Maldito A Biografia - Ivan Finotti e André Barcinski


A vida, a obra e as muitas mortes de José Mojica Marins, o temível Zé do Caixão. Nesta biografia, André Barcinski e Ivan Finotti desenterram a verdadeira história de um dos mais produtivos cineastas do Brasil. Reconhecido internacionalmente como um dos grandes mestres do Terror, Zé do Caixão – Coffin Joe, para os gringos – escreveu, dirigiu, produziu e atuou em mais de trinta filmes, como o clássico À Meia Noite Levarei Sua Alma. 
De infância humilde nos subúrbios de São Paulo, Mojica aprendeu a fazer cinema sozinho, na marra, usando os recursos disponíveis e formando seus próprios técnicos e atores. Como resultado, o mundo ganhou um artista genuinamente brasileiro, que jamais precisou copiar fórmulas estrangeiras. Publicado originalmente em 1998, Zé Do Caixão – Maldito, a Biografia está sendo relançado pela DarkSide Books, numa edição à altura do genial diretor – e também padrinho da editora. Com 666 páginas (200 a mais que a antiga versão), o livro conta com muitas fotos inéditas, filmografia atualizada e acabamento luxuoso em capa dura. Um verdadeiro documento para amantes do cinema e do terror.



Frida - Hayden Herrera

“Frida – uma biografia”, de Hayden Herrera, traz à tona a intimidade da vida da pintora que transformou sua própria história em arte. Todo mundo conhece Frida Kahlo, cuja imagem, de olhar complexo sob sobrancelhas espessas, cabelos negros e roupas coloridas, é quase tão difundida quanto a de Che Guevara. Todo mundo sabe que sofreu um gravíssimo acidente na juventude, que foi casada com o grande muralista Diego Rivera, e que foi amante de Leon Trotsky. Todo mundo sabe que tinha ideias radicais em política e hábitos modernos na vida, que pintava de modo radicalmente pessoal, e que teve uma existência tão tumultuada quanto o século XX em que viveu. O que poucos sabem é que tudo o que quase todo mundo sabe sobre Frida Kahlo está longe de resumir sua vida, ou de revelar a mulher por trás do ícone da arte latino-americana moderna. Finalmente traduzida para o português, “Frida – a biografia” foi um dos grandes impulsionadores do revival da artista nos Estados Unidos e em todo o mundo a partir de 1983. Como sintetizou a crítica, “Por meio de sua arte, Kahlo fez de si mesma uma artista e um ícone; por meio desta biografia, ganhou também dimensão humana”. Escrito por Hayden Herrera, reconhecida historiadora da arte, o livro traz, além da intimidade da história de Frida, detalhadas descrições e interpretações dos quadros de Kahlo, escritas com o rigor e a acuidade de uma especialista, mas também com a clareza, a fluidez e a sedução de uma amante dessa arte.

Vidas Provisórias - Edney Silvestre


Expatriados, separados no tempo e na geografia, Paulo e Barbara compartilham, além da experiência do exílio, o estranhamento pela perda de suas identidades, o isolamento e a sensação de interrupção do curso normal de suas vidas. Diferentes motivos os levam ao estrangeiro. Em 1970, Paulo, perseguido pela ditadura militar, é preso, torturado e abandonado sem documentação na fronteira, de onde segue para o Chile e depois para a Suécia. Barbara, com uma identidade falsa, deixa o país para trás em 1991 — durante o governo Collor —, fugindo de um rastro de violência, e se instala nos Estados Unidos como imigrante ilegal.
Em seu terceiro romance, Edney Silvestre cria um vigoroso retrato das transformações que ocorreram no país e no mundo nos últimos quarenta anos, com uma trama que viaja pelo Chile, Suécia, Estados Unidos, França e Iraque. O autor se vale, com sensibilidade, de sua experiência de onze anos como correspondente baseado em Nova York para revelar o universo dos imigrantes e, ao mesmo tempo, recriar de forma contundente um Brasil visto a distância.



Ficção Completa - Bruno Schulz

Título da coleção Prosa do Mundo, reúne pela primeira vez no Brasil a ficção completa de Bruno Schulz (1892 - 1942). São dois livros de contos do autor polonês - Lojas de canela e Sanatório sob o signo da Clepsidra - e quatro contos inéditos em português. O livro traz 11 ilustrações do próprio escritor, autor também de uma extensa obra artística. A tradução, feita diretamente do polonês, é de Henryk Siewierski, professor de teoria literária da Universidade de Brasília.  O livro tem apresentação do poeta e ensaísta Czeslaw Milosz - Nobel de Literatura de 1980 -, posfácio do tradutor e sugestões de leitura. Completam o volume trechos dos diários de Witold Gombrowicz sobre o amigo Bruno Schulz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.