Novo integrante da Academia Brasileira de Letras

O historiador pernambucano Evaldo Cabral de Mello é o novo ocupante da Cadeira 34 da Academia Brasileira de Letras (ABL). A referida cadeira estava vaga desde 18 de julho de 2014, após a morte do romancista e cronista baiano João Ubaldo Ribeiro.Evaldo recebeu, na eleição para a vaga, 36 dos 37 votos possíveis. 20 acadêmicos votaram em presencialmente e 16 por carta.
Foto: Divulgação
Evaldo Cabral de Mello, irmão do poeta João Cabral de Melo Neto, nasceu em 1936 no Recife e estudou Filosofia da História em Madri e Londres, antes de ingressar no Instituto Rio Branco, em 1960, e seguir carreira diplomática. É especialista em História regional e no período de domínio holandês em Pernambuco no século XVII, assunto sobre o qual escreveu muitos de seus livros, como Olinda restaurada (1975), sua primeira obra, 'Rubro veio' (1986), sobre o imaginário da guerra entre Portugal e Holanda, e 'O negócio do Brasil' (1998), sobre os aspectos econômicos e diplomáticos do conflito entre portugueses e holandeses. Sobre a Guerra dos Mascates e a rivalidade entre brasileiros e portugueses em seu Estado natal, publicou 'A fronda dos mazombos' (1995).

Escreveu, também, 'O norte agrário e o Império' (1984), 'O nome e o sangue' (1989), 'A ferida de Narciso' (2001) e 'Nassau: governador do Brasil Holandês' (2006), este para a Coleção Perfis Brasileiros, da Companhia das Letras. É organizador do volume 'Essencial Joaquim Nabuco', da Penguin-Companhia das Letras.

Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.